Apolo, Mársias e Olimpo

“Registro inventarial: inv. 26051

Há uma inscrição aposta ao camafeu: “”Lau.R.Med.””, onde o R poderia ser lido seja como uma continuação de Laur[entius], seja como a palavra Rex, ambiguidade vantajosa em uma cidade já governada de fato por Lorenzo il Magnifico, mas ainda formalmente uma República.

A obra foi adquirida em 1487 por Lorenzo de´ Medici, do marchand veneziano Domenico … Continue lendo...