Fachada da catedral de Rouen

Edmond Bacot estudou pintura na Escola de Belas Artes de Paris, e freqüentou o ateliê do pintor Paul Delaroche, onde estudaram outros futuros grandes fotógrafos como Charles Nègre e Gustave le Gray, entre outros. Ele manteve uma relação de amizade com a família de Victor Hugo, com quem compartilhava os ideais republicanos.

Bacot realizou uma documentação fotográfica detalhada das igrejas na cidade de Rouen e arredores.

Como nota Sabine Roulleau, nessa imagem ele escolheu um ponto de vista oblíquo em relação ao edifício, elevado e perpendicular à exposição da luz.

O ponto de vista escolhido permitiu apreciar os detalhes da decoração escultórica, inacessíveis a olho nu, e a luz rasante contribuiu para destacar as esculturas.

O enquadramento e o recorte isolaram o fragmento do todo da fachada, conferindo-lhe a aparência de um baixo relevo.

No início do século XIX ocorreu na França a gradual revalorização do patrimônio arquitetural, em especial da arquitetura da Idade Média.

Em 1837, foi fundada a Comissão dos Monumentos Históricos, que criou, em 1851, a Missão Heliográfica, responsável pela documentação fotográfica dos principais monumentos e edifícios franceses. Muitos fotógrafos do período, mesmo sem trabalhar diretamente para o governo, dedicaram-se ao registro da arquitetura gótica.

Maria Antonia Couto da Silva
24/02/2011

Bibliografia:
1998 – S. Roulleau. «La production photographique d´Edmond Bacot au début des années 1850». In Victor Hugo: photographies de l´exil – en collaboration avec le soleil. Org. F. Heilbrun, D. Molinari. Paris : Rmn, pp. 181-183.

Artista

BACOT, Edmond

Data

1853c.

Local

Paris, Musée d'Orsay

Medidas

34 x 26 cm.

Técnica

Fotografia

Suporte

Pintura

Tema

Natureza Paisagem e Arcádia

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

1600 - Paisagem; 1601 - Paisagens com arquiteturas e figuras; 1603 - Paisagem urbana

Autor

Maria Antonia Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *