Suicídio de Catão de Útica

Sobre as fontes textuais antigas relativas a Marcos Pórcio Catão (95-46 a.C.), morto suicida em Útica, ver os comentários a seu retrato no Museu de Rabat* e às diversas representações de seu suicídio, desde a de Beccafumi* em Siena em 1519-1520 até as de Guercino*, Langetti* e as duas versões da cena* pintadas por Charles Le Brun em 1646, entre … Continue lendo...

Suicídio de Catão de Útica

Sobre as fontes textuais do Suicídio de Catão de Útica, ver os comentários a seu retrato do Museu de Rabat* e ao afresco de Beccafumi em Siena, de 1519-1520.

Le Brun (1619-1660) executou duas versões desta cena, a primeira delas, esta do Musée de Arras, possivelmente ainda em Roma (e não em Lyon). Para Roma, ele rumara em 1642, graças … Continue lendo...

Suicídio de Catão de Útica

Sobre Marcos Pórcio Catão (95-46 a.C.), ver os comentários a seu retrato no Museu de Rabat* e ao afresco de Beccafumi representando seu suicídio*. Defensor máximo da ordem republicana, Catão suicida-se para não se submeter ao triunfo de César.

O suicídio de Catão é construído por Plutarco XXXVI,70 em cinco momentos: Catão despede-se de seu filho e seus auxiliares; recolhe-se … Continue lendo...

Suicidio de Catão

Sobre as fontes textuais antigas e modernas de Marcos Pórcio Catão (95-46 a.C.), morto suicida em Útica, ver seu retrato no Museu de Rabat* e as representações deste suicídio a partir de Beccafumi* em 1519-1520.

Com seu Morte de Catão, Jean-Paul Laurens (1838-1921) apresenta-se no Salon de 1863, obtendo reconhecimento, após uma fracassada tentativa de obter o Prix de … Continue lendo...

Suicidio de Catão

Juntamente com que Pierre Narcisse Guérin* (1783-1855) e Louis André Gabriel Bouchet* (1759-1842), Bouillon (1776-1831) arrebata, com esta obra, o Prix de Rome no Salon de 1797, que elegera por tema justamente o Suicídio de Catão.… Continue lendo...

Studiolo de Francesco I

“A partir de agosto de 1570, Francesco I dei Medici (1541 –
1587) ordena que o ambiente outrora destinado a seu próprio
dormitório seja convertido em um Studiolo.

A tal fim, ele foi decorado por uma equipe de artistas
florentinos, dentre os quais se contam, entre outros, os
escultores Vincenzo Danti, Giambologna e Vincenzo De Rossi e
os pintores Giovanni … Continue lendo...

Síntese plástica da Ideia de Guerra

“Sob duas bandeiras francesas, lê-se a inscrição: Ordre de
Mobilisation Générale
; embaixo, a data “”1914″”.

Nascido em Cortona, Gino Severini (1883-1966) instala-se em
1899 em Roma, onde vive em dificuldade. O encontro em 1901
com Umberto Boccioni (1882-1916) e Giacomo Balla (1871-
1958), que retornam de Paris, é decisivo em suas leituras de
Schopenhauer, Nietzsche, os romancistas russos e … Continue lendo...