Emblema

Emblema “da Sineta ou das Abelhas”. Detalhe da pintura do forro da sacristia da Igreja de São Francisco Xavier do Colégio Jesuítico de Santo Alexandre em Belém do Pará (atual Museu de Arte Sacra do Pará). Em um dos quatro cantos da composição da pintura de forro, encontra-se o emblema “da sineta ou das abelhas” com as seguintes mensagens cristãs: Sonvum Dulcedo Seqvetur – “Que a doçura siga o som”, e Nomen Delectabile – “Nome Aprazível”. A pintura do forro da sacristia não é mencionada no Catálogo de 1720, e tampouco no Inventário (ARSI, Brasiliae 28) elaborado em razão da expulsão dos jesuítas no ano de 1759.
Ver também os outros três emblemas presentes na pintura do forro da sacristia da Igreja jesuítica de Belém: Emblema “do Escudo”, Emblema “da jarra” e Emblema “do sol”. Para outras informações, buscar “Forro da Sacristia da Igreja Jesuítica de São Francisco Xavier do Colégio de Santo Alexandre”.

Renata Maria de Almeida Martins
15/02/2010

Bibliografia:

LE BIHAN, Joseph. “A Igreja de Santo Alexandre: exemplo Ímpar da Poética Jesuítica na Amazônia”. In: FELIZ LUSITÂNIA. MUSEU DE ARTE SACRA DO PARÁ. Belém: Secult, 2005, pp. 55-76.

MÂLE, Emile. L´Art Religieux de la fin du XVI siècle, du XVII siècle et du XVIII siècle: étude sur l´iconographie après le Concile de Trente, Italie-France-Espagne-Flandres. Paris: Librarie Armand Colin, 1972 (1ªed., Paris, 1932).

MARTINS, Renata Maria de Almeida. “Tintas da Terra, Tintas do Reino: Arquitetura e Arte nas Missões Jesuíticas do Grão-Pará”. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo – FAU-USP, São Paulo, 2009, 2v. (Tese de Doutorado).

OLIVEIRA, Myriam Andrade Ribeiro de. “A Epopéia Jesuítica no Amazonas e sua obra arquitetônica e escultórica”. In: FELIZ LUSITÂNIA – MUSEU DE ARTE SACRA DO PARÁ. Belém: SECULT, 2005, pp. 77-92.

Documentação Primária:

ARSI – Archivum Romanum Societatis Iesu, BRASILIAE 28, CATALOGUS MARAGNONENSE, INVENTÁRIO DA IGREJA DO COLÉGIO DO PARÁ, 1760-1768, f. 9v.

CATÁLOGO DESTE COLÉGIO DE SANTO ALEXANDRE, seus bens, oficinas, fazendas, servos, gados, dispêndios, e dívidas activas e passivas [1720], 08 p. In: Coleção Alberto Lamego do IEB-USP, doc. 1320, Códice 43.

Artista

Companhia de Jesus, Anônimo

Data

1701século XVIII

Local

Belém, Museu de Arte Sacra do Pará

Medidas

não identificadas

Técnica

Óleo sobre madeira

Suporte

Pintura

Tema

Bíblia e Cristianismo

Período

71 - PERÍODO COLONIAL NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL

Index Iconografico

500 - Decorações de tetos, abóbodas, paredes e pavimentos: emblemas, motivos geométricos, cosmatescos, etc.

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *