Retrato de Artur Timóteo da Costa

Artur Timóteo da Costa (1882-1923) é retratado aqui por
Carlos Chambelland em Paris, onde então reside graças ao
prêmio de viagem à Europa obtido no Salão de 1906 com seu
Antes da Aleluia. Chambelland obtivera o mesmo prêmio
em 1907 com seu Final de Jogo*.

Trata-se de um dos mais característicos retratos do artista
como dandi, segundo o modelo elaborado especialmente pela
pintura francesa, de Manet a Degas, com seus derramamentos
sobre Giovanni Boldini, um especialista do retato dandi e o
mais parisiense dos pintores italianos da época.

O contraste entre as linhas arredondadas da poltrona e as
formas retangulares do quadro e da parede, bem como a busca
de acordes cromáticos de grande densidade atmosférica,
remetem de modo evidente a James Whistler, não apenas ao
célebre retrato de sua mãe* (1871, Musée d`Orsay), mas
sobretudo ao retrato de Thomas Carlyle* de 1872-1873, na
Glasgow Museum and Art Gallery.

Este gênero de retrato no qual o artista se convida a
participar do beau monde, da vida elegante da
burguesia e da aristocracia de final do século, pode ser
entendido como uma espécie de contrapartida reativa à
marginalização sociológica e à automarginalização
existencial do artista ao longo da segunda metade do século
XIX. Aos artistas brasileiros que transitavam da corte de
Pedro II para a República, empenhados em obter uma posição
estável no novo quadro institucional e em um mercado de arte
cronicamente raquítico, este ideal de homem refinado
convinha particularmente. Ele se reencontra, por exemplo, no
retrato de Presciliano Silva* por Antonio Olavo Batista, no
Museu de Arte da Bahia, no retrato de Gonzaga Duque por
Amoedo*, em coleção privada, entre outros.

Luiz Marques
30/04/2010

Bibliografia

1988 – J.R. Teixeira Leite, Dicionário Crítico da Pintura no
Brasil, Rio de Janeiro, Artlivre, ad vocem
2001 – L. Marques, Trinta Mestres da Pintura no Brasil.
Catálogo da exposição, Rio de Janeiro, Museu Nacional de
Belas Artes, p. 122

Artista

CHAMBELLAND, Carlos

Data

1909

Local

Rio de Janeiro, Museu Nacional de Belas Artes

Medidas

74 x 102 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

A Figura Humana Retratos e Caricaturas

Período

O SÉCULO XX NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL

Index Iconografico

1312 - O Dandi, Os Restaurantes e Cafés Elegantes; 1700C3 -
Artistas e Autoretratos

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *