Flora

Localização inventarial: inv. n. 1077

Longamente conhecido como um retrato alegórico de Lucrécia Borgia (o catálogo do Museu mantém ainda esta hipótese), este retrato mitológico de uma jovem como Flora é de singular audácia por seu desabrido erotismo, pela estilização do penteado e pelo exótico turbante árabe. O colar e o broche de ouro, rubis e pérolas exibido na testa são outros elementos extravagantes deste excepcional retrato.

Divindade itálica do florescimento, introduzida legendariamente em Roma por Titus Tatius, rei dos Sabinos, Flora foi associada por Ovídio ao mito helênico da ninfa Cloris, fecundada por Zéfiro, que a faz reinar sobre as flores. A assim chamada Primavera de Botticelli (1489c.) representa-a justamente no momento de sua união com Zéfiro.

Bartolomeo Veneto, cuja atividade artística documenta-se entre 1502 e 1531 (data de sua morte, em Turim), foi um retratista de grande prestígio em Veneza e na Lombardia, especialmente em Milão e na Corte dos Este em Ferrara (1505-1508). Seu estilo desenvolve-se a partir de sua formação no ateliê de Gentile Bellini, e não ignora os primeiros retratos de Tiziano, um dos quais é justamente a célebre Flora* de 1515c., nos Uffizi.

Luiz Marques
09/07/2010

Bibliografia
1987 – K. Gallwitz, H-J. Ziemke, Städelsches Kunstinstitut und Städtische Galerie. Verzeichnis der Gemälde. Frankfurt am Maim, p. 29

Artista

Bartolomeo Veneto

Data

1502/ 1515c.

Local

Frankfurt, Städelsches Kunstinstitut

Medidas

43,5 x 34 cm

Técnica

Têmpera sobre madeira

Suporte

Pintura

Tema

A Figura Humana Retratos e Caricaturas

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

1700C - Retratos Pintura; 1700C2 - Retrato Mitológico e Alegórico; 135 - Ninfas; 135clo - Cloris / Flora

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *