A Punição do Caçador

Embora tenha morrido muito jovem, vítima de tuberculose,
Paulus Potter (1625-1654) foi um pintor profícuo e dos mais
influentes de sua geração no gênero da pintura animalista e
de paisagem. Sua atividade desenvolve-se em Delft, onde está
inscrito na guilda dos pintores, e em Haia, onde fixa
residência ao lado da de Jan van Goyen.

Seu casamento com a filha de um grande construtor em Haia
abre-lhe as portas para uma clientela rica, tal como Amalia
of Solms-Braunfels, esposa de Frederick Henry, Príncipe de
Orange. Esta lhe adquire uma magnífica pintura, intitulada
“het Boerenerf” (o páteo da fazenda) ou “A vaca urinando”.
Esse detalhe da obra, hoje no Ermitage, causou escândalo em
seu círculo aristocrático e dissabores ao pintor que se muda
para Amsterdam.

Nas 2 cenas centrais, Potter mostra o caçador sendo julgado
por um tribunal de animais e o enforcamento dos cães de
caça. As duas cenas são circundadas por outras onze que
mostram cenas de caça de grande crueldade e, entre elas, o
grande protótipo mítico da punição do caçador: o mito de
Acteon transformado em cervo por Ártemis e devorado por seus
cães.

Se se excetuam as representações do mito de Ártemis ou Diana
e Acteon, o tema da punição do caçador pela caça é raríssimo
na história da arte. Mas Potter tem um precedente
prestigioso: a gravura “L´Enterrement du chasseur” por
Jacques Callot (1592-1635). Após Potter, Gustav Mahler
inspirar-se-ia numa gravura de mesmo tema “Wie die Tiere den
Jäger begraben”, de Moritz von Schwind (1850), para compor
sua paródia em modo menor de Frère Jacques (Callot?), no
terceiro movimento da sua Primeira Sinfonia (Titã).

Luiz Marques
8/VII/2013

Artista

POTTER, Paulus

Data

1647c.

Local

São Petersburgo, Museu do Ermitage

Medidas

84.5 × 120 cm

Técnica

Óleo sobre madeira

Suporte

Pintura

Tema

Alegorias e Temas Artísticos Morais e Psicológicos

Período

SÉCULO XVII

Index Iconografico

1366 - A Caça como divertimento; 12Dia - Ártemis, Diana,
Dictina, Selene, Lua; 12Dia2 - Diana e Acteon

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *