Clicky

 

Título da Obra:  Minotauro
Artista:   Miron de Eleuterai (c¢pia romana)
Index Iconográfico:  71F - Teseu; 71F3 - Teseu e o Minotauro
Técnica:   M rmore
Data:   470 440 a.C.
Período Histórico:   15 - ARTE GRECO-ROMANA
Dimensões:  73 cm
Local:   Atenas, Museu Arqueol¢gico Nacional
Texto:   Registro inventarial: inv. 1664a

Minotauro, cujo nome era Ast‚rios ou Ast‚rion, era filho de
Passifae com um touro enviado a seu marido, Minos, rei de
Creta, por Poseidon. Dos amores de Passifae e desse touro,
nasce a figura monstruosa de um homem com cabe‡a de touro,
que Minos aprisiona em um labirinto constru¡do para esse fim
por D‚dalo, o arquiteto ateniense que habitava em sua corte
em Creta.

Como por nove anos (segundo Plutarco), Minos sacrificasse
anualmente ao Minotauro sete rapazes e sete mo‡as oferecidas
por Atenas para aplacar a ira divina, no terceiro ano Teseu
ofereceu-se para este sacrif¡cio e matou o Minotauro,
valendo-se para se guiar no labirinto do aux¡lio de Ariadne,
filha de Minos. Na Vida de Teseu, Plutarco passa
rapidamente sobre esta fa‡anha do her¢i, considerando que "a
maior parte dos autores antigos a narraram". E, de fato,
segundo S‚rvio, comentador do s‚culo IV da Eneida de
Virg¡lio, j  Safo havia escrito a respeito.

O presente fragmento ‚ uma c¢pia romana, com fun‡Æo de
fonte, do perdido grupo br“nzeo Teseu e o Minotauro
de autoria de Miron de Eleuterai, outrora sobre a Acr¢pole
de Atenas, onde ele figurava em frente do nÆo menos c‚lebre
grupo de Atena e M rsias, tamb‚m de Miron. Suas
dimensäes eram, se preservadas na c¢pia, 1/3 maior que a
escala humana.

Ambos os grupos sÆo de fato descritos "um de frente para o
outro" por Pausƒnias em sua Descri‡Æo da Gr‚cia
(µtica, xxiv), composto entre 160 e 176:

"Neste lugar h  uma est tua de Atena em luta com M rsias, o
Sileno, pela flauta, que a deusa desejava jogar fora
definitivamente. Em frente dela, representa-se a luta entre
Teseu e o assim chamado Touro de Minos, seja que fosse um
homem ou um animal da natureza que a hist¢ria narra. Pois
mesmo em nossos tempos mulheres deram … luz monstros muito
mais extraordin rios que este".

Os dois grupos ocupavam uma posi‡Æo de honra na Acr¢pole,
possivelmente, como cogita Phillips Stevens (1936), de cada
lado da entrada da Acr¢pole, o Propylon. A popularidade em
especial do grupo de Teseu e o Minotauro ‚ atestada
ainda em diversos vasos e em trˆs diferentes moedas
atenienses.

Luiz Marques
25/06/2011

Bibliografia:
1936 - G. Phillips Stevens, Hesperia. The Journal of the
American School of Classical Studies at Athens, 5, 4, pp.
443-520, p. 483.
1938 - Ch. Picard, "Sur un c‚lŠbre groupe disparu : Th‚s‚e
combattant le Minotaure … lïAcropole dïAthŠnes". M‚langes
dïarch‚ologie et dïhistoire, 55, pp. 28-41.
2002 - N. Kaltsas, Sculpture in the National Archaelogical
Museum, Athens. Los Angeles: The J. Paul Getty Museum, p. 96


Comentários Postados:
  • Não há comentários.


  • Registre seu comentário:
    Nome:  
    Instituição:  
    E-mail:  
    Comentário:  
    0 digitado / restante 1000
     
    Visitantes:
    Imagens Disponíveis: 1247