La Divina Commedia (Il Dante Urbinate)

Registro inventarial: Codice Urbinate Latino 365

Sobre as informações gerais relativas a esta cópia da Divina Commedia, conhecida como Il Dante Urbinate de Federigo da Montefeltro (1422-1482), duque de Urbino, ver o texto que acompanha a imagem do fólio 1.

A presente miniatura ilustra o Canto VIII do Inferno: durante a noite do Sábado de Aleleuia, os dois poetas atravessam … Continue lendo...

La Divina Commedia (Il Dante Urbinate)

Registro inventarial: Codice Urbinate Latino 365

Esta célebre cópia da Divina Commedia, conhecida como Il Dante Urbinate foi encomendada a Matteo de´ Contugi da Volterra, em 1477 ou no início de 1478, por Federigo da Montefeltro (1422-1482), senhor de Urbino desde 1444 e nomeado duque desta cidade em 1474 por Sixto IV, além de Gonfaloniere del Papa.

Condottiere e … Continue lendo...

Iracema

Iracema, de Antonio Parreiras, representa a passagem escolhida também por José Maria de Medeiros, em quadro homônimo de 1884*.

Parreiras pintou a heroína poucos momentos após ela encontrar uma flecha fincada no chão, com um caranguejo e um ramo de maracujá atravessados. A índia desaba em profunda tristeza, ajoelhando-se diante do que na verdade era uma mensagem de Martim, seu … Continue lendo...

Iracema

Quase duas décadas depois da publicação de Iracema (1865), romance de José de Alencar (1829-1877), a tela de José Maria de Medeiros foi apresentada na Exposição Geral de Belas Artes do Rio de Janeiro, em 1884.

O catálogo da exposição assim a descreve:

“Inquieta Iracema pela ausência do esposo, sai em busca dele e chega à beira do lago, já … Continue lendo...

Fabíola [primeiro martírio de São Sebastião]

Rodolfo Bernardelli, estudando como pensionista em Roma da Academia Imperial de Belas Artes, enviava ao Brasil em 1878 o baixo-relevo: Fabíola ou o Primeiro Martírio de São Sebastião.

O assunto do baixo-relevo relaciona-se a uma passagem do livro “Fabíola ou a Igreja das Catacumbas”, do Cardeal Nicolas Patrick Wiseman (1854).

Trata-se de uma história que se passa em meio à … Continue lendo...

Exéquias de Atala

“Aluno de Victor Meirelles e Jean-Léon Gérôme (1824-1904), Augusto Rodrigues Duarte (1848-1888) expôs Exéquias de Atala sete décadas depois da célebre versão de Girodet*, em tela de tamanho semelhante. Ele a apresentou na Exposição Universal de Paris, em 1878, trazendo-a para o Brasil e recebendo largos elogios.

Em composição diversa no arranjo, no colorido e no sentimento, Girodet fez os … Continue lendo...

Erminia e Valfrino deparam com Tancredi ferido (detalhe)

(continuação do comentário à imagem principal)

A biografia de Luciano Borzone escrita por Soprani [1674] é
abundante em obras e informações sobre a vida do pintor.
Borzone tem origem não abastada e é cedo encaminhado ao
estudo das letras, da retórica e da poesia. Inicia sua
instrução em pintura junto ao tio paterno, Filippo
Bertolotto, retratista.

Seus progressos são notados … Continue lendo...

Erminia e Valfrino deparam com Tancredi ferido

Registro inventarial: T. 2302

Provavelmente trazido ao Brasil em 1816 no acervo de quadros
adquiridos em Paris por Joachim Le Breton. É o que se pode
inferir do inventário de 1837 da Academia Imperial de Belas
Artes, se a este quadro se refere a menção: “Il Cavalier
d´Arpino. Guerreiro Moribundo”. Referências inequívocas
aparecem apenas a partir do catálogo sumário de … Continue lendo...

Dom Quixote e a mula morta

Daumier foi um apaixonado por Dom Quixote. O livro de Cervantes inspirou-o em diversas obras, dentre as quais este Dom Quixote e a mula morta, de 1867, hoje no museu d´Orsay.

A tela foi uma encomenda do pintor Charles-François Daubigny para a sua casa, em Auvers-sur-Oise. Trata-se, portanto, de uma obra combinada entre artistas, o que pode justificar certo caráter … Continue lendo...

Cecilia Valdés II.

Esta figura feminina da autoria do pintor cubano Cosme Proenza inspira-se na personagem literária Cecilia Valdés, protagonista da novela homônima do escritor cubano Cirilo Villaverde (1812 / 1894), considerada o primeiro romance das letras na Ilha.

O escritor incorporara em seu enredo as características do sistema escravista e da sociedade colonial, tendo como centro Cecilia Valdés, filha ilegitima de um … Continue lendo...