Sem título (Cartola)

“Este retrato, capturado por Walter Firmo um dos mestres da fotografia documental, considerado no âmbito nacional como um genuíno retratista do povo brasileiro, apresenta o encontro do cantor Cartola no morro da mangueira com um de seus amigos, no instante em que a popular figura é carregada no colo no meio da rua.

Angenor de Oliveira, mais conhecido como Cartola (1908-1980), foi cantor, compositor e violonista, considerado como um dos maiores compositores da história da música popular brasileira.

Como tantas figuras da música popular, Cartola teve uma vida cheia de precariedades, tendo concluído apenas o nível primário. Conhecido a partir da década de 1930, depois de alcançar a popularidade, quando suas obras foram interpretadas por figuras como Aracy de Almeida, Carmen Miranda, Francisco Alves, Mário Reis e Silvio Caldas, Cartola desaparecerá do ambiente artístico durante vários anos caindo no esquecimento.

Redescoberto em finais dos 50, Cartola irromperá com novas composições que o levaram finalmente, em 1974, aos 66 anos, a gravar o primeiro de seus quatro discos retomando seu espaço na preferência popular. Firmo nos apresenta um gesto de carinho, um instante decisivo flagrado do cotidiano, uma amostra mais de admiração pelo amigo, pela pessoa comum e diáfana, do que pela popularidade da figura do cantor.

Walter Firmo, inicia sua carreira de forma autodidata como repórter fotográfico do jornal Última Hora, no Rio de Janeiro, em 1957; consolidando-se como fotojornalista nos anos 60 no Jornal do Brasil. A partir de 1971, Walter Firmo trabalhará como free-lance na área de publicidade e em seus projetos pessoais, iniciando suas pesquisas sobre os costumes e festas populares das regiões brasileiras, que continuará até 1990.

Firmo trabalha na atualidade como fotógrafo independente e coordena cursos e oficinas de fotografia. No início da década de 60, Walter Firmo aproxima-se do universo da cultura popular a partir da realização de uma série de retratos de algumas das mais destacadas figuras da música brasileira.

Sua passagem por Nova Iorque marcará uma pauta na produção do fotógrafo, que o levará a uma nova concepção artística de sua obra. A partir de seu regresso ao Brasil, Firmo desenvolve uma produção que abarca aproximadamente 20 anos, tendo como elemento distintivo a exaltação do negro na sociedade e sua contribuição para a constituição do “”povo brasileiro””. Tal imagem do “”povo””, a partir da representação da minoria negra, será um ponto fundamental para compreensão da produção artística de Walter Firmo no Brasil e de sua relevância dentro da própria comunidade representada.

Mónica Villares Ferrer
18/05/2010.

Artista

FIRMO, Walter

Data

1960- 1980

Local

Coleção do artista

Medidas

24, 5 x 32 cm

Técnica

Fotografia

Suporte

Pintura

Tema

A Figura Humana Retratos e Caricaturas

Período

SÉCULO XX

Index Iconografico

1700C1 - Retratos contemporâneos; 1350 - A Vida Urbana (A Via e os Espaços Públicos)

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *