Loutrophoros

Registro inventarial: inv. CA 2985

O loutrophoros é um vaso para água usado nas
cerimônias nupciais. Este loutrophoros protoático de
fabricação ateniense entra em 1935 nas coleções do Louvre,
que possui ainda duas outras obras atribuídas ao Pintor de
Analatos. A obra em questão pertenceria a um momento de
maturidade do artista, embora a presença de serpentes em
relevo no bocal e nas alças vinculem-na ainda às ânforas do
período precedente.

Combinam-se aqui aos remanescentes da tradição geométrica
novos motivos decorativos de origem oriental, tais como
tranças, dentes de lobo e rosetas. Além disso, as cenas com
composições mais complexas ganham importância. Na pança, vê-
se um desfile de bigas de enorme elegância filiforme, típico
ainda do período precedente. No colo, ao alto, por outro
lado, as esfinges aladas pertencem ao novo repertório, como
bem nota o texto do Atlas Louvre.

É notável, no colo, a cena do matrimônio propriamente dita
com mulheres vestidas de peploi, dançando ao ritmo de
um duplo aulos (veja-se a imagem com detalhe desta cena).

O Pintor de Analatos pertence ao estilo protoático antigo,
com reminiscências técnicas, estilísticas e temáticas do
período geométrico. Uma de suas obras representa, por
exemplo, uma prothesis (exposição do cadáver em um
ritual funerário), típica dos vasos do período geométrico.

O Pintor de Analatos deriva seu nome de convenção da região
de Analatos (hoje ocupada pela cidade de Nea Smyrni), no
centro da Ática, onde diversas de suas obras foram
escavadas. É possível que ele tenha sido um discípulo do
Pintor de Statathou. Seu período de atividade parece se
inserir entre 700 e 675 a.C. e é possível que além de pintor
tenha sido também poteiro.

Luiz Marques
12/10/2011

Bibliografia:
http://cartelfr.louvre.fr/cartelfr/visite?
srv=car_not_frame

Artista

Pintor de Analatos

Data

-690- 680 a.C.

Local

Paris, musée du Louvre

Medidas

80 x 27,5 cm

Técnica

Cerâmica

Suporte

Pintura

Tema

Mitologia, História e Topografia Antigas

Período

ARTE GRECO-ROMANA

Index Iconografico

1102 - O Amor, os ritos e as paixões amorosas; 1102Espo - Os
esponsais e ritos de matrimônio; 1621 - O Cavalo

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *