ICONOGRAPHIC INDEX

 

An Iconographic Index is a repertoire of themes depicted in works of art. This Index comprises the following areas:

 

 


I - Mythology, Ancient History and Topography (1-499)

 

II - Bible and Christianity (500-849)

 

III - Medieval, Modern and Contemporary History (850-999)

 

IV - Medieval, Modern and Contemporary Literature (1000)

 

V - Allegories and Artistic Themes, Liberal and Mechanical Arts, Psychological and Moral Themes (1100-1199)

 

VI - Science, scientific illustration and Ethnography (1200-1299)

 

VII - Social Life and Genre (1300-1599)

 

VIII - Nature, Landscape and Arcadia (1600-1632)

 

IX - Portraits and caricatures (1700)

 

X - Sundry themes and unidentified Images

 

 

 

 

 

 

I – Mythology,Ancient History and Topography(1-499)

 

 

 

1 – Divindades, Personagens Mitológicas e Históricas do Egito
2 – Divindades, Personagens Mitológicas e Históricas da Mesopotâmia

4 – Divindades, Personagens Mitológicas e Históricas da Anatólia e Outras Culturas Antigas do Oriente-Médio
4Cibe – Cibele
4CibAc - Acólitos de Cibele, Galli, Metragyrtai

6 – Divindades, Personagens Mitológicas e Históricas do Extremo-Oriente
8 – Divindades, Personagens Mitológicas e Históricas da África

10 – TEOGONIAS E COSMOGONIAS PRÉ-OLÍMPICAS

10Afro – AFRODITE URÂNIA
 [Hes., Theog 160-206; Apol., Bibl. 1,3]

10Caos – O Caos
[Hes., Theog 116-123; Ov., Met I,5-20]
10Cao1 – Erebos ou Trevas
[Hes., Theog 123]
10Cao2 – A Noite
[Hes., Theog 123, 757]

10Cicl – Os CÍCLOPES
[Hes., Theog 139-145; Apol., Bibl. 1,1]
10CicA – Arges
10CicB – Brontes
10CicE – Estéropes
10CicP– Polifemo
Para Polifemo, Ácis e Galatéia, ver 10Poli

10Cron – SATURNO Cronos
[Hes., Theog 458-490; Apol. Bibl, 1, 5]
para as representações do Tempo, ver 1104 – Representações do Tempo
10Cron1 – Saturno Cronos devora seus filhos

10Demi – O DEMIURGO fabricator mundi
[Ov., Met I, 21-75]

10Elem – Os Quatro ELEMENTOS
[Ov., Met I,21-29]
10Ele1 – O Elemento Terra, Tellus
ver também:  10Gaia – GAIA Terra
10Ele2 – O Elemento Água
10Ele3 – O Elemento Fogo
ver também: Vestais
10Ele4 – O Elemento Ar
ver também: Hera/Juno

10Eros – EROS
[Hes., Theog 118] ver também: 12F

10Gaia – GAIA Terra
[Hes., Theog 117; Ov., Met I,21-77]

10Giga – GIGANTES e GIGANTOMAQUIA
[Hes., Theog 628-726; Ov., Met I,151-153]

10Heca – Os HECATÔNQUIRES Briaréia, Gigas, Cotos
[Hes., Theog 147, 618, 639-664, 819; Apol., Bibl. 1,1]

10Poli – Polifemo, Ácis e Galatéia
[Teócrito, Idílio XI; Ov., Met XIII, 759]
ver também: 10A25a – Ácis; Arcádia: temas pastoris, campestres e idílicos

10Ura – URANOS Céu
[Apol., Bibl. 1,1]
10Ura1 – A Castração de Uranos por Saturno
[Hes., Teog, 133 e 616; Apol., Bibl. 1,1]

 

11 – DESCENDÊNCIA DE URANOS E GAIA E DEMAIS DIVINDADES e MONSTROS PRÉ-OLÍMPICOS
Exceto os Deuses do Olimpo, para os quais ver 12

11Adme – Admete
[Hes., Theog 349]

11Alfe – Alfeu e Aretusa
ver também: Arcádia: temas pastoris, campestres e idílicos

11Ante – Anteu
[Pind., Isthm., IV, 87] para Héracles, Hércules e Anteu, ver 

11Aque – Áquelo
ver também: 70D – Hércules e Áquelo

11Asia – Ásia

11Aste – Astéria
[Hes., Theog 411]

11Atla – Atlas
[Hes., Theog 510-519, 746]

11Cali – Calirroé
[Hes., Theog 358, 980] para a descendência de Calirroé, ver 11Oce

11Ceto – Ceto
[Hes., Theog 238 e 270]

11Circ – Circe
[Hes., Theog 956, 1012]

11Coeo – Coeos
[Hes., Theog 405-409]

11Cris – Crisaor
[Hes., Theog 280-285, 979]

11Deuc – Deucalião e Pirra
[Ov. Met. I, 313-415]

11Dori – Doris
[Hes., Theog 349; Ov. Met. II, 11]

11Eos – Eos ou Aurora
11Eosc – Eos ou Aurora e Céfalo
11Eost – Eos ou Aurora e Titon
[Hes., Theog 984, 372]
 
11Epim – Epimeteu
[Hes., Theog 512]

11Equi – Equidna
[Hes., Theog 295-306]

11Erin – As Erínias/Fúrias ou Eumênidas Aleto, Tisífones, Megera
[Hom. Il IX, 571; XIX, 87; Hes., Theog 185 e 474; Apol., Bibl. 1,3; Ov., Met I, 241; Apol. Bibl I, 1,4]

11Eur – Euríbia
[Hes., Theog 238]

11Euri – Eurínome
[Hes., Theog 358, 907] para Júpiter e Eurínome, ver 12 - JupxEur

11Forc – Forcos
[Hes., Theog 238 e 270]

11Górg – Górgonas: Esteno, Euríale e Medusa
[Hes., Theog 275-285]

11Grai – Graias
[Hes., Theog 270]

11Harp - Harpias

11Heca – Hécates
[Hes., Theog 411-452]

11Heli – Helíades
[Ov. Met. II, 340-367]

11Hipe – Hipêrion
[Hes., Theog 371-374]

11Hist – Histié
[Hes., Theog 454; Apol. Bibl, 1, 4]

11Iris – Iris
[Hes., Theog 780, 784]

11Leto – Leto
[Hes., Theog 406, 918] para Júpiter e Leto, ver 12 JupxLet

11Maia – Maia
[Hom., Od. XIV, 435; Hes., Theog 938] para Júpiter e Maia, ver 12JupxMai; para Maia como constelação, ver 16

11Medu – Medusa

11Meti – Métis Prudência
[Hes., Theog 358, 886] para Júpiter e Métis, ver 12 - JupxMet

11Nere – Nereu e as Nereidas
[Hes., Theog 234-235, 1003; Ov., Met I, 187]
[Hes., Theog 240-264; Ov. Met. II, 11]

11Nera – Actéia

11Nerag – Ágave

11Neran– Anfitrite

11Nerer – Erato

11Nereu – Eucranté

11Neeud – Eudora

11Neeul – Eulímenes

11Neeun – Eunice

11Nerga – Galatéia
ver também: 10Pol – Polifemo, Ácis e Galatéia

11Nerla – Laomedéia

11Neror – Orítia

11Nerpl – Ploto

11Nersa – Sao

11Nerte – Temisto

11Nertet – Tétis
para Tétis e Peleu, ver 15Tet

11Nike – Nikés e Vitórias

11Ninf – As Ninfas Melíades dos Freixos
[Hes., Theog 176-179] para a raça de bronze, nascida dos freixos, vide 28C – Idade de Bronze

11Ocea – Oceano e Oceânidas
[Hes., Theog 346-366]

11Ocec – Críseis

11Pan – Panfedo
[Hes., Theog 270]

11Peg – Pégaso
[Hes., Theog 280-285] para Pégaso e Belerofonte, ver  

11Pei – Peitô
[Hes., Theog 349]

11Pro – Prometeu
[Hes., Theog 511-569, 618] ver também: 12Vul12 – Hefaístos acorrenta Prometeu

11Qui – Quimera
[Hes., Theog 319-324] para Pégaso, Belerofonte e a Quimera, ver

11Quir – Quíron
[Hom., Od XI, 832; Ov. Met II, 631-633]

11Reia – Reia
[Hes., Theog, 453]

 

11Rio – Rios Divindades Fluviais
11Rioer – Eridano Pó ou Ródano
[Ov., Met II, 325, 373]

11Rioeu – O Eufrates e o Tigre

11Rioin – Ínaco, divindade fluvial da Argólida
[Ov., Met I, 583, 648-663; Apol. Bibl II, 1,1]

11Riomél – Mélia

11Riomil – O Nilo

11Riotib – O Tibre
ver também: 448 – O Hades, as Regiões Infernais e as representações mitológicas do Além-Túmulo; 505B – Monumentos sepulcrais com estátuas reclinadas ou jacentes; 454 – Entidades e Simbologias Funerárias; 1104 – Representações do Tempo

11Styx – Styx
[Hes., Theog 366, 775-776]

11Taum – Taumas
[Hes., Theog 237] para a descendência de Taumas e Electra, ver 10A44

11Teti – Tétis
[Hes., Theog 337-345]
11Tife – Tifeu ou Tifon
[Hes., Theog 307, 820-869]

11Tit – Os Titãs, as Titânidas e a Titanomaquia
[Hes., Theog 133; Apol., Bibl. 1,2]
11Titc –  Coeos
11Titcr –  Crios
11Tith –  Hipêrion
11Titj –  Japetos
11Tito – Oceano

11Ven – Ventos
[Hes., Theog 378-379]
10Venb – Bóreo
[Hes., Theog 379; Ov., Met I, 65]
10Venz – Zéfiro
[Hes., Theog 379; Ov., Met I, 64]

11Vit – Vitórias
ver 11Nik – Nikés

12 – DEUSES E DIVINDADES DO OLIMPO

12A – O OLIMPO
12A1 – Divindades olímpicas sem contexto narrativo
12A2 – Festins dos deuses
12A4 – Os amores dos deuses em geral

12Apo – APOLO Febo, Hélio, Sol
12Apo1 – O Palácio de Apolo/Febo ou Hélio/Sol

12Apo2 – Apolo e o Párnaso

12Apo4 – Apolo e as Musas ou as Piérides
ver também: Filhas de Zeus e Mnemosine: as Musas; Filósofos e Musas; Gêneros da Poesia Lírico, Épico, Dramático, etc.; Certames musicais das Musas e das Piérides

12Apo6 – Apolo e as Três Cáritas ou Graças Eufrosine, Tália e Aglaé
ver também:
- 12Cup1 – Cupido e as Três Cáritas ou Graças Eufrosine, Tália e Aglaé
- 12JupxEur1 – As Graças ou Cáritas Eufrosine, Tália e Áglae
- 130gra – As Graças Eufrosine, Tália e Áglae

12Apo8 – Apolo, Mársias, Olimpo e o escravo cita
[Heródoto, 7.26; Pl., Symp 215b; Pl., Rep 3.399c-e; Pl., Leg 3.677d; Xenofonte Anab 1.2.6;Diod. Sículo, Bibl 3.59.1-6; Ov. Met VI 382-400; Ov. Fasti VI, 695-700; Hig., Fab 165; Paus Descr 10.30.9] para a invenção e a maldição do aulos por Atena/Minerva, ver 12F6

12Apo10 – Apolo, Pan e o Juízo de Midas
Ver também 1100Ver – A Ignorância, a Calúnia e a Verdade. Veritas filia temporis.

12Apo12 – Apolo mata a serpente Piton e institui as festas píticas
[Ov., Met I, 440-451] ver também: Piton, 52

12Apo14 – Apolo e as Pitonisas

12Apo16 – Apolo e as Sibilas

12Apo18 – Apolo e Himeneu
[Ov., Met II, 680-684] ver também: 12L6 – Hermes rouba os bois de Apolo

12Apo20 – Apolo e Dafne
[Ov., Met I, 452-566 e II,1-18]

12Apo22 – Apolo e Fetonte
[Ov., Met I,756; II, 45-332]

12Apo24 – Apolo e Coronis Aegla
[Ov., Met II, 542-51, 600-610]

12Bac – BACO Diôniso, Liber
para Diôniso/Baco/Liber em Tebas, ver O Ciclo Tebano e em especial 68D – Êquion

12Bac1 – Nascimento, infância e educação de Baco.
[Hes., Theog 940-942, 947; Ov. Met III 310-315]

12Bac2 – Baco no Oriente

12Bac4 – Baco e Ariadne
[Hes., Theog 947]
12Bac6 – Procissão, Triunfo, Thiasos de Baco ou de Sileno
12Bac8 – Baco, Vênus e Cupido
12Bac10 – Baco, Ceres e Cupido
ver também: 1100B – Alegorias do Prazer
12Bac12 – Bacanais, Ândrios, Bacantes, Mênades
12Bac14 – Morte de Baco despedaçado pelos Titãs
ver também: 109 - Teogonias órficas

12Cupi – CUPIDO Eros
ver também: 10A4c
12Cup1 – Cupido e as Três Cáritas ou Graças Eufrosine, Tália e Aglaé
ver também: 43P – Filhas de Zeus e Eurinomé: as Três Graças; 48A2 – Apolo e as Três Graças
12Cup2 – Cupido amarrado
12Cup4 – Eros e Anteros

12Dem – DEMETER
[Hes., Theog 454, 910-914; Apol. Bibl, 1, 4]
12Dem1 – A Descendência de Deméter e de Iasion
[Hes., Theog 969-974] para Deméter, ver 10B1b
12Dem1 Pluto para a descendência de Pluto, ver  10E29
[Hes., Theog 969]

12Dia – DIANA Ártemis, Dictina, Selene, Lua
12Dia1 – O Sono de Endimion
12Dia2 – Diana e Acteon
12Dia4 – Diana descobre a gravidez de Calisto
[Ov., Met II, 441-464]ver também: Os Amores de Zeus e Calisto 12P44

12Esc – ESCULÁPIO Asclépio
[Ov., Met II, 630, 635]

12Heb - HEBE
[Hes., Theog 920]

12Jun – JUNO Hera
[Hes., Theog 454; Ov., Met II, 531; Apol. Bibl, 1, 4]
12Jun1 – Juno recebe a cabeça de Argos
[Ov., Met., I, 721-724]
 
12Jup – JÚPITER Zeus
[Hes., Theog 457; ; Apol. Bibl, 1, 4Ov., Fast V, 384]
12Jup1 – A Infância de Zeus/Júpiter e a cabra Amaltéia
[Apol. Bibl, 1, 5]
10Jup2 – Zeus/Júpiter fixa a pedra de Cronos aos pés do Párnasso
[Hes., Theog 498-500] para o Monte Párnasso, ver 
10Jup4 – Zeus libera os tios e deles recebe os raios
[Hes., Theog 501-506]

12Jupx – OS AMORES DE JÚPITER Zeus
(Ovídio, Met VI, 103 e seg.)

12JupxAlc – Júpiter e Alcmene
[Hes., Theog 940-945, 457] para Zeus/Júpiter, ver 10B1f

12JupxAnt – Júpiter e Antíope
[Apol., Bibl III, 5, 5]
12JupxAnt1 – Ânfion
[Apol., Bibl III, 5, 5]
12JupxAnt2 – Ânfion recebe a lira de Hermes
12JupxAnt4 – Zeto
[Apol., Bibl III, 5, 5]
12JupxAnt6 – Ânfion e Zeto vingam a mãe, Antíope O Suplício de Dircé

12JupxCal – Júpiter e Calisto
[Ov. Met II, 410-440] ver também: 12Dia – Diana descobre a gravidez de Calisto
12P44a – Arcas epônimo da Arcádia
[Ov. Met II, 468-475, 496-507]
12P44b – Calisto transformada em ursa e na constelação da Ursa Maior
[Ov. Met II, 476]

12JupxDân – Júpiter e Dânae
12JupxDân1 – Perseu
12JupxDân2 – Perseu e a Liberação de Andrômeda
12JupxDân3 – Perseu e Medusa
12 JupxDân4 – Perseu e Pégaso
ver também: 454B – Pégaso como Psychopompos e 73A – Belerofonte e o Pégaso

12JupxDem – Júpiter e Deméter
[Hes., Theog 453, 910-914] para Zeus/Júpiter e Deméter, ver 10B1f e 10B2
12JupDem – Perséfone
[Hes., Theog 912] para o Rapto de Perséfones, ver 12Plut1 – O rapto de Perséfones/Proserpina;
ver também: 454 – Entidades e Simbologias Funerárias

12JupxDio – Júpiter e Dioné

12JupxEgi – Zeus/Júpiter e Egina

12JupxEla – Júpiter e Elara
[Hom., Od XI, 576]
12JupxEla1 – Títios
[Hom., Od XI, 576]

12JupxEur – Júpiter e Eurínome
[Hes., Theog 907, 358] para Zeus/Júpiter e Eurínome, ver 10B1f e 10A24b12
12JupxEur1 – As Graças ou Cáritas Áglae, Eufrosine, Tália
[Hes., Theog 907] ver também: Cupido e as Três Graças; Apolo e as Três Graças

12JupxGan – Júpiter e Ganimedes

12JupxIo – Júpiter e Io Isis
[Ov., Met I, 567-599] ver também: 12K2 – Hera/Juno recebe a cabeça de Argos; 462A - Isis

12JupxJun – Júpiter e Juno
[Hes., Theog 919, 457] para Zeus/Júpiter e Hera/Juno, ver 10B1f e 10B1c

12JupxLed – Júpiter e Leda ou Nêmesis
12JupxLed1 – Castor e Pólux os Dióscuros
ver também: 204 – Topografia e Monumentos de Roma Antiga: 206F1 – Os Dióscuros de Montecavalli
12 JupxLed1 – Helena e Clitemnestra

12JupxLet – Júpiter e Leto
[Hes., Theog 918-919, 406] para Leto, ver 10A40a

12JupxMai – Júpiter e Maia
[Hes., Theog 938-939; Ov., Met II, 835]

12JupxMet – Júpiter e Métis Prudência
[Hes., Theog 886-900]

12JupxMne – Júpiter e Mnemôsine
[Hes., Theog 915] para Zeus/Júpiter e Mnemôsine, ver 10B1f e 10A10b6
12JupxMne1 – As Musas e por extensão as Artes
[Hes., Theog 916] ver também: 48A1 – Apolo e as Musas; 430G – Filósofos e Musas; 1158K – Gêneros da Poesia Lírico, Épico, Dramático, etc.; 1166 – Certames musicais das Musas e das Piérides
12JupxMne – Calíope Poesia épica
12JupxMne – Clio História
12JupxMne  – Erato Lírica
12JupxMne  – Euterpe Flauta
12JupxMne  – Melpomene Tragédia
12JupxMne  – Polímnia Pantomima
12JupxMne  – Tália Comédia
12JupxMne  – Terpsicore Dança
12JupxMne  – Urânia Astronomia
12JupxMne – As Musas e Pégaso
12JupxMne – As Musas e o Párnaso

12JupxNío – Júpiter e Níobe
12JupxNío1 – Argos
12 JupxNío1 – Pelasgos

12JupxPlu – Júpiter e Pluto
para Pluto, ver 131a
12JupxPLu1 – Tântalo
12 JupxPLu2 – Níobe filha de Tântalo
Para Níobe, amada por Zeus, ver 12JupxNio – Júpiter e Níobe
12JupxPLu4 – As 7 filhas e os 7 filhos de Níobe os Nióbidas
12 JupxPLu6 – A ofensa de Níobe a Leto e o extermínio das Nióbidas
12 JupxPLu8 – Pelops
12 JupxPLu10 – Pelópidas

12JupxSém – Júpiter e Sémele
[Hes., Theog 940-942, 457, 976; Ov., Met III, 256-310; Ov., Fast. VI, 485] para Sémele no âmbito do Ciclo Tebano, ver 60B

12JupxTem – Júpiter e Têmis Justiça
[Hes., Theog 901-903] para Têmis, ver 10B1f e 10A10b4
12JupxTem1 – As Horas
[Hes., Theog 901-903] ver também: 1104 – Representações do Tempo 
12JupxTem2 – As Parcas Clotô, Láquesis, Atropos
[Hes., Theog 904, 219] para as Parcas, ver também: 10A6e

12Mar – MARTE Ares
[Hes., Theog 920]
12Mar1 – As Amazonas
[Apol. Bibl, II, 3, 2]
12Mar2 – Amazonomaquias
12Mar3 – Pentesiléia
ver também: 80aqui - Aquiles

12Mer – Mercúrio Hermes
ver também: Hermes ou Mercúrio como Psychopompos

12Min – MINERVA Atena
12Min1 – A Disputa entre Minerva e Netuno pela Ática
12Min2 – Minerva e o Centauro
12Min4 – Minerva e a Coruja
[Ov., Met II, 564-590]
12Min6 – Minerva inventa e amaldiçoa o aulos
[Melanípides, Marsyas;Ov. Fasti VI, 695-700; Plin, NH, 34.57; Fab 165; Paus. Descr. 1.24.1] para Mársias, ver 12D10

12Net – NETUNO Poseidon
[Hes., Theog 457; Apol. Bibl I, 4]

12Netx – OS AMORES DE NETUNO Poseidon
12NetxAmí – Amímone
12NetxAnf – Anfitrite
[Hes., Theog 930]
12NetxAnf1 – Tritão

12NetxLib – Netuno e Líbia
12NetxAge – Agenor
[Ov., Met III, 3]
12NetxBel – Belos
12NetxLib1 – Danaos e as Danaides
 [Hes., Theog 930; Ov., Met I, 333-337; II, 8]

12Pan – PAN
[Hino hom. a Pan]
ver também: Arcádia: temas pastoris, campestres e idílicos

12Plut – PLUTÃO Hades
[Hes., Theog 455; Apol. Bibl, 1, 4]
ver também: 454 - Entidades e Simbologias Funerárias. Para o Hades como lugar infernal, vide também 108C e D – Orfeu e Eurídice no Inferno
12Plut1 – O rapto de Perséfones/Proserpina
[Hes., Theog 913]

12Ven – Vênus Afrodite
para o Nascimento de Afrodite Urânia, ver 10A16d
12Ven1 – Afrodite/Vênus e Eros/Cupido
12Ven2 – Amores e alegorias de Marte e Vênus
12Ven4 – Vênus e Adonis
ver também: 47 – Adonis; 432 – Sarcófagos com cenas de caça e morte de Adonis
12Ven4a – Adonis partindo para a caça
ver também: 430D – Sarcófagos com cenas de caça e morte de Adonis
12Ven4b – O Jardim de Adonis
12Ven6 – Afrodite/Vênus rapta Fetonte e o faz guardião de seu templo
[Hes., Theog 989-991]
12Ven8 – Vênus e Psiquê
ver também: 92A4 – As aventuras, as provas e o triunfo de Psique
12Ven10 – Afrodite e Hermes, o Hermafrodita
12Ven12 – Priapo, filho de Afrodite e Dioniso
12Ven14 – A Toilete de Vênus
12Ven16 – As duas Vênus Celeste e Terrestre
12Ven18 – Pothos e outras figuras do desejo amoroso

12Vul – VULCANO Hefaístos, Mulciber
12Vul1 – Nascimento de Vulcano
12Vul2 – A forja de Vulcano
12Vul4 – Vulcano procura Vênus
12Vul6 – Vulcano surpreende Marte e Vênus
12Vul8 – Vulcano e Maia
ver também: Maia;  Psyché e a Caixa de Pandora; Pandora
12Vul10 – Vulcano e Áglae
[Hes., Theog 945] para Áglaé, ver 10E4a
12Vul12 – Vulcano e Erictônio
12Vul12 – Vulcano acorrenta Prometeu
12Vul14 – Vulcano cria uma Virgem
[Hes., Theog 570-603]

14 – DIVINDADES e FESTAS ROMANAS
14ann – Anna Perena
14cer – Ceres
ver também: Deméter
14faun – Faunus
14janu – Janus
14lati – Latinus
14loba – A Loba e as Lupercalia
(Tito-Lívio, I,5); ver também: 301.1.4 – Rômulo, Remo e a Loba
14mat – Mater Matuta e as Matralia
Ov., Fast., VI, 479]
14picu – Picus
14pomo – Pomona
14pomo1 – Vertumnus e Pomona
14quir – Quirino
14roma – Dea Roma

16 – O CÉU, AS CONSTELAÇÕES, OS PLANETAS, O ZODÍACO
[Ov., Met II, 60-83] ver também: 1100A11 – Representações das Estações, dos Meses e dos seus Trabalhos; 1130 – Pitágoras; 1158F – Cosmografia e Astronomia Instrumentos de Mensuração, Globos Terrestres e Globos Celestes; 1158G – Música
16A – As Plêiades
16B – A Ursa Maior
ver também: 12P44c – Calisto transformada na constelação da Ursa Maior

22 – NASCIMENTO DO HOMEM
[Ov., Met I,78-88]

24 – Pré-história do Homem
24.1 – A invenção do fogo

28 – As Quatro idades
[Ov., Met I,89-150]
28A – A Idade de Ouro
[Ov., Met I,89-112]
28B – A Idade de Prata o mundo sob Júpiter
[Ov., Met I,113-1]
28B1 – O surgimento das quatro estações
[Ov., Met I,116-120]
28B2 – Os homens criam suas moradas
[Ov., Met I,121-122]
28B4 – O advento da agricultura e da pecuária
[Ov., Met I,123-124]
28C – A Idade de Bronze
[Ov., Met I,125-127]
28D – A Idade de Ferro
[Ov., Met I,127-151]
28D1 – A origem da navegação
[Ov., Met I,133-135]
28D2 – O advento da propriedade
[Ov., Met I,136]
28D4 – O advento da mineração
[Ov., Met I,137-140]
28D6 – Astreia
[Ov., Met I,150]

32 – Os crimes dos homens e de Licaon
[Ov., Met I,163-2]

36 – Licaon transformado em lobo
[Ov., Met I,235-240]

38 – O Dilúvio greco-latino
[Ov., Met I,253-312, 417-437]

40 – As Ninfas Coricianas
[Ov., Met I,320]

54 – O CICLO TEBANO
54A – Agenor e Telefassa
54A1 – Cadmos
54A2 – Europa
54A4 – Fênix
54A6 – Cílix
56 – Cadmos e a Serpente filha de Marte Martius anguis
[Ov., Met III, 32-94]
58 – Cadmos enterra os dentes da Serpente, que se transformam em tebanos
[Ov., Met III, 101-125]
58A – Cadmos e Êquion fundam a cidade de Tebas
[Ov., Met III, 126]
60 – As Núpcias e Descendência de Cadmos e Harmonia
[Hes., Theog 975-979]
60A – Ino
[Higino, Fab, 2]
60B – Sémele
[Hes., Theog 976, 943-945; Ov., Met III, 255] para a morte e descendência de Sémele, ver  10D19
60C – Ágave
[Hes., Theog 976]
60D – Autonoé
[Hes., Theog 976] para Acteon, seu filho, ver
60E – Polidoro
[Hes., Theog 977]

62 – Aristeu e Autonoé
[Hes., Theog 976; Ov. Met III, 140] para a ascendência de Autonoé, ver  132d – Autonoé

64 – Acteon
[Ov. Met III, 140-252]

66 – Tirésias
66A – Tirésias e as duas serpentes
[Ov. Met III, 325-331]
66B – Zeus/Júpiter e Hera/Juno consultam Tirésias
[Ov. Met III, 320-338]

68 – As Profecias de Tirésias
68A – Narciso
[Ov. Met III, 345-338]
68B – Eco
[Ov. Met III, 356-401]d
68C – Maldição e Morte de Narciso, transformado em flor
[Ov. Met III, 402-510]
68D – Penteu, filho de Êquion
[Ov. Met III, 513-] para Êquion, ver 58 e 58A – Cadmos e Êquion fundam Tebas

70 – HÉRACLES/HÉRCULES e seu ciclo
70A – Hércules e as Duas Serpentes
70B – Hércules, Teseu, a Centauromaquia e a Gigantomaquia
Ver também 71F8 – Teseu e Piritous, felix concordia
70C – Os Trabalhos de Hércules
70C1 – O Leão de Neméia e as armas de Héracles ou Hércules
70C2 – A Hidra de Lerna
70C2 – Hércules mata Quiron
[Ov. Met. II, 652]
70C3 – O Javali de Erimanto
70C4 – O cervo de Cerínia
70C5 – Os pássaros do lago Estínfalo
70C6 – As ecúrias do rei Augias
70C12 – Hércules e o Pomo das Hespérides
ver também: 10A6d – As Hespérides; 10A24ina – Ínaco, divindade fluvial da Argólida
70D – Hércules e Áquelo na forma de touro
ver também: 10A24aque – Áquelo
70E – Hércules, Djanira e o Centauro de Nessos e outras representações de Hércules matando um centauro
70F – Hércules mata Anteu e Caco
[Tito-Lívio, I,7]
70G – Hércules na Encruzilhada e símbolo do triunfo da virtude sobre a força e os poderes mundanos
70H – Hércules e Onfale
70I – Morte de Hércules
70J –  Hércules trágico, Eurípedes e Sêneca
70K – Apoteose e recepção de Hércules no Olimpo
70L –  Hércules como divindade, sacrifícios, etc.
70M – A descendência de Hércules com Dijanira
70N – A descendência de Hércules com Auge
70N1 – Télefo
[Apol., Bibl. II,7,4]

71 – O CICLO ÁTICO
71A – Acteus
71B – Cecrops
71C – Erisicton
71D – Pandion
71E – Egeu
[Apol., Bibl., III,16,1]

71F – Teseu
71F1 – Vida e Feitos de Teseu
71F2 – Teseu, Fedra e Hipólito
71F4 – Teseu e Ariadne
ver também: 43H1E - Ariadne; 60D - Dioniso ou Baco e Ariadne na ilha de Naxos
71F6 –  A Descendência de Teseu exceto Hipólito
71F8 – Teseu e Piritous, felix concordia
[Ovídio, Met., VIII, 303]
ver também: 70B – Hércules, Teseu, a Centauromaquia e a Gigantomaquia

71F8 – Hipólito
71F8a – Hipólito sai para a caça
71F8b – Hipólito rejeita Fedra
71F8c – Morte de Hipólito
71F8d – Esculápio ressuscita Hipólito

72 – O CICLO CRETENSE
72A – Sacrifício a Poseidon por Minos
72B – Minos e Pasifae
[Homero, Il, xiii, 448]para a ascendência de Minos e Pasifaes, ver 12P40a e 10A46c
72B1 – Ariadne
ver também: 60D - Dioniso ou Baco e Ariadne na ilha de Naxos; 71F4 – Teseu e Ariadne
72B2 – Deucalião
não confundir com Deucalião, filho de Prometeu e de Clímenes para o qual ver 10C15a
72B4 – Glaucos
72B6 – Fedra
72C – Pasifae e o Touro de Poseidon
72D – O Labirinto de Creta
ver também: 102 – Dédalo e Ícaro
72D1 – Minotauro
72D2 – Dédalo e Ícaro

80 – A ILÍADA

Observações:

i. Em ordem alfabética

ii. As divindades só serão incluídas quando representadas no contexto do poema.

iii. Em cenas com mais de uma personagem, privilegiar quem realiza a ação. Se duas ou mais personagens têm a iniciativa da ação, privilegiar gregos em detrimento de troianos. Por exemplo, “Aquiles arrasta o corpo de Heitor”, vai em Aquiles;

iv. Em cenas com mais de uma personagem grega, privilegiar o protagonista;

v. Personagens que comparecem também em outros ciclos, como Enéias, Alceste, etc., são incluídos nesta indexação, salvo se representados em contextos relativos a outras fontes literárias;

vi. Personagens designativas de povos Abantes, cidades Alopes, rios Alfeu, ventos, etc., são incluídos neste item.

vii. Estes critérios aplicam-se a todos os casos sucessivos do mesmo gênero

80adme – Admetos
80agam – Agamemnon
80agel – Agelau
80agen – Agenor
80ajax – Ajax
80alca – Alcandro
80andr – Andrômaca
80ante – Antenor
80aqui – Aquiles
80aqui1 – Aquiles e as Filhas de Licomedes
80aqui2 – Aquiles e Pátroclos
80aqui4 – Aquiles arrasta o cadáver de Heitor
80aqui6 – Aquiles mata Pentesiléia
80aqui8 – Aquiles mata Tersites
80clin – Clintemnestra  
80cris – Criseida
80diom – Diomedes
80enei – Enéias
80filo – Filocteto
80glau – Glauco
80hecu – Hécuba
80heit – Heitor
80hele – Helena
80ifig – Ifigênia
80ifig1 – O Sacrifício de Ifigênia
80laod – Laodâmia
80lico – Licomedes
80mene – Menelau
80neop – Neoptolemo
80nest – Nestor
80pari – Páris
80pari1 – O Julgamento de Páris
80patr – Pátroclos
80pent – Pentesiléia
80pria – Príamo
80pria1 – Príamo suplica a Aquiles o cadáver de Heitor
80ters – Tersites
ver também: 80aqui8 – Aquiles mata Tersites
80ulis – Ulisses

82 – ODISSÉIA
82prot – Proteu
[Ov., Met II, 9]
82pene - Penélope
82tele - Telêmaco
82ulis – Ulisses
82ulis1 – Ulisses e Circe

84 – Eneida
Personagens representados em contextos relativos a estes ciclos
84acat – Ácates
84did – Dido
84enei – Enéias
84enei1 – Enéias e a Fuga de Tróia
84enei2 – Enéias e a Viagem até o Lácio
84enei3 – Enéias no Lácio
84heit – Heitor
84laoc – Laocoonte II.199-231

86 – O CICLO DOS ARGONAUTAS
86A – Cenas da expedição
86B – O Velo de Ouro
86C – Jasão e Medéia
86D – Medéia
86D1 – Medéia matando seus filhos

88 – A TRAGÉDIA GRECO-ROMANA
88Aga – Agamemnon (Orestíade, 1)
[Ésquilo]
88Aja – Ajax
[Sófocles]
88Alc – Alceste
[Eurípedes]
88And – Andrômaca
[Eurípedes]
88Ant – Antígone
[Sófocles]
88Bac – As Bacantes
[Eurípedes]
88Cic – O Cíclope
[Eurípedes]
88Coe – As Coéforas (Orestíade, 1)
[Ésquilo]
88Edi – Édipo Rei
[Sófocles]
88Ele – Electra
[Sófocles]
88Eum – As Eumênidas (Orestíade, 3)
[Ésquilo]
88Fen – As Fenícias
[Eurípedes]
88Fil – Filocteto
[Sófocles]
88Hec –  Hécuba
[Eurípedes]
88Hel – Helena
[Eurípedes]
88Her – Hércules
[Eurípedes]
88Hip – Hipólito
[Eurípedes]
88Ifi – Ifigênia
[Eurípedes]
88Med – Medéia
[Eurípedes]
88Ore – Orestes
[Eurípedes]
88Per – Os Persas
[Ésquilo]
88Pro – Prometeu acorrentado
[Ésquilo]
88Set – Os Sete contra Tebas
[Ésquilo]
88Sup – As Suplicantes
[Ésquilo]
88Tra – As Traquinianas
[Sófocles]
88Tro – As Troianas
[Eurípedes]

89 – A COMÉDIA GRECO-ROMANA

90 – A Sátira Greco-Latina
90A – Horácio
90B – Juvenal
90C – Pérsio

91 – A Fábula de Esopo e Fedro a La Fontaine

92 – ROMANCES GRECO-LATINOS
92A – Apuleio, O Asno de Ouro ou Metamorfoses
92A1 – Eros e Psiquê
92A2 – Psyché e a Caixa de Pandora
92A4 – As aventuras, as provas e o triunfo de Psiquê
92A6 – Pandora

92B – Cáriton de Afrodísias, Queréias e Caliroé

92C – Heliodoro, As Etiópicas

92D – Longo, Dafnis e Cloé

92E – Arbitrer Petrônio, Satíricon

92F – Aquiles Tácio, Leucipéia e Clítofon
94 – Cenas e Personagens da Lírica Grega

96 – Cenas e Personagens da Lírica Latina
96A – Églogas e Geórgicas de Virgílio
96A4 – A Quarta égloga
96Acor – Corycus senex

100 – AS METAMORFOSES DE OVÍDIO
Observações:

i. Em ordem alfabética

ii. As divindades e demais personagens só serão incluídas quando representadas no contexto do poema.

iii. Em cenas com duplas personagens exemplo: Filemon e Baucis, privilegiar o protagonista;

iv. Quando não se pode falar em protagonista, colocar a mesma cena nas duas personagens;

v. Personagens que comparecem também em outros ciclos, como Enéias, Alceste, etc., são incluídos nesta indexação, salvo se representados em contextos relativos a outras fontes literárias;

vi. Personagens designativas de povos, cidades, rios Alfeu, ventos, etc., são incluídos neste item e também nos itens que lhes são próprios: Exemplo: o rio Alfeu, entra aqui e em 11Rio – Rios Divindades Fluviais

 

Modelo:
100file – Filemon e Baucis
[Ov., Met., VIII, 616-715]

101 – Atalanta
102A – A corrida de Atalanta e Hipomene
102B – Atalanta e Hipomene transformados em leões

102 – Meleagro, herói de Calidon
[Ov., Met., VIII, 298-715]
ver também: 430B – Sarcófagos, Temas Mitológicos
101A – Meleagro e Atalanta
[Ov., Met., VIII, 323]
101B – A caça do javali de Calidon e a Morte de Meleagro

104 – Orfeu
104A – Orfeu apascenta os Animais
104B – Orfeu e Eurídice
104C – Orfeu no Inferno
104D – Orfeu e Eurídice no Inferno
104E – Morte de Orfeu

106 – Teogonias órficas
ver também: 12H16 – Morte de Diôniso/Baco

110 – Cenas e personagens dos Diálogos de Luciano
110A – Toxaris ou da Amizade: o Testamento de Eudâmidas

122 – PROCISSÕES E FESTAS RELIGIOSAS
122A – As Panatenaicas
[Ov., Met II, 711]
122B – As Canéforas
[Ov., Met II, 711]
122C – As Vestais
ver também: 10A2a3 – O Fogo

124 – SACRIFÍCIOS, INICIAÇÕES, RITOS, OFERENTES, SACERDOTES 

126 – ORÁCULOS
ver também: 564 – Sibilas

130 – DIVINDADES ABSTRATAS
Ver também 1100 – Alegorias Intelectuais e Morais
130Abun - Abundância
130Fort – Fortuna, Tyché, Kairos, Occasio, Nêmesis
ver também: para o mito de Nêmesis, descendente da Noite, 10A6g – Nêmesis [Hes., Theog 223] e 12P48 – Amores e Descendência de Zeus-Cisne e Leda ou Nêmesis
130Gra – As Graças Eufrosine, Tália e Áglae
ver também:
- 12Apo6 – Apolo e as Três Cáritas ou Graças Eufrosine, Tália e Aglaé
- 12Cup1 – Cupido e as Três Cáritas ou Graças Eufrosine, Tália e Aglaé
- 12JupxEur1 – As Graças ou Cáritas Eufrosine, Tália e Áglae
130Hesp – As Hespérides
[Hes., Theog 215 e 744-745] ver também 70C12 – Héracles/Hércules e o pomo das Hespérides
130 Horc – Horcos ou Juramento
[Hes., Theog 231, 785]
130Mnem – Mnemôsine
[Hes., Theog 135]
130Parc – As Parcas ou Moiras
[Hes., Theog 219; 904; Ovídio, Met. VIII, 450]
130Pon – Ponto ou Mar
130Tana – Morte Tánatos
[Hes., Theog 211]
130Tart – O Tártaro
[Hes., Theog 726-729, 736-746, 809]
130Temi – Têmis
[Hes., Theog 135; Ov., Met I, 321]

132 – Kouroi, Efebos e Atletas

133 – Korai

134 – Faunos e sátiros
ver também: 1404 – Arcádia: temas pastoris, campestres e idílicos

135 – Ninfas
ver também: 11Nin – As Ninfas Melíades; 40 – As Ninfas Coricianas
135clo – Cloris / Flora

 

136 – Centauros, Tritões
ver também: 12M1g – Tritão Amores de Poseidon/Netuno; 112 – Quíron; Sagitário em 16 – O Zodíaco
136A – Batalhas entre Centauros
136B – A Batalha entre Centauros e Lapitas

138 – Sereias 

140 –  Lutas e outros esportes marciais
Exemplos: Batalhas de Nus

142 – Corridas de cavalo
ver também: 430 – Sarcófagos

144 – Esportes Olímpicos

146 – Dança e dançarinos

148 – O Otium na Antiguidade

150 –  Simpósios, Banquetes, Festins
ver também: 1163 – O Músico e a cena musical

200 – Topografia e Monumentos da Antiguidade

201 – Topografia e Monumentos da Grécia inclusive do período romano

202 – Topografia e Monumentos de Atenas inclusive do período romano
202A – Muníquios
[Ov. Met. II, 709]

203 – Topografia e Monumentos de outras cidades gregas inclusive do período romano
203A – Grécia Peninsular
203B – Grécia Insular
203C – Grécia Asiática
203C1 – Mileto

204 – Topografia e Monumentos de Roma Antiga
ver também: 840 – Topografia e Monumentos de Roma Medieval e Moderna

205 – Fóruns
205A – Fórum Romano
205A1 – Comitium
205A3 – Curia
205A4 – Templo de Vênus e Roma
205A5 – Basílica de Maxêncio
205B – Fórum de Augusto
205C – Fórum Boario
205D – Fori Imperiali
205E – Fórum Italico
205F – Fórum de Nerva
205G – Fórum Olitorio
205H – Fórum della Pace
205I – Fórum Trajano
205J – Fórum Transitorio

206 – Colinas
206Ave – Aventino
206Cap – Capitólio
[Ov. Met II, 538]
206Cel – Monte Celio
206Esq – Esquilino e Mons Oppius
206Gia – Gianicolo
206Mar – Monte Mario
206Pal – Palatino
206Qui – Quirinale Monte Cavallo
206Qui1 – Os Dióscuros de Montecavalli
ver também: 12P48a – Castor e Pólux: os Dióscuros
206Tes – Testaccio
206Vat – Mons Vaticans
206Vim – Viminale

207 – Rioni, Borghi e regiões
207A – I
207B – II
207C – III
207D – IV
207E – V
207F – VI
207G – VII
207H – VIII
207I – IX
207J – X
207K – XI
207L – XII
207M – Trastevere
207N – Borgo
207O – Campo Marzio
208 – Aquedutos
209 – Arae
210 – Arcos
211 – Coliseu
212 – Colunas
213 – Domus
214 – Estádios
214A – Circo Massimo
215 – Fontes
216 – Hortos
217 – Ilha Tiberina
218 – Mausoléus e Castel Sant’Angelo
219 – Muralhas e Portas
220 – Necrópoles, Hipogeus, Tumbas
ver também: Catacumbas
221 – Obeliscos
222 – Pontes
223 – Termas
224 – Vias antigas
224A – Via Appia
225 – Outros monumentos, cárceres, etc.

226 – Capricci, pastiches e ruínas inspiradas em Roma antiga
Ver também 846 – Arquiteturas imaginárias

230 – Topografia e Monumentos Romanos fora de Roma
com exceção da Grécia

230Afr – África
230Euc – Europa Central
230Fra – França
230Ibe – Península Ibérica
230Ing – Inglaterra
230Ita – Itália
230Ori – Oriente Médio

240 –  História da Mesopotâmia e do Planalto Iraniano
240Aca - Acadianos
240Ass – Assírios
240Med – Medas
240Per – Persas
240.530 – Ciro embebeda os Massagetas
240.530 – A rainha Tômiris recebe a cabeça de Ciro

 

241 – História da Anatólia antes de Alexandre
(vide 252 – História da Anatólia após Alexandre)
241Lid – História da Lídia
241LidCa – Candaule, Gige e Rodope
(Heródoto, I,7-8, 10-13)

242 – Atenas até 500 a.C.
242tir – Tiranicidas. Hiparcos morto por Armódios e Aristógiton (514)

243 – As Guerras Médicas

244 – Atenas de 500 a 400 a.C.
244.403 – A queda dos Trinta Tiranos

245 – Esparta antes de 400

246 – Tebas antes de 400

247 – As demais cidades da Grécia antes de 400
248 – A Magna Grécia antes de 400

249 – A Guerra do Peloponeso

250 – Atenas no século IV a.C.
250dem – Demóstenes
250foc – Focion
250iso – Isócrates

251 – Esparta e outras cidades gregas no século IV a.C.

252 – História da Anatólia após Alexandre
(vide 241 – História da Anatólia antes de Alexandre)
252Ero – Erostratos e o Templo de Diana em Éfeso
252Mau – Mausolo, Artemísia e o Mausoléu de Halicarnasso

253 – Cenas da História da Macedônia até Filipe, o Grande

254 – Alexandre, o Grande
254.1 – Batalhas de Alexandre
254.2 – Triunfo de Alexandre
254.4 – A Caça de Alexandre
254.6 – Alexandre e Taís
[Diodoro Sículo, XVII, 72; Quinto Cúrcio 5,7; Plutarco, 38]
254.8 – Alexandre e a família de Dario
254.10 – A Corte de Alexandre
254.12 – Alexandre na Tumba de Homero
254.14 – Apeles pintando Campaspe na presença de Alexandre
254.16 – Alexandre oferece Campaspe a Apeles
254.18 – Esponsais e Amores de Alexandre
254.20 – Morte e Funerais de Alexandre

255 – A Herança de Alexandre e os Diádocos
255.1 – Os Reis Ptolomaicos
255.2 – Os Atálidas de Pérgamo
255.4 – Os Demais Reinos

256 – Os reis Antíocos da Síria
256.1 – Seleuco I Nicator
256.2 – Antíocos I Soter e Estratonice 325-261 a.C.

257 – Cenas da História da Grécia e da Macedônia, da morte de Alexandre aos Romanos 320-168 a.C.
257Ant – A Dinastia Antigônida
Antígonos Monoftalmos 382-301
Antígonos II Gônatas 319-239
Antígonos III Dôson 263-221
ver também: Roma

HISTÓRIA DE ROMA NA ANTIGUIDADE (300-422)
A codificação da história de Roma até o ano 168 a.C., segue a numeração dos 35 livros e capítulos conservados (de um total de 142) do Ab urbe condita libri de Tito-Lívio. Os livros conservados vão de I a X (das origens às Guerras Samnitas) e de XXI a XLV (da Segunda Guerra Púnica à Terceira Guerra Macedônica, com o triunfo sobre Perseu na Batalha de Pidna, em 168 a.C).

Para os livros faltantes, XI a XXI, que se intercalam entre os conservados, seguimos a numeração dos índices dos resumos (Periochae), tal como expostos no volume XIV da edição e tradução inglesa da obra (Summaries, Fragments and Obsequens) publicada aos cuidados de A. C. Schlesinger (Loeb, 1987), e na Introdução de Jean Bayet para a edição francesa, Paris, Les Belles Lettres, 1940, 12ª reimpressão, 1982.

Exemplo: 306.1.25 – Os Horácios e Curiácios
306 é o número sequencial deste Index Iconográfico (300 a 316)
1 é o número do livro e
25 o número do capítulo.

300 – MITOS E LENDAS ITÁLICAS ANTES DA FUNDAÇÃO DE ROMA
300.1.1 – Enéias e Latino
[Tito-Lívio, I,1]
300.1.1 – Fundação de Lavínia
[Tito-Lívio, I,1]
300.1.1 – Enéias, Lavínia e seus filhos
[Tito-Lívio, I,1]
300.1.2 – Rútulos, Etruscos, Latinos e morte de Enéias
[Tito-Lívio, I,2]
300.1.3 – Fundação de Alba-longa
[Tito-Lívio, I,3]
300.1.3 – A descendência de Ascânio: Sílvio, Sílvio Enéias... Réia Sílvia.
[Tito-Lívio, I,3]

301 – Rômulo e Remo
301.1.4 – Marte e Réia Sílvia (Ília)
[Tito-Lívio, I,4; Ovídio, Fasti, III,9-40]
301.1.4 – Nascimento de Rômulo e Remo e o Ficus Ruminalis
[Tito-Lívio, I,4; Ovídio, Fasti, III,41-70]
301.1.4 – Rômulo, Remo e a Loba
[Tito-Lívio, I,4]; ver também: 14loba – A Loba
301.1.4 – Fáustulo e (Acca) Larenzia
[Tito-Lívio, I,4]
301.1.5 – Revelação de Fáustulo e o regicídio
[Tito-Lívio, I,5]
301.1.6 – Fundação de Roma por Rômulo no Palatino (753 a.C.)
[Tito-Lívio, I,6-8]
301.1.7 – Assassinato de Remo por Rômulo (753 a.C.)
[Tito-Lívio, I,7]
301.1.8 – Constituição de Rômulo
[Tito-Lívio, I,8]
301.1.9 – O Rapto das Sabinas
[Tito-Lívio, I,9]
301.1.10 – O templo de Júpiter Ferétrio
[Tito-Lívio, I,10]
301.1.11 – A rocha Tarpéia e a filha de Espúrio Tarpeio
[Tito-Lívio, I,11]
301.1.11 – Ercília obtém a clemência de Rômulo
[Tito-Lívio, I,11]
301.1.13 – As Sabinas reconciliam Romanos e Sabinos
[Tito-Lívio, I,13]
301.1.14 – A Morte de Tito Tácio
[Tito-Lívio, I,14]
301.1.16 – Morte e apoteose de Rômulo (717 a.C.)
[Tito-Lívio, I,16]
301.1.17 – Interregno
[Tito-Lívio, I,17]

302 – Os quatro primeiros monarcas
302.1.18 – Numa Pompílio (715-673 a.C.)
[Tito-Lívio, I,18; Ovídio, XVu]
302.1.19 – Instituição do Templo de Janus, dos Calendário e dos Fasti
[Tito-Lívio, I,19]
302.1.21 – Reinado e morte de Numa Pompílio
[Tito-Lívio, I,21]
302.1.22 – Túlio Hostílio (673-641 a.C.)
[Tito-Lívio, I,22]
302.1.23 – Guerra e destruição de Alba
[Tito-Lívio, I,22]
302.1.25 – Os Horácios e Curiácios
[Tito-Lívio, I,25]
302.1.26 – Públio Horácio e sua irmã
[Tito-Lívio, I,26]
302.1.28 – Suplício de Mécio Fufécio
[Tito-Lívio, I,28]
302.1.32 – Anco Márcio (641 - 616 a.C.)
[Tito-Lívio, I,32]

303 – Roma etrusca
303.1.35 – Lúcio Tarquínio Prisco, 5º rei de Roma (616 a.C.)
[Tito-Lívio, I,35]
303.1.41 – Sérvio Túlio (578 a.C.)
[Tito-Lívio, I,41]
303.1.44 – A constituição do Pomerius
[Tito-Lívio, I,44]
303.1.48 – Morte de Sérvio Túlio
[Tito-Lívio, I,48]
303.1.49 – Tarquínio, o soberbo
[Tito-Lívio, I,48-50]
303.1.51 – Morte de Turno Edônio
[Tito-Lívio, I,51]
303.1.58 – Suicídio de Lucrécia
[Tito-Lívio, I,58]
303.1.59 – A queda da Monarquia e exílio dos Tarquínios
[Tito-Lívio, I,59-60]

304 – Os primeiros quarenta anos de Roma República
Livro 2: 509[244] – 468[285] a.C.

304.2. – Brutus julga e executa os dois filhos
304.2. – Os litores retornam com os cadáveres dos filhos de Brutus
304.2. – A morte de Brutus na batalha contra Arunte

304.2.7 – Públio Valério Publícola e as Leis Valérias
304.2 – Horácio Cocles na ponte Sublício
304.4 – Múcio Cévola diante de Porsena
304.6 – A fuga de Clélia
304.10 – Batalha do Lago Regillus (493 a.C.)
304.12 – Caio Márcio Coriolano (491 a.C.)
304.14 – Espúrio Cássio
304.16 – Cicinato

305 – Das leis agrárias ao fim do Decemviratum
Livro 3: 467[286] – 446[307] a.C.
305.3.48 – Ápio Claudio e a morte de Virgínia

306 – Guerras externas e lutas internas. Veio
Livro 4: 445[308] – 404[349] a.C.
306.4.13 – Espúrio Mélio

307 – A ameaça estrusca e Marcos Fúrio Camilo
Livro 5: 404[350] – 390[364] a.C.
307.5.23 – Triunfo de Marcos Fúrio Camilo (396)

308 – A nova Roma
Livro 6: 390[364] – 365[389] a.C.

308.2 – O Mestre de Escola de Falerii
312.4 – Breno joga a espada sobre o prata da balança
312.6 – O sacrifício de Marco Cúrcio em 362 a.C. Tito Lívio, VII.6
312.8 – Manlio Torquato, Cônsul de 340
[Tito-Lívio, Hist. VIII]
312.10 – Públio Décio Mus, Cônsul de 340
[Tito-Lívio, Hist. VIII]
312.12 – Cúrio Dentato recusa o ouro
312.14 – Fabrício Luscino e o Elefante de Pirro

314 – As Guerras Púnicas e os Cartaginenses
cenas diversas com exceção das abaixo discriminadas
314.1 – O Retorno de Atílio Régolo a Cartago
314.2 – A embaixada de Fábio Máximo
314.4 – Fábio manda o pai descer do cavalo
314.6 – Aníbal
314.8 – A Infância de Anibal
314.10 – O juramento do menino Aníbal
314.12  – A Primeira Conquista de Aníbal
314.14  – Anibal General
314.16 – Aníbal passa os Alpes
314.18 – Batalha de Canes (216 a.C.)
314.20 – Asdrúbal Barca (242 - 207 a. C.)

316 – Roma e a Conquista da Macedônia
316.1 – A Primeira Guerra Macedônica
316.2 – A Segunda Guerra Macedônica
316.4 – Filipe V e a Terceira Guerra Macedônica 200-197 a.C.
316.6 – Tito Quinto Flaminino 227 – 174 a.C.
316.8 – O rei Perseu e a Batalha de Pidna 168 a.C.

320 – Os Cipiões
320.1 – A continência de Cipião Africano
320.2 – A morte de Sofonisba em 203 a.C.
320.4 – A batalha de Zama
320.6 – O sonho de Cipião, entre Virtus et Voluptas
320.8 – Cipião e os piratas

330 – Marcos Pórcio Catão, o Censor 234 – 149 a.C.
 
334 – Os Gracchi
334A – Cornélia, mãe dos Gracchi
334B – Tibério Gracco e as duas serpentes

336 – Os Metelli
336A  – Metello salvo pelo filho

338 – De Mário à Silla 107 a 79 a.C.
cenas diversas com exceção das abaixo discriminadas
338A – Mário
338B – Triunfo de Mário vencedor de Jugurta
338C – A derrota dos Cimbros
338D – Mário na Prisão de Minturno
338E – O retorno à pátria de Marco Sexto
338F – Silla

340 – Crises da República até o Primeiro Triumvirato 80 a 50 a.C.

342 – Os Pompeu
342A – Gneo Pompeu Magno 106-48
342A1 – Vitórias e Triunfos de Pompeu
342A2 – Morte de Pompeu
342B – Gneo Pompeu Magno filho, 80-45
342C – Sexto Pompeu, 75-35

344 – Crasso
344A – Spartacus e as Revoltas Escravas do século I a.C.

346 – O Primeiro Triumvirato (60 a.C.)
(Crasso, Pompeu e César)

350 – JÚLIO CÉSAR 100-44 a.C.         
350A– Infância e Juventude de César
350B – César e os Piratas
350C – César na Ispania contempla a imagem de Alexandre
350D – Cenas das Guerras da Gália
exceto as abaixo discriminadas
350D1 – A Batalha de Alésia e a Rendição de Vercingetorix
350E – Cenas das Guerras Civis de César 49-46
350E1 – César atravessa o Rubicão
350E2 – A Batalha de Farsália
350E3 – César e a cabeça de Pompeu
350E4 – César e Cleópatra
350F – Os Triunfos de César
352 – Assassinato e Divinização de César
352A  – Os Sonhos, Prenúncios, Advertências do Assassinato e os Idos de Março
352B – O assassinato de César
352C – A apoteose de César

354 – Catão de Útica
354A – O Adeus de Catão a seu Filho
354B – O suicídio de Catão de Útica
354C – O suicídio de Pórcia

356 – Brutus
356C – Morte de Brutus

358 – Cícero
358A - Infância e Formação de Cícero
358B – Cícero como Retor e Advogado
358C – Cícero Consul
358D – Exílio e Retorno Triunfal de Cícero
358E – Cícero escritor
358F – Assassinato de Cícero

360 – O Segundo Triumvirato
360A – O Banho de Sangue dos Triúnviros e a vingança de Fúlvia
362 – Marco Antônio

364 – Cleópatra
366 – A saudação de Cleópatra a Marco Antônio em Tarso
368 – O banquete de Cleópatra
370 – A salvação de Arsinoé
372 – A visita de Otaviano a Cleópatra
374 – Suicídio de Cleópatra

380 - Cenas e Personagens de Roma sob Augusto (31 a.C. – 14 d.C.)
Exceto as abaixo discriminadas           
380A – A Batalha de Actium e outras Batalhas de Augusto
380B – Augusto
380C – Augusto Pontifex Maximus
380D – Batalhas de Augusto
380E –Triunfo de Augusto
380F – Morte e Divinização de Augusto
380G – Ara pacis
380H – Lívia
380I – Filhos e Netos de Augusto
380J – Mecenas
380K – O exílio de Ovídio
380L – Germânico
380M – Agrippa

382 – Cenas e Personagens da História de Roma sob Tibério (14 – 37)
Salvo as abaixo discriminadas
382A – Tibério
382B – Batalhas de Tibério
382C –Triunfo de Tibério
382D – Morte e Divinização de Tibério

384 – Cenas e Personagens da História de Roma sob Calígula (37-41)
Salvo as abaixo discriminadas
384A – Calígula
384B – Batalhas de Calígula
384C –  Extravagâncias, Atrocidades e Assassinatos de Calígula
384D –Triunfo de Calígula
384E – Morte e Divinização de Calígula
384F – Messalina

386 – Cenas e Personagens da História de Roma sob Cláudio (41-54)
Salvo as abaixo discriminadas
386A – Cláudio
386B – Batalhas de Cláudio
386C –Triunfo de Cláudio
386D – Morte e Divinização de Cláudio

388 – Cenas e Personagens da História de Roma sob Nero (54-68)
Salvo as abaixo discriminadas
388A – Nero
388B – Batalhas de Nero
388C –Triunfo de Nero
388D – Nero Poeta
388E – Nero Auriga
388F – Extravagâncias, Atrocidades e Assassinatos de Nero
388G – Morte e Divinização de Nero
388H – Sêneca, o filósofo e sua morte
ver também: 654K – Paulo e Sêneca

390 – Cenas e Personagens de Roma sob os Quatro Imperadores  (68-69)

392 – Cenas e Personagens de Roma sob os Imperadores Flávios (69-96)
392A – Cenas e Personagens da História de Roma sob Vespasiano (69-79)
392B – Cenas e Personagens da História e Roma sob Tito (79-81)
392B1 – Flávio Josefo na Corte de Vespasiano e Tito
392C – Cenas e Personagens da História da Conquista de Jerusalém
392D – Cenas e Personagens da História de Roma sob Domiciano (81-96)

394 – Cenas e Personagens de Roma sob Trajano 98-117
394B – Batalhas de Trajano

396 – Cenas e Personagens de Roma sob Adriano 118-138

398 – Cenas e Personagens de Roma sob os Antoninos

400 – Cenas e Personagens de Roma sob os Severos

401 – Cenas e Personagens de Roma entre Maximino Thrax e Galieno 235-268

402 – Cenas e Personagens de Roma entre Cláudio Gótico e Carino 268-284
402A – Aureliano constrói as muralhas de Roma
402B – Aureliano derrota o rei Vabalato e conquista Palmira
402C – A Rainha Zenóbia

403 – História do Império durante a Tetrarquia 284-305

404 – Constantino
Para a lenda cristã de Consantino, vide 812-814

405 – História do Império de Constantino II a Teodosio 337-395

406 – História do Império no século V

407 – História do Império no século VI

410 – Províncias e Ciclos de Figurações das Províncias

412 – O Exército Romano

414 – Estadistas e Generais

416 – Triunfos
para os Triunfos de Alexandre, Paulo Emílio, Mário, Pompeu, César, Augusto e demais governantes específicos, ver  254B – Triunfo de Alexandre; 338B – Triunfo de Mário vencedor de Jugurta; 342A2 – Triunfos de Pompeu; 350F – Os Triunfos de César; 380E – Triunfo de Augusto, etc.
Ver também: 432F – Cenas de Parada Militar, Triunfo e Aclamação; 458 - Apoteoses de Heróis nos Campos Elíseos; 508 – Mausoléus, tumbas, sepulcros, lápides e 508A – Monumentos cívicos à glória de uma personagem

416A – Escravos em contextos de Triunfos

418 – Gênios alados

420 – A Decadência de Roma

422 – Alegorias políticas romanas

430 – Iconografia funerária antiga
ver também: 458 – Apoteoses de Heróis nos Campos Elíseos; 900 – Monumentos à glória de uma personagem
430A – Cortejos e Cenas de inumação ou cremação
430B – Cenas mitológicas e alegóricas, sem representação do defunto

 

432 – SARCÓFAGOS, LASTRAS, PUTEALI, DECORAÇÃO FUNERÁRIA
Observações:

i. As reproduções de conjunto com temas mitológicos serão incluídas no item abaixo:
“Sarcófagos com temas mitológicos”

ii. As reproduções de temas mitológicos inseridas em sarcófagos serão incluídas em seus      respectivos itens do inventário de temas mitológicos acima discriminados

432A – Lastras e Sarcófagos não-historiados
432B – Lastras e Sarcófagos com a figura do falecido
432C – Lastras e Sarcófagos com temas mitológicos em geral
432D – Cenas de Caça Meleagro, Adonis, Imperadores, genéricos, etc.
432E – Jogos e Corridas
432F – Cenas de Lutas e Batalhas Mitológicas e Históricas
432G – Cenas de Parada Militar, Triunfo e Aclamação
432H – Cenas da Vida Senatorial
432I – Filósofos e Musas
432J  – A Anima e a Vida post-mortem nos Sarcófagos
ver também: 446B – Gênios e outras figuras infantis aladas em contextos funerários;
 e 450 – Representações da Anima e da Vida post-mortem
432K – Programas Complexos com predomínio “pagão”

434 – Cippi, Estelas e Urnas greco-romanas
434A – Representações dos Manes, Daimones, etc.

436 – Ex-votos

438 – Oráculos
ver também: 564 – Sibilas

440 – Oferentes, sacerdotes, figuras em geral

444 – Gênios e figuras infantis não especificadas
444A – Gênios e outras figuras infantis aladas
444B – Gênios e outras figuras infantis aladas em contextos funerários
ver também: 430H – A Anima e a Vida post-mortem nos Sarcófagos; 450 – A Anima e a Vida post-mortem

446 – O Hades, as Regiões Infernais e as representações mitológicas
do Além-Túmulo

446A – A Porta do Hades e Cérbero
[Hes., Theog 766-774]

446B – Caronte

 

450 – Representações da Anima e da Vida post-mortem
ver também: 432 – Sarcófagos e 444B – Gênios e outras figuras infantis aladas em contextos funerários

452 – Representações dos Manes, Daimones, etc.
ver também: 432 – Cippi, Stelae e Urnas gregas e romanas

454 – Entidades e Simbologias Funerárias
ver também: 66 – Hades ou Plutão raptor de Perséfones/Proserpina
454A – Hermes ou Mercúrio Psychopompos
ver também: 12Mer – Mercúrio Hermes
454B – Pégaso Psychopompos
ver também: 12 JupxDân4 – Perseu e Pégaso e 73A – Belerofonte e Pégaso

456 – Epitáfios

458 – Apoteoses de Heróis nos Campos Elíseos
Ordem alfabética

460 – Divindades Iranianas no Mundo Greco-Romano
460A – Mitra

462 – Divindades Egípcias no Mundo Greco-Romano
462A – Isis
462B – Osíris

464 – Representações genéricas ou não-identificadas de cunho mitológico

466 – Representações genéricas ou não-identificadas de cunho histórico

468 – Representações Coletivas dos Povos da Antiguidade
468A – Extremo-Oriente
468B – Povos do Planalto Iraniano
468C – Celtas, Gauleses, Galeses, Gálatas, etc.
468D – Judeus, Israelitas e Samaritanos
468E – Fenícios e Cartaginenses
468F – Sírios
468G – Povos da Anatólia
468H – Povos da Trácia, da Dácia e dos Balcãs
468I – Citas e Povos das Estepes Asiáticas
ver também: 850A – Cenas e personagens históricas das Invasões Bárbaras
468J – Árabes
ver também: 1314 – O orientalismo árabe
468K – Africanos negros
ver também: 1315F – Exotismos diversos - Africanismo
468L – Egípcios
ver também: 1315E – Exotismos diversos - Egípcios
 468M – Outros

470 – Representações de Cidades Antigas
Ordem Alfabética
Antióquia
Atenas
Alexandria
Constantinopla
Palmira
Pérgamo
Roma
Tebas

Tiro

 

 

 

                                                                                                                                                               Topo

II – Bíblia e Cristianismo

 

 

 

 

ÍNDICE DESTA SEÇÃO

1 - Antigo Testamento

2 - Novo Testamento

3 - Evangelhos Apócrifos e Populares

4 - Simbologia do Cristo, da Santíssima Trindade e de Maria

5 - Os Evangelistas

6 – O Céu, o Paraíso, os Anjos e o Celestial

7 - A Alma cristã

8 – Vícios, Virtudes e Alegorias religiosas

9 – O Diabo, o Inferno e as Tentações             

10 - Mártires e Hagiografia

11 - História e Símbolos da Igreja e do Cristianismo

12 – Liturgia, Sacramentos e Práticas religiosas

13 – Topografia e Monumentos na Era Cristã

 

 

 

500 – Decorações de tetos, abóbodas, paredes e pavimentos: emblemas, motivos geométricos, cosmatescos, etc.

502 – Capelas

503 – Altares, tabernáculos e retábulos

504 – Pias batismais, armários, coros, púlpitos, amboni
504A – Pias Batismais
504B – Armários
504C – Coros
504D – Púlpitos e amboni

506 – Atlantes, cariátides, telamoni
(e outras decorações figurativas antropomórficas ou zoomórficas de superfícies e estruturas arquitetônicas, reais ou pintadas)

508 – Mausoléus, tumbas, sepulcros, lápides
508A – Monumentos cívicos à glória de uma personagem
508B – Monumentos funerários

 

 

 

1 – ANTIGO TESTAMENTO

510 – Antigo e Novo Testamento: igrejas, capelas, portais, tímpanos, altares

512 – Antigo e Novo Testamento: mobiliário eclesiástico e funerário

514 – Gênese
514.1 – Criação do Mundo e separação da Luz das Trevas
514.2 – Separação das terras e das águas
514.4 – Criação das Plantas e dos Animais
514.6 – Adão e Criação de Adão
514.8 – Eva e Criação de Eva
514.10 – Adão e Eva no Paraíso
514.12 – Imposição dos nomes dos animais
514.14 – Tentação e Pecado Original
514.16–  Adão e Eva após o Pecado e Expulsão do Paraíso
514.18 – A Família e os Trabalhos de Adão e Eva
514.20 –  Os Sacrifícios de Caim e Abel
514.22 – Caim mata Abel
514.24 – Morte de Caim
514.26 – A Descendência de Caim
514.28 – Lamek
514.30 – Yubal e a origem da música Gênese, 4, 20-21
514.32 – Tubal-caim Gênese, 4,22 
514.34 – Construção e Entrada dos Animais na Arca
514.36 – Dilúvio Universal e recesso das águas
514.38 – Sacrifício de Noé
514.40 – Ebriedade de Noé
514.42 –  Torre de Babel
514.44 – Outros

516 - Abraão
516.1 – Deus ordena Abrahão de partir para Canaã
516.2 – Viagem de Ur a Canaã
516.4 – Abrahão e Sara no Egito
516.6 – A separação de Abrahão e de Lot
516.8 – Abrahão e Melquisedec, rei de Jerusalém
516.10 – Abrahão, as estrelas do céu e a promessa da descendência
516.12 – Sara leva Agar a Abrahão
516.14 – Os três anjos visitam Abrahão
516.16  – Lot
516.18 – Sodoma e Gomorra
516.20 – A destruição de Sodoma e a estátua de sal
516.22– Lot e as Filhas
516.24 – A expulsão de Agar e de Ismael
516.26 – O Sacrifício de Isaac
516.28 – Os funerais de Sara

518 - Isaac
518.1 – Rebeca e Elieser no poço
518.2 – Isaac, Rebeca e Abimelec, rei de Gerar

520 – Jacó, patriarca de Israel
520.1 – Nascimento dos filhos de Isaac e de Rebeca: Esaú e Jacó
520.2 – A venda da primogenitura por parte de Esaú
520.4 – O engano da benção de Isaac
520.6 – O sonho de Jacó
520.8 – O Encontro de Jacó com Raquel no poço
520.10 – Raquel anuncia a chegada de Jacó
520.12 – Jacó e Labão
520.14 – A fuga de Jacó e o engano de Raquel
520.16 – Jacó conduz sua família
520.18 – A luta de Jacó e o Anjo
520.20 – Reconciliação de Jacó e de Esaú
520.22 – O estupro de Dina, filha de Jacó
520.24 – Morte de Raquel

522 – José, o Egípcio
522.1 – José vendido pelos irmãos
522.2 – Juda e Tamar
522.4 – José e Mulher de Putifar
522.6 – José na prisão interpreta os sonhos do faraó
522.8 – José Faraó do Egito
522.10 – Judas quer levar Benjamin ao Egito
522.12 – A reconciliação de José com os irmãos
522.14 – Os Filhos de Jacó chegam do Egito
522.16 – A chegada de Jacó no Egito e a audiência do faraó
522.18 – Jacó abençoa Efraim e Manasse
522.20 – Morte de Jacó

523 – Amram e sua descendência
523.1 – Aaron Ex. 4, 14-16; 7,7; 28 e 29
ver também: 524C1 – Moisés transforma em serpente o bastão de Aaron; 524D6 – O bastão de Aaron
523.2 – Míriam

524 – MOISÉS
524A – Nascimento, Infância e Juventude de Moisés
524A1 – Abandono e encontro de Moisés nas águas do Nilo
524A2 – Moisés é entregue à Filha do Faraó
524A3 – A coroa do faraó e a prova de fogo
524A4 – Assassinato de um Egípcio e Fuga de Moisés
524A5 – Outras cenas da vida juvenil de Moisés no Egito

524B  – O Exílio e o Chamado de Moisés
524B1 – Moisés e as filhas de Jethro
524B2 – As núpcias de Moisés com Séfora
524B3 – A sarça ardente
524B4 – Circuncisão do filho de Moisés

524C  – A Saída do Egito e a Travessia do Deserto
524C1 – Moisés transforma em serpente o bastão de Aaron
ver também: 523A – Aaron
524C2 – As pragas do Egito
524C3 – A Noite de Passah
524C4 – A partida dos Israelitas e a passagem do Mar Vermelho
524C5 – Moisés adoça a água de Mara
524C6 – A chuva de codornas e de maná
524C7 – A água que jorra da rocha
524C8 – A luta com Amalec

524D – Da recepção do Decálogo à Morte
524D1 – As tábuas da Lei e o vitelo de ouro
524D2 – Moisés recebe as tábuas da Lei
524D3 – A punição de Nadab e Abiu
524D4 – O retorno dos exploradores de Canaã
524D5 – A destruição do bando de Coré
524D6 – O bastão de Aaron
524D7 – A desobediência de Moisés
524D8 – A adoração da serpente de bronze
524D9 – O asno de Balaam
524D10 – O adeus de Moisés e a sua morte
524E – Outros

526 – Josué
526.1 – A travessia do Jordão pelos Israelitas
526.2 – A queda de Jericó
526.4 – A prece de Josué pára o sol
526.6 – Josué e o Anjo
526.8 – A inauguração do Monumento em Guilgal ou Galgala

528 – Juízes
528.1 – Débora e Jael
528.2 – O juíz Jedeon
528.4 – Jefte e a Filha
528.6 – O Levita e sua Mulher em Gabaa

530 – Sansão
530.1 – O sacrifício de Manoach
530.2 – Sansão vence o leão
530.4 – O enigma de Sansão na festa de núpcias
530.6 – Sansão ameaça o sogro
530.8 – As raposas com a cauda em fogo
530.10 – A luta de Sansão com a mandíbula do asno
530.12 – A porta da cidade de Gaza
530.14 – A traição de Dalila
530.16 – A vendeta de Sansão

532 – História de Rute
532.1 – Rute e Noemi
532.2 – As núpcias de Rute com Booz

534 – Samuel
534.1 – A consagração de Samuel no Templo
534.2 – A peste de Asdod
534.4 – Samuel censura Saul e mata Agag, rei dos Amalecitas

536 – Saul e Davi
536.1 – A unção de Davi
536.2 – Davi toca a lira diante de Saul
536.4 – Davi vence o leão
536.6 – O combate de Davi e Golias
536.8 – Davi com a cabeça de Golias
536.10 – Triunfo de Davi
536.12 – Saul arremessa a lança contra Davi
536.14 – Micol salva Davi
536.16 –  Davi despede-se de Jonas, filho de Saul
536.18 – Abigail diante de Davi
536.20 – Saul e a feiticeira de En-Dor
536.22 – Saul retido por sua família
536.24 – A morte de Saul em batalha

538 – O rei Davi
538.1 – O assassinato de Abner
538.2 – Davi oferece a Deus a água de Belém
538.4 – Davi e o anjo da peste
538.6 – Davi dança diante da arca e a promessa de Deus
538.8 – Betsabé no banho
538.10 – O adultério de Davi com Betsabé
538.12 – Amnon violenta Tamar
538.14 – A morte de Absalon

540 – Salomão (968-928 a.C.)
540.1 – A unção de Salomão
540.2 – O sonho de Salomão e o seu pedido de sabedoria
540.4 – O juízo de Salomão (960 a.C.)
540.6 – O Templo de Jerusalém
540.8 – A visita da Rainha de Sabá
540.10 – As mulheres e a idolatria de Salomão
540.12 – Os livros e cânticos de Salomão
540.14 – Israel e Judá: Jeroboão contra Roboão
(1 Reis, 12)

542 – Elias
542.1 –  Acab e Jezabel
542.2 – Elias e o culto de Baal
542.4 – Elias eremita é alimentado pelo corvo
542.6 – Elias e a viúva de Zarepta
542.8 – O desafio de Elias e o sacrifício no Monte Carmel
542.10 – A captura e a matança dos sacerdotes de Baal
542.12 –  Elias despertado e alimentado pelo anjo
542.14 – Elias abre as águas do Jordão com seu manto
542.16 – A ascensão de Elias sobre um carro de fogo

544 –  Eliseu
544.1 – A vocação de Eliseu
544.2 – Eliseu e os dois jovens mortos pelo urso
544.4 – A ressurreição do filho da Sunamita
544.6 – A multiplicação dos pães
544.8 – A cura do leproso Naaman
544.10 – A lepra de Jesi
544.12 – O rei Ieu e o fim de Jezabel
544.14 – Atália
544.16 – Os ossos de Eliseu ressuscitam um morto

546 –  Isaías
546.1 – A árvore de Jessé
546.2 – Isaías e a visão do templo
546.4 – A cura do rei Ezequias e a sombra do relógio solar
546.6 – O anjo exterminador dos assírios
546.8 – O martírio de Isaías por Manassé

548 – A queda de Jerusalém e a destruição do Templo 
548.1 – Jeremias
548.2 – Jeremias na cisterna
548.4 – A dor de Jeremias pela queda de Jerusalém

550 – O Exílio
550.1 – Ezequiel
550.2 – Os quatro seres alados na visão de Ezequiel
550.4 – A visão de Ezequiel
550.6 – A porta do Templo na visão de Ezequiel
550.8 – O canto de dor dos hebreus no exílio de Babilônia

552 –  Daniel
552.1 – O sonho de Nabucodonosor e os quatro reinos de Daniel
552.2 – Os jovens incólumes na fornalha
552.4 –  O sonho de Nabucodonosor e a árvore abatida
552.6 – A visão de Daniel da luta do carneiro com a cabra
552.8 – Daniel na fossa dos leões
552.10 – A casta Suzana e os Velhos
552.12 – O julgamento e inocentação de Suzana
552.14 – Daniel e o rei Ciro no templo de Bel

554 –  Jonas

556 – Zacarias

558 – Malaquias

560 –  Outros Profetas
560.1 – Baruc
560.2 – Oséias
560.4 – Amós
560.6 – Abdias
560.8 – Miquéias
560.10 – Naum
560.12 – Habacuc
560.14 – Sofonias
560.16 – Ageu

562 – Profetas e Sibilas

564 – Sibilas
564.1 – A Sibila de Cuma
564.2 – A Sibilia Délfica
564.4 – A Sibila Eritréia
564.6 – A Sibila Líbica
564.8– A Sibila Persa
564.10– A Sibila Tiburtina
564.12 – Augusto e a Profecia da Sibila Tiburtina

566 – Ester
566.1 – O banquete do rei Assuerus
566.2 – Ester e Assuerus
566.4 – Aman manda construir a forca de Mardoqueu
566.6 – Assuerus lê os anais do reino
566.8 – Ester denuncia os projetos de Aman
566.10 – O enforcamento de Aman

568 – Jó
568.1 – O Banquete simbólico dos filhos e das filhas de Jó

570 – Tobias

572 – Judite

574 – Os Macabeus
574.1  – A expulsão de Eliodoro do Templo

576 – Representações dos Salmos, Provérbios, Eclesiástico

578 – Representações do Povo de Israel

580 – Outras Cenas

582 – Outras personagens

2 – NOVO TESTAMENTO
Os 28 Textos Inspirados: 4 Evangelhos, Atos dos Apóstolos, as Epístolas e o Apocalipse

600 –  São Joaquim, Sant’Ana e a Infância de Maria
600.1 – São Joaquim expulso do Templo de Jerusalém
600.2 – Sonho ou Visão de São Joaquim no deserto
600.4 – Aparição do Anjo a Sant’Ana
600.6 – Encontro de São Joaquim e Sant’Ana na “Porta de Ouro”
600.8 – Natividade de Maria
600.10 – Apresentação de Maria ao Templo
600.12 – Educação de Maria Sant’Ana Mestra
600.14 – Sant’Ana, a Virgem e o Menino Jesus

602 – São João Batista, o sacerdote Zacarias e Santa Elisabete 
602.1 – Anunciação e Concepção de João Batista
602.2 – Zacarias mudo escreve o nome de João
602.4 – Natividade de São João Batista
602.6 – Partida de São João Batista
602.8 – São João Batista no deserto
602.10 – Predicação de São João Batista
602.12 – S. João Batista batiza o gentio
602.14 – São João Batista na Prisão
602.16 – Festim de Herodes, Dança de Salomé, Apresentação da Cabeça de SJB
602.18 – Decapitação de São João Batista
602.20 – O Beijo de Salomé
602.22 – A cabeça de São João Batista
602.24 – Milagres de São João Batista post-mortem
602.26 – S. João Batista Menino

604 – Genealogia de Jesus Cristo

606 – Vida, Paixão, Morte, Ressurreição e Ascensão de Jesus Cristo
ver também: 700 – Bestiário e Tipologias do Cristo
606A  – Anunciação, Nascimento e Infância de Jesus Cristo
606A1 – Anunciação
606A2 – Visitação
606A3 – Sonho de José e Inocentação de Maria
606A4 – Natividade e Presépio
606A5 – Anúncio e Viagem dos Reis Magos
606A6 – Epifania Adoração dos Reis Magos
606A7 – Anúncio aos Pastores
606A8 – Adoração dos Pastores
606A9 – Apresentação ao Templo e Circuncisão de Cristo
606A10 – Advertência do Massacre a José e Partida para o Egito
606A11 –  A Fuga para o Egito Repouso na Fuga ao Egito, milagres e demais episódios ocorridos nas viagem
606A12 – Massacre dos Inocentes
606A13 – Estada no Egito, Advertência do Anjo e Retorno do Egito a Nazaré
606A14 – O Menino Jesus na marcenaria de São José
606A15 – Milagres de Cristo criança
606A16 – Cristo aos Doze anos no Templo com os Doutores
606A17 – Cristo despede-se de sua mãe
606A18 – A Sagrada Família
ver também: 606A14 – O Menino Jesus na Marcenaria de São José; 712G – A Virgem em Adoração do Menino Jesus
606A19 – Santa’Ana, a Virgem e o Menino Jesus

606B – A Vida Pública de Jesus
606B1 – Batismo de Jesus no Jordão
606B2 – Tentação de Jesus no Deserto
606B4 – A Pesca Miraculosa: vocação dos discípulos Pedro e André, Tiago e João
606B6 – Vocação de Mateus
606B8 – Banquete na Casa de Levi
606B10 – As Núpcias de Cana e o Milagre da Transformação da Água em Vinho
606B12 – Visita de Nicodemo a Jesus
606B14 – Jesus com a Samaritana no Poço de Jacó
606B16 –  O Sermão da Montanha
606B18 –  Jesus aplaca a Tempestade
606B20 – Jesus caminha sobre as águas e a pouca fé de Pedro
606B22 –  A Multiplicação dos Pães
606B24 – Aparição de Maria Madalena ? durante o banquete na casa do Fariseu
606B26 – Jesus na Casa de Marta e Maria Madalena?
606B26a – Cenas alegóricas de Marta e Maria
ver também: 1100Van  – Vanitas, Memento mori e alegorias da vaidade e da transitoriedade
606B28 – A Consignação das Chaves a Pedro
606B30 – Transfiguração
606B32 – O Pagamento do Tributo retirado da Boca do Peixe
606B34 –  A Questão dos Fariseus sobre o Tributo e o denário com a efígie do Imperador Mateus, 22:20
606B36 – Jesus abençoa as crianças
606B38 –  Jesus e a Mulher de Zebedeu, mãe de Tiago e João
606B40 – O óbulo da Viúva
606B42 – Jesus e a Adúltera
606B44 –  O Banquete de Zaqueu
606B46 – Tentativa de Lapidação de Cristo

606C – Curas e Ressurreições
606C1– Cura da sogra de Pedro
606C2 – Cura do paralítico
606C4 – Cura da mão enrijecida
606C6 – Exorcismo de Gerasa
606C8 – O Centurião de Cafarnau
606C10 – Ressurreição do jovem de Naim
606C12 – Ressurreição da filha de Jair
606C14 – Cura da Hemorrágica
606C16 – Exorcismo da filha de Cananéia
606C18 – Cura do cego Bartimeu ou dos dois cegos de Jericó
606C20 – Cura do enfermo na piscina probática de Betesda
606C22 – Cura do cego congênito
606C24 – Ressurreição de Lázaro

606D – Parábolas 
606D1  – O Bom Pastor, a ovelha desgarrada e o dracma perdido
606D2 – Bom samaritano
606D4  – O Filho Pródigo partida e vida dissoluta
606D6  – O Filho Pródigo retorno
606D8  – A trava no olho e as pérolas aos porcos
606D10 –  Os cegos guiados pelos cegos
606D12 – O semeador e seu inimigo o joio e o trigo
606D14 – O sábado
606D16 –  O rico epulão e o pobre Lázaro
606D18 –  O administrador injusto
606D20 – O tesouro escondido e a pérola preciosa
606D22 –  O publicano e o fariseu
606D24 – O servo duro de coração
606D26 – Os trabalhadores da vinha
606D28 – Os talentos
606D30 – O banquete nupcial e o hóspede indigno
606D32 – Os maus viticultores
606D34 – As cinco virgens sábias e as cinco virgens insensatas
606D36 – Separação das ovelhas e dos bodes

606E – Paixão de Jesus Cristo
606E1 – Adeus a Maria após a Ressurreição de Lázaro
606E2 104b – Entrada de Jesus em Jerusalém
606E4 104c – Purificação do Templo
606E6 104d – Unção de Jesus por Maria Madalena em Betânia
606E8 104e – Lavagem dos pés
606E10 – Última Ceia
606E12 – Jesus no Horto das Oliveiras Getsemani
606E14 – Captura de Jesus
606E16 –  Jesus diante do Sinédrio e de Caifa
606E18  – Jesus renegado por Pedro e Arrependimento de Pedro
606E20  – Judas após a Traição
(At, 1-1)
606E22  –  Jesus diante de Pôncio Pilatos
606E24  – Jesus diante de Erodes Antipa, governador da Galiléia
606E26  – Flagelação e Imposição da Coroa de Espinhos
606E28 – O Cristo na Coluna
606E30  – Jesus e Barrabas
606E32  – “Ecce Homo” ou o Cristo como Vir dolorum
606E33  – Cristo apresentado à multidão. “Tolle, crucifige”  João 19,4
606E34  – Subida al Calvário o Cristo portacruz, Via Crucis, As Três Quedas, o auxílio de Simon de Cirene, Verônica e a impressão da imagem do Cristo

608 – Crucifixos
ver também: 610 – Crucificação e Imagens do Gólgota; 814D – A Árvore da Vida

610 – Crucificação e Imagens do Gólgota
610A O Bom Ladrão

611 – Descida e Deposição da Cruz

612 – Lamentação sobre o Cristo Morto

613 – Pietà

615 – O Cristo Morto

616 – Sepultamento de Cristo

617 – Ressurreição e Cristo ressuscitado

618 – Cenas após a Ressurreição
618.1 – Aparição de Jesus a Maria
618.2 – As pias mulheres no Sepulcro
618.4 – “Noli me tangere”
618.6 – Cena de Emaús
618.8 –  Incredulidade de São Tomé
618.10 – Aparição no lago / a pesca miraculosa
618.12 – Cristo no Limbo / Descida aos Infernos

620 – Cristo no céu em Glória
ver também: 702 – Santíssima Trindade

630 – Atos dos Apóstolos
632 – Ascensão de Cristo

634 – Representações dos Apóstolos em geral
ver também: 716 – Os Evangelistas
636 – Pentecostes
(At, 1-2)

 

638 – Pedro
638.1 – Pregação e Milagres de Pedro e João
638.2 – Cura de Enéias por Pedro
638.4 – Ressurreição de Tabita
638.6 – Visão de Pedro e conversão de Cornélio
638.8 – Liberação de Pedro da prisão
638.10 – A Morte de Ananias e de Safira
638.12 – Cura dos enfermos por obra da sombra de Pedro
638.14 – O Batismo dos Neófitos
638.16 – Discussão de Pedro e Paulo
638.18 –  Quo Vadis?
638.20 – Crucificação de São Pedro

640 – Santo André

642 – O diácono Estevão e sua lapidação primeiro mártir
642.1 – Estevão, a troca do recém-nascido e a expulsão do demônio

644 – São Tiago Maior

646 – São Tiago Menor

648 – São Tomé
648.1 – A Incredulidade de São Tomé

650 – Filipe e o batismo do eunuco, funcionário da rainha da Etiópia

652 – Representações de outros Apóstolos

654 – Paulo
654.1 – Queda e Conversão de Saulo na via de Damasco
654.2 – Paulo e o mago Elimas / Bar-Iesus
654.4 – Paulo e Barnabé em Listra
654.6 – Paulo na prisão na cidade de Filipe
654.8 –  Paulo em Atenas
(At, 17,16-18)
654.9 – Discurso no Areópago
(At, 17,19-34)
654.10 – O altar com a inscrição ao Deus desconhecido
(At, 17, 22-23)
654.11 – Paulo em Corinto
654.12 – Paulo em Éfeso
654.12 –  Êxtase de São Paulo
654.14 – Paulo nas prisões de Cesaréia e de Roma
654.16 – Paulo apela a César diante do governador M. Portius Festus
654.18 – Paulo e a serpente de Malta
654.20 – Paulo e Sêneca
ver também: 388H – Sêneca e sua morte sob Nero

687 – S. João Evangelista

687A – Vida e Milagres de S. João Evangelista

687B – Morte e Ascensão de S. João Evangelista

688 – Apocalipse de João

688A – São João em Patmos I,1-III,22

688B – As Visões Proféticas IV,1-XXII,15
688B1 – Retorno do Cristo em Majestade Parousia com Tetramorfos, Alfa e Ômega IV,1-3
ver também: Simbologia do Cristo, 700B1
688B2 – A Cruz abstrata, a Cruz com a imago Christi e o Crucificado em colobium.
688B4 – A “Etoimasia”. A visão dos Tronos, dos Anciãos e dos Quatro SeresIV,4-11
ver também: Símbolos do Cristo, “Etoimasia” 700B5
688B6 – A visão do Livro e dos Sete Selos V,1-5
688B8 – A Visão do Cordeiro e da Abertura dos Sete Selos V,6-14
ver também: Bestiário do Cristo: 700A2 – Agnus Dei e Adoração do Cordeiro
688B10 – A visão dos Quatro cavaleiros do Apocalipse VI,1-8
688B12 – Quinto Selo: os imolados VI,9-10
688B14 – Sexto Selo: o Dies Irae VI,12-17
688B16 – O Sétimo Selo: as sete trombetas e a vinda de Yahvé VIII,1-XI,19
688B18 – A Mulher Apocalíptica, São Miguel e o Dragão XII,1-13
688B20 – O Anticristo, as Bestas, o número 666 e o falso profeta XIII,1-18
688B22 – O Cordeiro do Monte Sião e os resgatados XIV,1-5
688B24 – A ceifa e as Sete Pragas, Harmagedôn XIV,14-XVI,21
688B26 – A Queda de Babilônia XVII,1-XVIII,24
688B28 – Os combates escatológicos XIX,11-20,10
688B30 – A Ressurreição da Carne
688B32 – O Livro da Vida e a Pesagem das Almas psicostasia XX,11-15
ver também: a Psicostasia de Zeus ou de Hermes 40Z e 70Z
688B34 – Os Eleitos e os Réprobos
688B36 – A Jerusalém Celeste

688C – A Queda dos Anjos Rebeldes, no contexto Apocalíptico
ver também: 722K

688D – O Cálice e a Serpente

688E – Outros Apocalipses

690 – Juízo Final
690A – Miguel e o Juízo Final

3 – EVANGELHOS APÓCRIFOS E POPULARES
Obs.: para as cenas de lenda de Maria, vide 714

692 – Cenas da Lenda de José e Cristo nos Evangelhos Apócrifos e Textos pós-bíblicos em geral

692A – Cenas da Lenda de José

692B – Cenas da Lenda de Cristo

692C – Outros
 
4 – SIMBOLOGIA DO CRISTO, DA SS. TRINDADE E DE MARIA

700 – Bestiário, Símbolos e Tipologia do Cristo
ver também: 1104 – Alegorias dos Animais nos Bestiários Medievais

700A – Bestiário do Cristo
700A1 – O Peixe Ichtis
700A2 – Agnus Dei e Adoração do Cordeiro Místico
ver também: 688B8 – A Visão do Cordeiro e da Abertura dos Sete Selos, João, Ap. V, 6-14
700A3 – O Pelicano
700A4 – O Fênix

700B – Símbolos do Cristo
700B1 – O “C”, o “A” e o “W”
700B2 – A Âncora
700B3 – Os Signos da Paixão
700B4 – Símbolos da Ressurreição de Cristo
700B5 – A “Etoimasia”. O trono divino preparado para o Juízo Final
ver também: 688B4 - Apocalipse, A Visão do Trono

700C – Tipologia do Cristo
700C1 – Cristo como Sol
700C2 – Bom Pastor
700C3 – Jesus Menino adormecido
700C4 – Jesus Menino abençoante, puer senex, etc.
700C5 – Cristo no Trono Juiz e Pantocrator
700C6 – Deisis ou Deesis, o Cristo com Santos, Trípticos, Polípticos
700C8 – Cristo no Trono com os Apóstolos “missio apostolorum”
700C10 – Cristo docente entre os Apóstolos
700C12 – Cristo Mestre de Sabedoria e Filósofo
700C14 – O Sangue de Cristo e o Cristo da Eucaristia
700C16 – Sagrado Coração de Jesus
700C18 – Cristo Redentor

702 – A Santíssima Trindade

704 – Deus Pai

706 – O Espírito Santo

708 – Símbolos da Ressurreição da Carne, da Imortalidade da Alma e da Vida eterna
ver também: Simbologia do Batismo: 734A1 – A Fonte da Vida
710 – As Obras de Misericórida

711 – A Virgem com o Menino Jesus
711A – Maestà. A Virgem no trono com o Menino Jesus e os Anjos
711B – A Virgem amamentando Madonna del Latte (Virgo lactans)
711C – A Virgem de Humildade
711D – A Virgem da Neve

712 – Tipologia de Maria e da Virgem com ou sem o Menino Jesus
712A – A Virgem com o Menino Jesus e Santos. Sacra Conversação, Trípticos, Polípticos.
712B – Imaculada Conceição de Maria
712C – A Virgem das Sete Espadas, Mater Dolorosa
712D – A Virgem Advocata, Intercessora ou de Misericórdia
712E – A Virgem do Rosário
712F – A Virgem do Cinto Madonna della Cintola
712G – A Virgem em Adoração do Menino Jesus
ver também: 606A18 - Sagrada Família

713 – Morte da Virgem Transitio Virginis

714 – Assunção da Virgem e a Virgem em Glória no Céu

715 – Coroação da Virgem

 

5 – OS EVANGELISTAS

716 – Os Quatro Evangelistas

716A – Mateus
716A1 – Vocação de São Mateus
716A2 – Martírio de São Mateus

716B – Marcos

716C – Lucas
716C1 – São Lucas pintando a Virgem Maria

716D – João
716D1 – São João na Floresta
Obs.: para as cenas e símbolos de João como autor do Apocalipse, vide 688 – Apocalipse

720 – Os Quatro Símbolos dos Evangelistas
720A – O Anjo
720B – O Leão
720C – O Touro
720D – A Águia

 

6 - O CÉU, O PARAÍSO, OS ANJOS E O CELESTIAL

722 – O Céu e a Corte Celeste

723 – A Jerusalém Celeste e Terrestre

724 – ANJOS
ver também: 726 – Putti, gênios, anjinhos e outras figuras infantis ou juvenis aladas

724A – Miguel
ver também: no contexto do Apocalipse, 688B32 – O Livro da Vida e a Pesagem das Almas
724A1 – Miguel vencendo o demônio
724A2 – O Arcanjo Rafael
724A4 – Gabriel
724A6 – Fanuel
724A8 – Hostes Angelicais e Hierarquias Celestes
724A10 – Arcanjos, Principados, Tronos e Potências
724A12 – Serafins e Querubins
724A14 – Queda dos Anjos Rebeldes
ver também: 688 – Apocalipse
724I – O Anjo da Guarda

725 – Anjos tocheiros

726 – Putti, gênios, anjinhos e outras figuras infantis ou juvenis aladas

727 – Anjos músicos

 

7 - A ALMA CRISTÃ

728 – Representações da Alma no Cristianismo
730 – Representações da Vida Após a Morte no Cristianismo
732 – Representações de Apoteoses cristãs
736 – O triunfo da morte
738 – Os três vivos e os três mortos
740 – A morte em Estado de Graça
742 – A morte em Pecado

 

 

 

8 – VÍCIOS, VIRTUDES E ALEGORIAS RELIGIOSAS

744 – A Religião
746 – Virtudes, Vícios, Psicomaquia
746 – As Virtudes Cristãs
746Car – As Virtudes Cardinais
746Teo – As Virtudes Teologais
746TeoC – Caridade (Caritas, Amor Dei)
746TeoE – Esperança
746TeoF – Fé
748 – O Pecado
748A – Os Pecados Capitais e os Vícios
748.1 – Desespero Suicídio
748.2 – Inveja
748.4 – Idolatria ausência de Fides
748.6 – Injustiça
748.8 – Ira
748.10 – Inconstância
748.12 – Estultícia
749– Demais Alegorias Doutrinais
ver também: 1100A – Alegorias Intelectuais e Morais

9 – O DIABO, O INFERNO E AS TENTAÇÕES

750 – O Diabo e o Inferno 
ver também: II.5 – Mártires e Hagiografia; 688C – A Queda dos Anjos Rebeldes, no contexto Apocalíptico; 722I – Queda dos Anjos Rebeldes fora do contexto apocalíptico
750.1 – Os Diabos
750.2 – O Inferno
751 – As tentações
752 – O Purgatório
754 – A Babilônia

 

10 – MÁRTIRES E HAGIOGRAFIA

800 – Mártires salvo os Santos
802 – Cenas das Dez Perseguições contra os Cristãos
804 - Procissões e Representações de Conjuntos de Santos
806 –  Imagens e Ciclos Biográficos de santos
com exceção dos Apóstolos e São Paulo
806 – Santos não-identificados
806Acac – Santo Acácio
806Agat – Santa Ágata
806Agos – Santo Agostinho
806Alex – Santo Alexandre
806Ambr – Santo Ambrósio
806AntA – Santo Antônio Abade
806AntP – Santo Antônio de Pádua
............
806CatA – Santa Catarina de Alexandria
806Ceci – Cecília
ver também: 1162F – Alegorias da Música
806Esta – Santo Estanislau
806FraA – Francisco de Assis
806FraB – Francisco de Borja
806FraP – Francisco de Paula
806FraX – Francisco Xavier

806JoaN – São João Nepomuceno
806Mada – Maria Madalena

............
806Zozi – Zózimo

 

11 – HISTÓRIA e SÍMBOLOS da IGREJA e do CRISTIANISMO

810 -   Imperadores Cristãos exceto Constantino
812 –  A Lenda Cristã de Constantino
ver também: 404 – Constantino Imperador
812A –A batalha do Ponte Mílvio e o Hoc Vince
812B – O batismo de Constantino
814 – Santa Helena e a Lenda da Vera Cruz
ver também: 609 – Crucifixos com cenas da Paixão
816 – Narrativas das Relíquias de Cristo
818 – Imagens de papas e de seus papados
818julioII – Júlio II
820 – A IGREJA, os CISMAS e a REFORMA
820.1 – A Igreja e seus Símbolos os Ignudi, etc.
820.2 – A Sinagoga
820.4 – Fundações, edificações e consagrações de igrejas
820.6 – Concílios de Nicéia, Constantinopla, Calcedônia e demais Concílios até o século VIII
820.1 – Concílios Medievais séculos IX a XIV
820.2 – Concílios dos séculos XV e XVI menos Concílio de Trento
820.4 – Concílio de Trento
820.6 – Personagens e episódios da Reforma
820.8 – A propaganda anti-reformista
820.10 – A propaganda anti-católica
821 - O Bispo, o Bispado, o Cardeal
822 – Monges, Eremitas, a Vida monástica, cenobítica e eremítica
823 – Fundações e Vida das Ordens e Confrarias
824 – Os Jesuítas
825 – A Catequese e a Conversão do Gentio
ver também: 874 - A Catequese e a Conversão do Gentio nas Américas
826 – Representações dos Heréticos, da Heresia e de seu Combate
828 – O combate à idolatria

 

12 – LITURGIA, SACRAMENTOS e PRÁTICAS RELIGIOSAS

830 – A MISSA
832 – SACRAMENTOS
832Bat – O Batismo
832Bat1 – A Fonte da Vida
ver também: 708 – Símbolos da Ressurreição da Carne, da Imortalidade da Alma e da Vida eterna
832Com – A Comunhão
832Con – A Confissão
832Cri – A Crisma
832Ext – A Extrema-Unção
832Mat – O Matrimônio
832Ord – A Ordenação

833 – Os objetos da devoção e da penitência cristãs
833anti – O Antifonário
833cili – O Cilício e os instrumentos de autoflagelação
833miss – O Missal e o Livro de Horas
833rosa – O Rosário e o Terço

834 – O exorcismo

 

 

13 – TOPOGRAFIA E MONUMENTOS NA ERA CRISTÃ (TMEC)
Situados em ARQUITETURA

840 – Topografia e Monumentos na Era Cristã
841 – LOCALIDADES DE A a G
842 – LOCALIDADES DE H a N
843 – LOCALIDADES DE O a T
844 – LOCALIDADES DE U a Z

Modelo de divisão em cada localidade
84X.1 - Vistas e Plantas
84X.2 – Praças, Ruas, Fontes e Jardins
84X.4 – Edifícios públicos
84X.6 – Castelos, Palácios, Residências e Ville Suburbanas
84X.8 – Basílicas, Igrejas, Capelas, Monastérios
84X.10 – Ruínas de igrejas, abadias e monastérios
Obs.: em cada item, os monumentos por ordem alfabética

846 – Arquiteturas imaginárias
Ver também 226 – Capricci, pastiches e ruínas inspiradas em Roma antiga

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                               Topo

III – História Medieval, Moderna e Contemporânea (850 – 899)

 

 

 

850 –  Cenas e Personagens Históricas do Ocidente Bárbaro

851 – As Invasões Bárbaras até 476
851ang– Ânglios
851ava – Ávaros
851eru – Érulos
851esl – Eslavos
851fra – Francos
851hun – Hunos
851ost – Ostrogodos
851sax– Saxões
851van– Vândalos
851vis – Visigodos

852 – Os Reinos Bárbaros de 476 a 800
852lom - Lombardos
852mer - Merovingios

853 – A EXPANSÃO MUÇULMANA

854A – BIZÂNCIO até Justiniano
854B – BIZÂNCIO após Justiniano

855 – A EUROPA (Séculos 800 - 1400)

856 – Carlos Magno, o Império e o legado carolíngio

857 – Os Imperadores do Sacro Império Romano-Germânico
857A – Os Otonianos
857B – Os Hohenstaufen
857C – Os Habsburgo

858 – A Heptarquia e o Reino da Inglaterra até Henrique VII

859 – Os Vickings e os Normandos

860 – Os Capetos e Plantagenetas

861 – Os Sarracenos na Europa

862 – Os Reinos da Catalunha, Aragão, Castela, Leon

863 – Os Valois

864 – As Ordens de Cavalaria
864Mal - Os Cavaleiros de Malta
864Tem – Os Templários

865 – AS CRUZADAS
 
866 – HISTÓRIA MILITAR NA EUROPA APÓS A ANTIGUIDADE
(por ordem cronológica)
Observação: Para a Batalha como cena de gênero, ver:
VII – Vida Social e Gênero (1300-1599): 1454 – O Militar e a Batalha
866.1364 – Batalha de Cascina
866.1440 – Batalha de Anghiari
866.1494 – A Invasão da Itália por Carlos VIII
866.1512 – Batalha de Ravena
866.1525 – Batalha de Pavia
866.1527 – Saque de Roma
866. 1571 – Batalha de Lepanto

 

867 – REVOLUÇÕES MODERNAS ATÉ O SÉCULO XVIII
(por ordem cronológica)
867.1640 - Revolução Puritana
867.1688 – Revolução Gloriosa
867.1789 – Revolução Francesa

868 – Tréguas, Tratados e Atos até o século XVIII
(por ordem cronológica)
868.1667 – Paz de Breda

869 – Entradas, Cortejos e Triunfos Modernos séculos XVI a XVIII
(por ordem alfabética)
869car – Carlos V
869cle – Papa Clemente VII
869hen – Henrique IV
869jul – Papa Júlio II
869leo – Papa Leão X
869max – Maximiliano

870 – A HISTÓRIA CONTEMPORÂNEA (SÉCULOS XIX e XX)

872 – Batalhas e Guerras Nacionais na Europa
(por ordem cronológica)
872.1795 – Guerras Napoleônicas
872.1854 – Guerra da Criméia
872.1870 – Guerra Franco-Prussiana
872.1914 – A Primeira Guerra Mundial
872.1939 – A Segunda Guerra Mundial

873 – Tréguas, Tratados e Atos, séculos XIX e XX
(por ordem cronológica)
873.1918 –  Tratado de Versalhes

874 – Revoluções dos Séculos XIX e XX
881.1830 – Revolução de 1830
881.1848 – Revolução de 1848
881.1910 – Revolução Mexicana
881.1917 – Revolução Russa
881.1949 – Revolução Chinesa

876 – O NOVO MUNDO
874A – As Grandes Navegações e Descobertas
874B – A instalação e colonização do Novo Mundo
874C – A Catequese e a Conversão do Gentio nas Américas
ver também: 836 – A Catequese e a Conversão do Gentio na Ásia e África
874D – A ocupação do território e os confrontos com os nativos
874D1 – As Bandeiras e os Bandeirantes
874D2 – A Conquista da América Hispânica
874D3 – A Conquista do Oeste na América do Norte
874E – Batalhas e Guerras no período colonial

878 – A Independência das Colônias Séculos XVIII-XX
878.1776 – Estados Unidos
878.1822 – Brasil

880 – Brasil Colônia

882 – Brasil Império
882.1822 – Primeiro Reinado
882.1840 – Segundo Reinado
882.1864 – Guerra do Paraguai

884 – Brasil República
884.1889 – Primeiro República
884.1930 – República Nova
884. 1938 – Estado Novo

886 – Erupções vulcânicas, terremotos, catástrofes naturais

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                               Topo

IV – Literatura Medieval, Moderna e Contemporânea


 

Observações:
i. Por ordem alfabética dos autores ou, nas obras anônimas, do título da obra ou do ciclo.

ii. Os personagens são indexados por ordem alfabética na pasta de seu autor.
Por exemplo, Rinaldo ou Armida, personagens da Gerusalemme Liberata de Torquato Tasso, são indexados:
1000TaAr – Armida
1000TaRi – Rinaldo e Armida

iii. Representações não-retratísticas do escritor são indexadas como personagem desse escritor.
Exemplo: 1000TaTa - Torquato Tasso na Prisão

1000 – PERSONAGENS DA LITERATURA
1000Ario – Luovico Ariosto
1000ArAn – Angelica e Medoro
1000Artu – Ciclos Arturianos e o Santo Graal
1000Band – Matteo Bandello
1000Beow – Beowulf
1000Bocc – Boccaccio
1000Boia – Matteo Maria Boiardo
1000Bura – Carmina Burana
1000Camo – Camões
1000Cid – Canção do Cid
1000Chau – Chaucer
1000Colo – Giovanni Colonna Hypnerotomachia Poliphili
1000Dant – Dante
1000Nibe – Nibelungos
1000Petr – Petrarca
1000Rola – Chanson de Roland 
1000Prov – Poesia Provençal anônima
1000Sant – Santa Rita Durão
1000SaMo – Moema
1000Shak – William Shakespeare
1000ShHa – Hamlet
1000Sici – Poesia Siciliana e da Corte de Frederico II
1000Tass – Torquato Tasso
1000TaAr – Armida
1000TaRi – Rinaldo e Armida
100TaTa – Torquato Tasso na Prisão
1000Trov – Poesia Trovadora Langue d’Oui
1000Vice – Gil Vicente

1000Vill – Cirilo Villaverde

 

 

 

 

                                                                                                                                                               Topo

V – ALEGORIAS E TEMAS ARTÍSTICOS, MORAIS E PSICOLÓGICOS

 


1100 – Alegorias Intelectuais e Morais
1100Abu – Abundância e Fertilidade
1100Cas – Castidade
1100Edu – Educação
Ver também Pedagogia
1100Fid – Fidelidade
1100Fil – Filosofia
1100Gov – Bom e Mau Governo
1100Gue – A Guerra e os Horrores da Guerra
1100Hon – A Honra
1100Ign – A Ignorância
1100Jus – A Justiça
1100Mel – A Melancolia
ver também: 1171A – O temperamento melancólico ou saturniano
1100Mem – A Memória
1100Paz – A Paz
1100Pru – A Prudência
1100Van – Vanitas, Memento mori, In Ictu Oculi, alegorias da vaidade e da transitoriedade
1100Ver – A Ignorância, a Calúnia e a Verdade. Veritas filia temporis.  
1100Vic – Vícios não especificados
1100Vir – Virtudes não especificadas
Ver também: II.8 – Vícios, Virtudes e Alegorias religiosas

1101 – Exempla, fábulas e bestiários
ver também: 700 – Bestiário e Tipologias do Cristo; xxx – O conto de fadas e o maravilhoso
ordem alfabética
1101Eso – Esopo
1101Fed – Fedro
1101LaF – La Fontaine

1102 – O Amor e as paixões amorosas
1102Amor – Amor sagrado, amor profano
1102Cium – O Ciúmes
1102Jard – Jardins das Delícias e Hortus Conclusus
1102Sine – Sine Cerere et Baccho friget Vênus
1102Vena – O amor venal e os casais desiguais

1103 – Temas Políticos
1103sui – O suicídio
1103tir – O tiranicídio

1104 – Representações do Tempo
ver também: 10Cro – SATURNO Cronos; 12JupxTem1 – As Horas; 1100Ver – Veritas filia temporis. A Verdade, a Ignorância e a Calúnia
1104Est – Representações das Estações e dos Meses
1104Inv – O Inverno
1104Out – O Outono
1104Prim – A Primavera
1104Ver – O Verão
1104Jan – Janeiro
1104Fev – Fevereiro
1104Mar – Março
1104Abr – Abril
1104Mai – Maio
1104Jun – Junho
1104Jul – Julho
1104Ago – Agosto
1104Set – Setembro
1104Out – Outubro
1104Nov – Novembro
1104Dez – Dezembro

1104Hom – As Idades do Homem
(Ver também Pintura de Gênero: 1428 - A Infância, A Adolescência, A Juventude)
1104inf – A Infância e a Juventude
1104matu – A idade adulta
1104velh – A Velhice

1104Rel – Relógios, ampulhetas

1105 – Alegorias dos Sentidos
1105Aud – A Audição
1105Olf – O Olfato
1105Pal – O Paladar
1105Tat – O Tato
1105Tat1 – Menino sendo mordido por lagarto, lagosta, etc.
1105Vis – A Vista

1106 – A proteção contra o Mau-olhado (cave canem)

1107 – Alegorias e Temas Psicológicos
1107Lou – O Louco, o Tolo, o Insensato
ver tembém: 1176 – A Loucura, a Angústia, a Depressão e a Doença mental

1108 –  O Futuro do Homem e a ficção-científica
1108inv – Invasões e Guerras interplanetárias

1109 – Catástrofe. Fim do Homem e do Mundo (em contexto não-religioso)

1110 - TEMAS ARTÍSTICOS
Ver também: 12JupxMne1 – As Musas e por extensão as Artes

1110 – As Artes do Disegno
1110Arq – Arquitetura
1110Esc – Escultura
ver também: 1111C1 – Pigmalião e Galatéia
1110Per – Perspectivas, Quadraturas, finte architetture
1110Pin – Pintura
1110Pin1 – As Virgens de Crotona
ver também: 1111C – O artista e seus modelos
1110Ori – A origem das artes Plínio, Quintiliano, Atenágoras, etc.

1111 – O Mundo e o Mito do Artista
1111A – A educação artística
1111B – O artista na Academia
1111C – O artista, seus modelos e suas musas
ver também: 1158N1 – As Virgens de Crotona
1111C1 – Pigmalião e Galatéia
1111D – O artista em ação
1111E – O artista e seus mecenas
1111F – O artista e seu crítico
1111G – A Calúnia de Apeles
1111H – Artistas entre artistas
1111I – O artista e a vida noturna
1111J – Agonia e morte do artista, a morte como artista
1111K – Glória e apoteose do artista
1111L – O ateliê do artista

 

1112 – O Mundo da Obra, do Museu e do Colecionador
1112Anti – O Antiquarismo
1112Cole – O Colecionador e o Amateur
1112Muse – Museus, Quadrerie, Galerias, Salões, Jardins
1112Quad – O quadro no quadro, trompe l’oeil, etc.

1114 – HISTÓRIA, FILOSOFIA, RETÓRICA (1114 – 1158)
1114 – Historiadores Greco-Latinos

1114A – Historiadores Gregos
1114A1 – Heródoto
1114A2 – Tucídides
1114A4 -  Políbio 

1114B – Historiadores Romanos
1114B1 – Tito-Lívio
1114B2 – Sallustio

1116 – Rétores e Oradores

1118 – Poetas e Literatos
1118Home - Homero
1118Virg - Virgílio

 

1122 – Filósofos Antigos
salvo os abaixo discriminados
1122A – A Escola de Atenas

1123 – Os Sete Sábios da Grécia
(Tales, Bias, Pitacos de Mitilene, Solon, Pitágoras – comuns a todas as listas – e outros nomes variáveis: Aristodemos, Panfilo, Cleóbulo de Lindos, etc.)

1124 – Hermes Trimegisto e a Filosofia Hermética

1126 – Filósofos Pré-Socráticos

1128 – Demócrito e Heráclito
ver também: 1164 – Alegorias do Riso e do Choro

1130 – Pitágoras

1132 – Sócrates e sua filosofia

1132A – Sócrates e Alcibíades

1132B – Sócrates entre seus discípulos

1132C – Sócrates e Xantipa

1132D – Processo de Sócrates
1132E – Morte de Sócrates

1134 – Platão e sua Filosofia
1134A – Platão
1134B – Viagens de Platão na Magna Grécia e no Egito
1134C – Platão e os Tiranos de Siracusa
1134D – Platão entra em contato com Pitágoras
1134E – Platão funda a Academia
1134F – Platão na Academia e a Academia Platônica
1134G – A Morte de Platão
1134H – O Mito da Caverna
1134I – Alegorias platônicas

1136 – Aristóteles e sua Filosofia
1136A – Aristóteles
1136A  – Aristóteles na Academia de Platão
1136A  – Viagens de Aristóteles
1136A  – Aristóteles entra em contato com Filipe e Alexandre
1136A  – Aristóteles funda o Liceu
1136A  – Aristóteles no Liceu e o Liceu Aristotélico
1136A  – Aristóteles sendo cavalgado por Filis
1136A  – Aristóteles suspenso no balaio

1138 – Filósofos Epicuristas

1140 – Filósofos Estóicos
1140A – O Sacrifício estóico

1142 – Filósofos Cínicos
1142A – Antístenes
1142B – Diógenes
1142C – Diógenes e Alexandre

1144 – Filósofos Céticos
1144A – Sextus Empíricus

1146 – Filósofos Neoplatônicos
1146A – Plotino
1146B – Porfírio
1146C – Jâmblico
1146D – Proclos

1148 – Filósofos e Oradores da Segunda Sofística
1148Fil – Filóstrato de Lemnos e os Sofistas
1148Filv – Filóstrato, o Velho e o Imagines
1148Luc – Luciano
1148Val – Valério Máximo

1150 – Filósofos Medievais e suas Obras
1150Boec – Boécio
ver também: 1130 - Pitágoras; 1158F – Cosmografia e Astronomia Instrumentos de Mensuração, Globos Terrestres e Globos Celestes; 1158G – Música
1150Isid – Isidoro de Sevilha

1151 – Filósofos Renascentistas e suas Obras
1151Fici – Marsilio Ficino

1152 – Astrólogos, Astrônomos, Cosmólogos e Geógrafos

1153 – A Alquimia e o Alquimista

1154 – Médicos e Práticas Medicinais
ver também: 1358 – A doença, a peste e a peste
1154Avi – Avicena e sua Obra
1154Gal – Galeno e sua Obra
1154Hip – Hipócrates e sua Obra

1155 – Estudos, lições e a prática da anatomia

1156 – Livros e Bibliotecas
 
1158 – ARTES LIBERAIS

1158 – As Artes Liberais, a Teologia e as Letras
1158art – Aritmética
1158cos – Cosmografia e Astronomia Instrumentos de Mensuração, Globos Terrestres e Globos Celestes
ver também: 16 – O Céu, as Constelações, os Planetas, o Zodíaco; 1200 – Cartas Celestes; Mapas Mundi, 1202
1158dia – Dialética
1158fil – Filosofia
1158geo – Geometria
1158gra – Gramática
1158mus – Música
1158ret – Retórica
1158teo – Teologia

1159 – A POESIA e seus Gêneros
Ver também: 12JupxMne1 – As Musas e por extensão as Artes

1160 – O DRAMA
Ver também: 12JupxMne1 – As Musas e por extensão as Artes; 1128 – Demócrito e Heráclito

1162 – A Música
Ver também: 1158mus – Música; 12JupxMne1 – As Musas e por extensão as Artes; 806Cec – Santa Cecília
1162A – A Harmonia e a Música mundana
1162B – A Música e a Psique
ver também: 108 - Orfeu; 536B – Esaul e Davi;  1130 – Pitágoras; 514M3 – Yubal; 514M4 –Tubalcaim; Temperamento fleumático
1162C – Os Instrumentos
[Arist., Pol 1341A]
1162D – A partitura

 

1163 – O Músico e a cena musical
1164 – Os Cantores e a Música Vocal
1165 – Os Instrumentistas e a Música instrumental
ver também: 1346A – Concertos Campestres
1166 – O Virtuose
1167 – O Compositor
1168 – A Lição de Música
Ver também 1396 - A Sedução

1170 – Temperamentos e Humores
1170A – O temperamento melancólico ou saturniano
ver também: 1100A2 – Melancolia
1170B – O temperamento fleumático
1170C – O temperamento colérico
1170D – O temperamento sanguínio

1171 – Cabeças de caráter e estudos de fisiognomia

1172 – O sono

1173 – Os sonhos, os pesadelos

1174 – A Meditação
Ver também 1434 - O devaneio

1176 – A Loucura, a Angústia, a Depressão e o Suicídio
Ver também 1103Lou – O Louco, o Tolo, o Insensato

1178 – O Horrendo, o Macabro e o Monstruoso
Ver também 750 – O Diabo e o Inferno 

1179 – Magia, Bruxaria, Taumaturgia, Ocultismo, Necromancia

1180 – A Doença

1182 – A Peste
11180col – O cólera
1180pes – A Peste Negra
1358sif – A Sífilis 

1184 – O funerário e o cemiterial como gênero

1186 – Les Pleurants

1188 – A Morte
ver também: 736 - O triunfo da morte; 738 – Os três vivos e os três mortos; 740 – A morte em Estado de Graça; 742 – A morte em Pecado

 

 

 

                                                                                                                                                               Topo

VI – Ciência, Ilustração Científica e Etnografia

 

1200 – A Ciência e as Ciências
1200Ast – Astrofísica
1200Bot – Botânica
1200Fís – Física
1200Geo – Geologia e a Mineralogia
1200Med – Medicina
1200Qui – A Química e a Alquimia
1200Tax – A Taxinomia
1200Zoo – Zoologia

1201 – A Técnica, a Tecnologia e as Invenções

1202 – A Experiência e o Laboratório

1203 – O Cientista e o Inventor

1204 – Cartas Celestes

1205 – Mapas Mundi Históricos

1206 – Mapas Históricos de um Continente ou de um País
1206A – Américas
1206B – América do Norte
1206C – América Central
1206D – América do Sul
1206E – Brasil
1206F – Regiões do Brasil
1206G – África
1206H – Ásia
1206I – Europa
1206J – Oceania
1206K – Cartas marítimas e das navegações

1208 – Representações Alegóricas dos Continentes
1208A – Europa
1208B – Ásia
1208C – África
1208D – América
1208E – Oceania

1210 – Representações Etnográficas
Ordem alfabética
1210Cai – O Caipira
1210Ind – O Indígena americano e os indigenismos

1212 – Ilustrações de Enciclopédias

1213 – Studioli, Cabinets de Curiosités e Wunderkammern

 

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                               Topo

VII – Vida Social e Gênero (1300 – 1599)

 

 

SUMÁRIO DE TEMAS (ordem alfabética)

- A CIDADE
A Bolsa
O Burguês e o universo doméstico
O Café e o Boêmio
O Cassino
O Cigano, a Cigana e a Leitora de Boa Fortuna
O Dandi, Os Restaurantes e Cafés Elegantes
A Doença e a Visita do Médico
A Empresa
A Escola
O Esporte
A Extração de Dentes e as práticas medicinais populares
Feiras, mercados e mercadores
As Feiras Universais
Festas e Cortejos Urbanos
A Imprensa
O Intelectual
A Janela
O Lazer na praia
O Lazer Urbano (O Espetáculo popular, Circos, Saltimbancos)
A Multidão
A Música doméstica
A Prostituição
Reformas urbanas e obras de engenharia
O Teatro, o Balé e a Ópera
A Tourada
O Turfe
A Universidade
A Vida Urbana (A Via e os Espaços Públicos)

- O CLERO E A RELIGIÃO (1321-1329)
O Clérigo em sociedade
A Oração
O Sermão, o fiel e sua Igreja

- A CORTE (1300-1320)
O Aristocrata Militar
Bufões e Anões
A Caça Aristocrática
O Cortesão e a Cortesã
O Duelo
A Festa e a Dança Aristocráticas
Os Infantes de corte
Os Jogos de Corte
O Monarca, o Príncipe e o Nobre
O Pic-nic Aristocrático
A Residência e a Família Aristocrática
O Torneio

- O CRIME, A JUSTIÇA E O JUDICIÁRIO
O Meio Judiciário
O Crime e o Criminoso
A Execução
O Interrogatório e a Tortura
O Manicômio
A Policia
O Tribunal
O Universo Carcerário e Concentracionário, o Panopticon

- O EROTISMO
A Alcoviteira
Os Banhos
Cenas eróticas e de sexo
O Idílio
Prostitutas e Prostíbulos
A Sedução
Voyeurisme

O EXOTISMO
A Batalha oriental
O Caçador árabe
Chinoiserie
O Deserto e a Caravana
Filósofos e Doutores Árabes e Judeus
Os Homens das Estepes, Cossacos, etc.
O Japonismo
O Kasbah
A Mesquita
A Odalisca, a Escrava e os Serralhos
O Orientalismo Árabe
O Palácio oriental
Turquerie

- A INFÂNCIA, A ADOLESCÊNCIA, A JUVENTUDE
Jogos e brincadeiras
O mundo escolar
Cenas de pobreza infantil

- O MILITAR E A BATALHA
A Batalha
Após a Batalha
O Assédio
A Trincheira
A Batalha Naval
A Batalha aérea e o Bombardeio
A Aeronáutica e o Aeronauta
A Cavalaria
O Exército e o Soldado
As Formações e a Parada Militar
A Marinha e o Marinheiro
A Guerrilha e o Terrorismo

- A TABERNA
Tabernas e Páteos
“Merry Company at Table”
Cenas de soldados em tabernas
Jogos de cartas e de dados
Brigas e rixas de taberna

- O TRABALHO E SEUS UNIVERSOS (1330 -
O TRABALHADOR URBANO
O Operário e a Fábrica
O Partido e o Sindicato
Lutas Sociais, Revoluções, Insurreições
As repressões e execuções
O Trabalhador e a Vida Doméstica
As Tarefas do Lar
As Guildas e Corporações
O Escritório e a Burocracia
O Profissional Liberal
O Migrante e o Imigrante
A Pobreza Urbana, o Mendigo e a Mendicância

O CAMPO E A ALDEIA
Os Brigantes de Estrada
O Camponês e sua família
Os Trabalhos do Campo
Os Trabalhos da Camponesa
As Instalações rurais (O Engenho, o Estábulo, etc.)
O Repouso e os Divertimentos do Camponês
Festas aldeãs e Quermesses
Revoltas Camponesas
A Pobreza Rural
O Rebelde, o Bandoleiro, o Cangaceiro
Movimentos sociais milenaristas

OUTROS UNIVERSOS DO TRABALHO
O Marinheiro
O Pescador e a pesca
O trabalhador do mangue
O trabalhador da mineração e do garimpo
O extrativista
O lenhador e o carvoeiro

- A ESCRAVIDÃO NEGRA
O Escravo e a Escravidão
O Navio Negreiro
A Captura do Escravo
O Comércio do Escravo
O Escravo na Lavoura
O Escravo na Cidade
A Punição do Escravo

- AS TELECOMUNICAÇÕES, OS TRANSPORTES E A VIAGEM
A Partida e a Chegada
Os transportes aéreos
Os transportes ferroviários
Os transportes marítimos e submarinos
Os transportes rodoviários

- VIDA INTERIOR E IMAGINÁRIO
A escrita e a leitura
O devaneio

 

1300 - A CIDADE
1301 – O Amor conjungal e o universo doméstico
1302 - A Bolsa
1304 – O Burguês e seu lar
1306 - O Café, a Boemia e a Embriaguez
1307 – A Carta e a correspondência
1308 - O Cassino
1310 - O Cigano, a Cigana e a Leitora de Boa Fortuna
1312 - O Dandi, Os Restaurantes e Cafés Elegantes
1314 - A Doença e a Visita do Médico
1316 - A Empresa
1318 - A Escola
1320 – Esportes
Ver também 140 –  Lutas e outros esportes marciais; 142 – Corridas de cavalo; 144 – Esportes Olímpicos
1320 - A Extração de Dentes e as práticas medicinais populares
1322 - Feiras, mercados e mercadores
1324 - As Feiras Universais
1326 - Festas e Cortejos Urbanos
1328 - A Imprensa e a Charge
1330 - O Intelectual
1332 - A Janela
1334 - O Lazer na praia
1336 - O Lazer Urbano (O Espetáculo popular, o Circo)
1338 - A Multidão
1340 - A Música doméstica
1341 – O Palhaço
1342 - A Prostituição
1343 - Reformas urbanas e obras de engenharia
1344 – Os Salões elegantes e ilustres
1345 - O Teatro, o Balé e a Ópera
1346 – A Tourada
1347 - O Turfe
1348 - A Universidade
1350 - A Vida Urbana (A Via e os Espaços Públicos)
1351 – A Viuvez

1352 - O CLERO E A RELIGIÃO (1321-1329)
1354 - O Clérigo em sociedade
1356 - A Oração
1358 - O Sermão, o fiel e sua Igreja

1360 - A CORTE
1362 - O Aristocrata Militar
1364 - Bufões e Anões
1366 - A Caça Aristocrática
1368 - O Cortesão e a Cortesã
1369 – O Duelo
1370 - A Festa e a Dança Aristocráticas
1372 - Os Infantes de corte
1374 - Os Jogos de Corte
1376 - O Monarca, o Príncipe e o Nobre
1378 - O Pic-nic Aristocrático
1380 - A Residência e a Família Aristocrática
1382 - O Torneio

1384 - O EROTISMO
1386 - A Alcoviteira
1388 – O Banho e os Banhos
Ver também: 1607 – Banhistas silvestres
1390 - Cenas eróticas e de sexo
1392 - O Idílio
1394 - Prostitutas e Prostíbulos
1396 - A Sedução
1398 - Voyeurisme

1400 - O EXOTISMO
1402 - A Batalha oriental
1404 - O Caçador árabe
1406 - Chinoiserie
1408 - O Deserto e a Caravana
1410 - Filósofos e Doutores Árabes e Judeus
1412 - Os Homens das Estepes, Cossacos, etc.
1414 - O Japonismo
1416 - O Kasbah
1418 - A Mesquita
1420 - A Odalisca, a Escrava e os Serralhos
1422 - O Orientalismo Árabe
1424 - O Palácio oriental
1426 - Turquerias

1428 - A INFÂNCIA, A ADOLESCÊNCIA, A JUVENTUDE
(ver também Alegorias Morais: 1104Hom - As Idades do Homem)
1428edu – A educação e o mundo escolar
1428jog – Jogos e brincadeiras
1428pob – Cenas de pobreza infantil

1436 – A JUSTIÇA, O JUDICIÁRIO E O CRIMINOSO
1438 - O Meio Judiciário
1440 - O Crime e o Criminoso
1442 - A Execução
1444 - O Interrogatório e a Tortura
1446 - O Manicômio
1448 - A Policia
1450 - O Tribunal
1452 - O Universo Carcerário e Concentracionário, o Panopticon

1454 – O MILITAR E A BATALHA
Observação: Trata-se de cenas de gênero. Cenas identificadas são indexadas em suas respectivas seções históricas.
1455 – A Batalha
1456 – Após a Batalha
1457 – O Assédio
1458 – A Trincheira
1459 – A Batalha Naval
1460 – A Batalha aérea e o Bombardeio
1461 - A Aeronáutica e o Aeronauta
1462 - A Cavalaria
1463 - O Exército e o Soldado
1464 - As Formações e a Parada Militar
1465 - A Marinha e o Marinheiro
1466 - A Guerrilha e o Terrorismo

1467 – A POLÍTICA
1468 - As Instituições do Poder Político
1469 - Os Partidos Políticos
1470 - O Político e a sátira política
1471 – O Socialista

1472 - A SENILIDADE
1473 - As Instituições Assistenciais e os Asilos

1476 - A TABERNA
Vide também 1306 - O Café, a Boemia e a Embriaguez
1478 - Tabernas e Páteos
1480 - “Merry Company at Table”
1481 - Cenas de soldados em tabernas
1482 - Jogos de cartas e de dados
1483 - Brigas e rixas de taberna

1484 - O TRABALHO E SEUS UNIVERSOS
1486 - O TRABALHADOR URBANO
1488 - O Operário e a Fábrica
1490 - O Partido e o Sindicato
1492 - Lutas Sociais, Revoluções, Insurreições
1494 – Repressões, Deportações e Execuções
1496 - O Trabalhador e a Vida Doméstica
1497 – As Tarefas do Lar
1498 - As Guildas e Corporações
1500 - O Escritório e a Burocracia
1502 - O Profissional Liberal
1504 - O Migrante, o Emigrante, o Imigrante e os Viandantes
1506 - A Pobreza Urbana, o Mendigo e a Mendicância

1508 - O CAMPO E A ALDEIA
1510 - Os Brigantes de Estrada
1512 - O Camponês e sua família
1514 - Os Trabalhos do Campo
1516 - Os Trabalhos da Camponesa
1518 - A Propriedade Rural e sua Instalações (O Engenho, o Estábulo, etc.)
1520 - O Repouso e os Divertimentos do Camponês
1522 - Festas aldeãs e Quermesses
1524 - Revoltas Camponesas
1526 - A Pobreza Rural
1528 - O Rebelde, o Bandoleiro, o Cangaceiro
1530 - Movimentos sociais milenaristas

1532 - OUTROS UNIVERSOS DO TRABALHO
1534 - O trabalhador do Mar
1536 - O Pescador e a pesca
1538 - O trabalhador do mangue
1540 - O trabalhador da mineração e do garimpo
1542 - O extrativista
1544 - O lenhador e o carvoeiro

1546 - A ESCRAVIDÃO NEGRA
1548 - O Escravo e a Escravidão
1550 - O Navio Negreiro
1552 - A Captura do Escravo
1554 - O Comércio do Escravo
1556 - O Escravo na Lavoura
1558 - O Escravo na Cidade
1560 - A Punição do Escravo
1561 - O Abolicionismo

1562 - AS TELECOMUNICAÇÕES, OS TRANSPORTES E A VIAGEM
1564 - A Partida e a Chegada
1566 - Os transportes aéreos
1568 - Os transportes ferroviários
1570 - Os transportes marítimos e submarinos
1572 - Os transportes rodoviários
1574 – A Viagem fora da Terra

1566 - VIDA INTERIOR E IMAGINÁRIO
1568 - A escrita e leitura
1570 - O devaneio
Ver também 1174 – A Meditação

1572 – A saudade

 

 

 

 

 

 

                                                                                                                                                               Topo

VIII – Natureza, Paisagem e Arcádia (1600 – 1619)

 

Paisagem; Exteriores com figuras; Arcádia: temas campestres e idílicos; Animais e animalismo; Natureza Morta

1600 – Paisagem
1601 – Paisagens com arquiteturas e figuras
1602 – Arcádia: temas pastoris, campestres e idílicos
ver também: 12Pan – Pan; 10CicP– Polifemo; 10Poli – Polifemo, Ácis e Galatéia;  11Alfe – Alfeu e Aretusa; 135 – Ninfas; 134 – Faunos e Sátiros; 1378 - O Pic-nic Aristocrático
1603 – Paisagem urbana
1604 – Paisagem devastada

1607 – Banhistas silvestres
Ver também 1388 – O Banho e os Banhos

1608 – O MAR E AS MARINHAS
1610 – Marinhas
1611 – Tempestades marinhas
1613 – Navios e esquadras
1614 – Batalhas navais
1615 – Naufrágios
1616 – Destroços e embarcações encalhadas
1617 –  O mundo submarino

1620 – Animais e animalismo
1621 – O Cavalo
1622 –  O Cão
1623 – O Gato
1624 – O Peixe

1625 – Natureza Morta
1626 – Cozinhas e Estandes de mercados
1628 – Açougues e Peixarias
1630 – Flores

1632 – Presas de Caça

 

 

 

                                                                                                                                                                Topo

IX – A figura humana, Retratos e caricaturas (1700)

 

Retratos de personagens contemporâneas ao artista; Retratos de artistas e autoretratos; Retratos alegóricos; Retratos de personagens antigas.
Ver também 508A – Monumentos cívicos à glória de uma personagem

1700B – Retratos e caricaturas Escultura
1700B1 - Retratos escultóricos contemporâneos
1700B2 - Retrato Mitológico e Alegórico
1700B3 - Artistas e Autoretratos
1700B4 - Personagens não-contemporâneas
1700C – Retratos Pintura
1700C1 - Retratos contemporâneos
1700C2 - Retrato Mitológico e Alegórico
1700C3 - Artistas e Autoretratos
1700C4 - Personagens não-contemporâneas
1702 – Nus e Academias

1704 – Figuras humanas estilizadas

 

 

 

                                                                                                                                                                Topo

X – Temas Diversos e Imagens não identificadas

 

Surrealismo; Cubismo; Arte Bruta; A derivação extemporânea, anacrônica e o falso; imagens sem identificação
1710 – Os temas surrealistas
1712 – Composições cubistas
1714 – Arte Bruta
1716 – A derivação extemporânea, anacrônica e o falso
1718 – Diagramas

 

 

 

 

Conexão com o banco 'indexiconografico' Microsoft SQL Server falhou !

Erro.Description: Login failed for user 'indexiconografico'. Reason: The account is disabled.
Erro.Number: -2147467259
Erro.Source: Microsoft OLE DB Provider for SQL Server