Adoração do Santo Nome de Jesus Cristo ou O Sonho de Filipe II

O tema representado nesta tela de fulgurante cromatismo, assinada “domenikos theotokópoulos apoiei”, não é de fácil identificação e as diversas propostas avançadas são mais complementares que mutuamente excludentes. Desde 1657, Padre Santos a intitula Adoração do nome de Jesus pelos Céus, a Igreja Militante, o Purgatório e o Inferno, dada a presença resplandescente da sigla IHS que domina toda a composição. Esta designação é ainda hoje frequente. A fonte desta iconografia seria a Epístola de Paulo aos Filipenses (2,9-10): “Por isso Deus o sobreexaltou grandemente / e o agraciou com o Nome / que é sobre todo o nome”.

Poleró batizou-a O Sonho de Filipe II, título considerado por Álvarez Lopera (1999) como “o mais aceitável”, dada sua antiguidade nos inventários. A presença dos eleitos e réprobos respectivamente à esquerda e à direita induziu a que se visse aqui um Juízo Final.

Antony Blunt (JWCI, 1939-1940) circunstanciou melhor o tema e grangeou certo consenso. Ele aí percebeu uma Alegoria da Santa Liga de 1571, entre o papa Pio V, Filipe II e Veneza, na figura do Doge Alvise Mocenigo, aliança que levou à vitória na célebre Batalha de Lepanto, tema central da propaganda católica contra os Turcos. À esquerda do papa, reconhecer-se-ia nos traços do soldado romano um retrato de almirante don Juan de Áustria (1545/47 – 1578), filho natural de Carlos V e de Bárbara Blomberg, nomeado por Felipe II Capitán General de la Mar. A hipótese de Blunt, aceita como verossímil por Frati, é que o quadro devia glorificar a morte de Juan de Áustria, sepultado no Escorial.

Finalmente, Fernando Marías retoma a idéia da centralidade do Juízo Final na composição e a entende como uma Glória de Filipe II, em emulação com a Glória de Carlos V* por Tiziano. Filipe II seria aí representado assistindo a seu próprio julgamento.

Trata-se provavelmente de uma das primeiras telas de El Greco (1541-1614) desde sua chegada a Toledo, onde o pintor se fixa em 1577.

Luiz Marques
03/04/2010

Bibliografia

1969 – T. Frati, Tout l`oeuvre peint de Greco. Paris, Flammarion, 1981, p. 98
1999 – J. Álvarez Lopera, El Greco. Identity and Transformation. Crete. Italy. Spain. Catálogo da exposição, Madri, Roma, Atenas, p. 379

Artista

El Greco, Doménikos Theotokópoulos, chamado

Data

1578c.

Local

Escorial, Real Monasterio de San Lourenço

Medidas

140 x 110 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Bíblia e Cristianismo

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

620 - Cristo no céu em Glória; 690 - Juízo Final;
866. 1571 - Batalha de Lepanto; 1700C2 - Retrato Mitológico e Alegórico

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *