Menelau vencedor (Ménélas vainqueur)

Registro inventarial: D 925

A gravura é acompanhada de uma legenda em versos atribuídos
ao amigo de Honoré Daumier (1808-1879), Albéric Second:

Sur les ramparts fumants de la superbe Troie
Ménélas fils de Dieux, comme une riche proie
Ravit sa blonde Hélène et l´emmene à sa cour
Plus belle que jamais de pudeur et d´amour

(Sobre as muralhas fumegantes da soberba Troia / Menelau
filho de Deuses, como uma rica presa / Rapta sua loira
Helena e a leva à sua corte / Mais bela que jamais de pudor
e de amor).

A gravura foi publicada no jornal Le Charivari em 22
de dezembro de 1841, primeira de uma série de 50 litografias
intitulada Histoire ancienne (História antiga) e
publicada neste jornal entre dezembro de 1841 e janeiro de
1843. O jornal reuniu-as ainda em 1843 em um álbum, vendido
com a seguinte publicidade:

“A beleza antiga sempre tentou os grandes artistas. David
entreviu-a, Ingres buscou-a, Daumier encontrou-a. Podemos
agora nos reconduzir à grande tradição de Atenas. A pintura
grega estava perdida. Daumier acaba de no-la restituir. Dir-
se-ia que o álbum Histoire ancienne tenha sido
encontrado entre as escavações de Egina. Esta restauração da
arte grega de fato não levou Daumier ao Institut, mas lhe
valeu o título glorioso de continuador de Apeles”.

Das 50 litografias publicadas, 17 ilustram a Ilíada, a
Odisseia e o clássico Les Aventures de Télémaque,
publicadas por Fénélon em 1699.

O Charivari prosseguia:

Seul, sans mission scientifique, Daumier a parcouru la
Grèce, s´inspirant là où un beau sentiment l´attachait,
pleurant là où une touchante tradition l´attendait.
Dessinant jour et nuit, il a retrouvé enfin le sentiment
grec primitif.

“Só, sem missão científica, Daumier percorreu a Grécia,
inspirando-se quando o atraía um belo sentimento, chorando
onde uma tradição comovente o aguardava. Desenhando dia e
noite, ele reencontrou enfim o sentimento grego primitivo”.

Luiz Marques
12/11/2011

Bibliografia
1992 – T. Sparagni, “Honoré Daumier, ´il pittore della vita
moderna´”. In, Goya Daumier Grosz. Il trionfo dell´idiozia.
Pregiudizi, follie e banalità dell´esistenza europea. Milão,
Mazzotta, pp. 99-190.

Artista

DAUMIER, Honoré

Data

1841

Local

desconhecido

Medidas

209 x 262 mm

Técnica

Litografia

Suporte

Pintura

Tema

Mitologia, História e Topografia Antigas

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

80 - A Ilíada e o Ciclo Troiano; 80mene - Menelau; 1328 - A
Imprensa e a Charge

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *