O Trabalhista

O quadro participou do Salão Nacional de Belas Artes de 1943, e o modelo foi um operário italiano, com menos de trinta anos. Ele destacou-se como líder sindical, como indica o título da obra.

O retrato compreende o busto e o operário de uniforme azul foi retratado contra um fundo neutro, de uma luminosidade suave. Ele apóia os braços sobre a mesa e tem um aspecto pensativo, transmitindo, ao mesmo tempo, um sentimento de segurança.

Como nota Clarival Valladares, o quadro é um dos pontos altos da obra do artista, um belo estudo de fisionomia. Para o pesquisador devemos notar como o quadro está “rigorosamente dentro dos cânones de Presciliano, da figura depurada, destituída de qualquer denotação anedótica, destituída de adendos narrativos e definida num mínimo de indicações…”.

Maria Antonia Couto
14/03/2011

Bibliografia:
1973 – C. P. Valladares. Presciliano Silva: um estudo biográfico e crítico. Rio de Janeiro: Fundação Conquista.
1983 – Q. Campofiorito. História da pintura brasileira no século XIX. Rio de Janeiro: Pinakotheke, pp. 246-253.

Artista

Presciliano Silva

Data

1943

Local

Coleção Particular

Medidas

65 x 52 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

A Figura Humana Retratos e Caricaturas

Período

O SÉCULO XX NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL

Index Iconografico

1700C - Retratos Pintura; 1700C1 - Retratos contemporâneos1486; O TRABALHADOR URBANO; 1488 - O Operário e a Fábrica; 1490 - O Partido e o Sindicato

Autor

Maria Antonia Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *