Figuras dançantes

Algumas obras de Pollaiuolo em torno de 1470-1480,
sucessivas a uma provável estada em Roma em 1469c., são
marcos incontornáveis no processo de conquista do idioma
antigo pela arte italiana destes anos.

Uma relação complexa com o antigo transparece sobremaneira
nesta Figuras dançantes da Villa La Gallina, em Arcetri
(Florença), pintada em afresco e têmpera por Pollaiuolo para
os irmãos Jacopo e Giovanni d´Orsino Lanfredini, personagens
do estreito círculo de Marsilio Ficino e de Lorenzo de´
Medici.

Tais afrescos, fragmentários e mal conservados, decoravam
uma espécie de sauna à imagem de um balneum antigo e
parecem de fato inspirar-se, como propõe Chastel, em figuras
de cerâmica etrusca, tais como as trazidas de Volterra em
1466 por Antonio Ivano da Sarzana.

Luiz Marques
08/01/2011

Bibliografia:
1961 – A. Chastel, L´Art et l´Humanisme à Florence au
temps de Laurent le Magnifique. Paris: PUF, 1982, p. 69.
1981 – E. Battisti, Cicli pittorici. Storie profane. Milão:
Touring Club Italiano, pp. 98-99.
1994 – – N. Pons, I Pollaiolo. Catalogo Completo, Florença:
Octavo, p. 101

Artista

POLLAIUOLO ou POLLAIOLO, Antonio

Data

1470/ 1480c.

Local

Arcetri, Villa La Gallina

Medidas

desconhecidas

Técnica

Afresco

Suporte

Pintura

Tema

Mitologia, História e Topografia Antigas

Período

SÉCULO XV

Index Iconografico

146 - Dança e dançarinos

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *