Tomada do Forte de Copacabana pelo Coronel César Montagna durante o Golpe Militar de 1964)

Evandro Teixeira, autor desta imagem, já é um fotógrafo
experiente antes do período da ditadura, na condição de
fotojornalista profissional Jornal do Brasil, periódico que
se converterá numa escola de fotojornalistas pela alta
qualidade das fotografias em sua publicação.

Não surpreende, assim, que seja sua a foto que documenta um
dos momentos cruciais que marcam a instauração do poder
militar … Continue lendo...

Testa di Marinaio [Cabeça de Marinheiro]

“Cabeça de Marinheiro” é uma escultura em bronze apresentada por Achille d´Orsi (1845-1929) na Exposição da Academia de Brera de 1878.

A obra demonstra o interesse do escultor italiano em representar pessoas do povo, como marinheiros, carroceiros ou pescadores.

Como aponta Mimita Lamberti, a escultura de d´Orsi corresponde ao gosto verista de uma aproximação direta entre a pesquisa folclórica e … Continue lendo...

Sin Pan y Sin Trabajo [Sem Pão e Sem Trabalho]

O quadro apresenta uma questão social: um casal em um ambiente humilde observa pela janela o piquete na fábrica diante de sua residência. O autor, o pintor Ernesto de la Cárcova, retornou à Argentina aos 28 anos, após um período de estudos na Itália, trazendo consigo vários esboços que foram terminados em Buenos Aires, intitulados “Sem pão e sem trabalho” … Continue lendo...

série Machos y semen: El barbero.

No centro da cena, sobre a cadeira do barbeiro, localizamos
dois homens nus. Ambos os personagens possuem os mesmos
rasgos fenotípicos, musculatura volumosa, olhos rasgados,
cabeças rapadas, o pêlo aparece apenas no rosto. A luz é
projetada sobre a cadeira como um cenário, reforçando a
ideia de uma encenação ou de um jogo erótico pré-sexual que
pode, ou não, contar … Continue lendo...

Artista

GARCÍA de la Nuez, Rosa Eugénia (Rocio García)
Data
1999

Senzala de fazenda fluminense (imagem 2: detalhe)

“(continuação do texto que acompanha a imagem principal)

As litografias do “”Brasil Pitoresco”” foram muito reproduzidas em livros didáticos e em manuais de história, durante o século XX. Elas precisam ser compreendidas, entretanto, dentro de um projeto editorial que associava as imagens ao texto de Ribeyrolles.

O historiador Afonso E. Taunay, no prefácio à edição de 1941 e à reimpressão … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); BENOIST, Ph. (litografia)
Data
1861

Senzala de fazenda fluminense

A gravura foi realizada para ilustrar o livro “Brasil Pitoresco”, dos franceses Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861. As fotografias foram utilizadas como base para as litografias realizadas na Maison Lemercier, em Paris.

Os autores percorreram o interior fluminense em 1858, documentando o trabalho dos afrodescendentes nas grandes fazendas de café. Frond registrou as várias atividades … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); BENOIST, Ph. (litografia)
Data
1861

Sem título (da série El Liceo)

O Danzón, ritmo musical e dança tipicamente cubanos, é o protagonista da série, “El Liceo”, da fotógrafa, e pesquisadora cubana María Eugenia Haya, mais conhecida como Marucha, formada no Instituto de Cinematografia de Cuba e na Universidade de Havana.

Ao nos aproximarmos das obras que compõem esta série, nossa primeira impressão é estar assistindo a uma encenação ou a … Continue lendo...

Saudades

O artista ituano José Ferraz de Almeida Júnior executa a
tela Saudade dispondo uma mulher anônima contra uma janela
aberta da qual nada se vê do mundo externo. A figura
enlutada segura o xale cobrindo a boca enquanto chora
olhando para um objeto que remete a uma “carte de visite”.

Nota-se que a cena ocorre dentro de um ambiente bastante … Continue lendo...

Rua São Clemente, Rio de Janeiro.

Nesse quadro, Wiegandt revela uma visão imponente do Corcovado (ainda sem a estátua do Cristo Redentor), tomada a partir da Rua São Clemente, no Botafogo. O pintor explora o contraste entre a luminosidade das residências ensolaradas à esquerda e a área de sombra, à direita do observador. A perspectiva conduz o olhar ao plano de fundo, onde se destaca o … Continue lendo...

Rua de Paris num dia de chuva.

O pintor francês Gustave Caillebotte, fora durante muito
tempo um artista desconhecido, embora sua produção abarque
umas 500 obras com mais de cem retratos, interiores
bodegones, paisagens e obras de grande formato inspiradas na
vida urbana. Caillebotte, amigo e mecenas dos impressionistas
que comprara seus quadros a Monet, por exemplo lhe comprara
18 obras, quando ninguém estivera disposto a fazer-lho, … Continue lendo...