Oração da Tarde

Nesse quadro Presciliano Silva retratou um religioso que ora, ajoelhado em frente ao altar. O local representado é a sacristia do Convento do Carmo da Bahia, em Salvador.

Como nota Clarival Valladares, a obra é considerada por muitos críticos como a “mais relevante do artista quanto à luminosidade de um interior barroco, dominado por exuberante entalha dourada”.

Nesse local o pintor deu início a uma série de quadros que mostram interiores religiosos, como em “Última Porta”*.

Como observa Quirino Campofiorito, em 1923 o escritor Coelho Neto comentou sobre alguns quadros do pintor:

“Da visita que fiz ao ateliê de Presciliano Silva, mais do que a impressão visual, trouxe a sugestão poética das telas intituladas ´Oração da tarde´, ´Última Porta´ e ´Recordando´, poemas a cores nos quais se reflete melancolicamente a alma de um grande mistério.”

Campofiorito nota ainda que “as tintas magras servem a uma harmonia cromática muito suave e rigorosamente adaptada aos efeitos interiores dos templos baianos, o tema que passará a ter a preferência do pintor.”.

Na época de sua realização o quadro foi exposto na Casa Góes, local de comércio em Salvador, sendo amplamente divulgada.

Maria Antonia Couto
10/03/2011

Bibliografia:
1973 – C. P. Valladares. Presciliano Silva: um estudo biográfico e crítico. Rio de Janeiro: Fundação Conquista.
1983 – Q. Campofiorito. História da pintura brasileira no século XIX. Rio de Janeiro: Pinakotheke, pp. 246-253.

Artista

Presciliano Silva

Data

1918

Local

Rio de Janeiro, Museu Nacional de Belas Artes

Medidas

80 x 100 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

O SÉCULO XX NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL

Index Iconografico

1352 - O CLERO E A RELIGIÃO (1321-1329); 1358 - O Sermão, o fiel e sua Igreja; 1355 - Internos de igrejas

Autor

Maria Antonia Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *