Criação de Adão

Localização inventarial: inv. n. 1985.1113

Trata-se de uma das mais extravagantes monotipias de Giovanni Benedetto Castiglione, Il Grechetto (1609 – 1665), técnica por ele inventada e que consiste em uma impressão a partir de uma matriz pintada e não incisa.

Em um ensaio luminoso sobre Castiglione, Focillon assim o introduzia ao leitor:

Há uma Itália mágica, noturna e plena de encantamentos, que se superpõe à Itália clássica. Ela é obra de alguns audaciosos poetas da arte que, mesclando seus sonhos à matéria histórica de seu tempo, trataram-na como alquimistas, por uma espécie de transmutação, criando novos meios para a vida do espírito.

Esta monotipia da Criação de Adão, fantástica e fantasmagórica, é um exemplo consumado da capacidade de Castiglione de transmutar a matéria pictórica em visão.

Castiglione não conhece o Escravo agonizante* de Michelangelo do Louvre, transplantado em 1550 para a França e desde 1632 no remoto castelo do Cardeal Richelieu no Poitou. Não é impossível, todavia, que o conhecesse por um desenho ou uma gravura invertida, pois seu Adão está em uma atitude deveras semelhante à da estátua, ainda que invertida. Apenas que, enquanto Michelangelo concebe seu Escravo quase exânime, a quimérica imaginação de Castiglione mostra o corpo de Adão in fieri, estremecido pela primeira energia vital que o percorre e levanta.

Luiz Marques
25/05/2010

Bibliografia

1969 – H. Focillon – Maîtres de l`Estampe, Paris, Flammarion, p. 79

Artista

CASTIGLIONE, Giovanni Benedetto

Data

1645c.

Local

Chicago, Art Institute

Medidas

302 x 204 mm

Técnica

monotipia

Suporte

Pintura

Tema

Bíblia e Cristianismo

Período

SÉCULO XVII

Index Iconografico

514 - Gênese; 514.6 - Adão e Criação de Adão

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *