Cristo Redentor

Este Cristo redentor que fita intensamente o devoto parece remeter, no estudado arcaísmo de sua tipologia, a um ícone aquiropita de matriz bizantina.

De outro lado, a evidência da chaga na mão direita evoca outro tipo de representação, a do Cristo intercessor mostrando suas chagas (Ostentatio vulnerum). Esta segunda iconografia empresta-lhe o caráter de um ex-voto e parece bem responder ao contexto de sua encomenda a Andrea del Sarto (1486-1531)em 1512 ou 1513.

Com efeito, destinava-se ele, como afirma Vasari, na Vida do pintor, ao altar da SS. Annunziata da igreja homônima dos Servitas em Florença, de que os Medici eram titulares, posto que seus construtores no século XV.

A encomenda explicar-se-ia, assim, como sugere Natali, como um agradecimento, seja pelo retorno da família à Florença em 1512, após um exílio de 18 anos, seja pela eleição de Giovanni de´ Medici ao pontificado, em 1513.

Luiz Marques
08/02/2010

Bibliografia
1992 – A. Natali, A. Cecchi, Andrea del Sarto. Paris, 50

Artista

ANDREA DEL SARTO (Andrea d´Agnolo)

Data

1512/ 1513

Local

Florença, SS. Annunziata

Medidas

47 x 27 cm

Técnica

Óleo sobre madeira

Suporte

Pintura

Tema

Bíblia e Cristianismo

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

700C18 - Cristo Redentor

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *