Fortuna militar

Da impactante gravura de Albrecht Dürer (1501 ou 1502), a
Grosse Glück ou “Nêmesis”, deriva, nos dois primeiros
decênios do século XVI, um tema de predileção germânica, a
“A Fortuna militar”, figura alegórica da Guerra como
prostituta – Fortuna fatal ao soldado e à humanidade -, de
que dão testemunho os desenhos e gravuras do Mestre de 1515
(talvez Herman Vischer), de Niklaus Manuel e, sobretudo, do
artista suiço, Urs Graf (1485-após 1529).

Já o Mestre de 1515 dá à Fortuna um tratamento nitidamente
mais erótico, enquanto Niklaus Manuel e Urs Graf, cujas
obras datam do segundo decênio, rebaixam a figura mitológica
à condição de uma prostituta que exibe o crânio do soldado
ou, como é o caso deste desenho (assinado VG), atrai-o para
o leito sifilítico em que se lê: Got geb uns Glük
(“Deus nos dê sorte”) ou a mostram, enfim, como nova
Pandora, espalhando aos quatro ventos os males do mundo.

Luiz Marques
03/11/2011

1978 – C. Andersson, Dirnen, Krieger, Narren. Ausgewählte
Zeichnungen von Urs Graf. Basileia: GS Verlag

Artista

GRAF, Urs

Data

1514c.

Local

Frankfurt, Städelsches Kunstinstitut

Medidas

desconhecidas

Técnica

Desenho

Suporte

Pintura

Tema

Alegorias e Temas Artísticos Morais e Psicológicos

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

130Fort - Fortuna, Tyché, Kairos, Occasio, Nêmesis; 1463 - O
Exército e o Soldado; 1394 - Prostitutas e Prostíbulos;
1358sif - A Sífilis

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *