Visão de João na Ilha de Patmos

Registro inventarial: Ms 65

Trata-se do fólio 17r do manuscrito Les Très Riches Heures du Duc de Berry, dedicado nos fólios 17 a 19 à Leitura dos Evangelhos.

A imagem representa a visão de João na ilha de Patmos, consignada em Apocalipse, I, 9-13:

“Eu, João, (…) encontrava-me na ilha de Patmos por causa da Palavra de Deus e … Continue lendo...

Triunfo de João Corvino

Registro inventarial: MS Clmae 417

Matias Corvino, nascido Hunyadi (1443-1490) foi rei da Hungria de 1458 a 1490, data de sua morte em Viena. Sua educação foi toda italiana e em italiano e seu reinado pautou-se pelo modelos de civilização dos grandes centros italianos da segunda metade do Quatrocentos, imitação de que se beneficiaram as principais cidades de seu reino. … Continue lendo...

Retrato de Jacopo Antonio Marcello

Registro inventarial: inv. n. 940, fol. 38v.

O retrato de Jacopo Antonio Marcello, atribuído a Andrea Mantegna (1431c.-1506), ilustra um manuscrito intitulado Vita e Passione di san Maurizio, santo padroeiro da Ordem do Crescente, criada pelo Rei René d´Anjou e da qual Jacopo Antonio Marcello era membro desde 1449.

O signo do Crescente é visível sobre a esplêndida túnica … Continue lendo...

Luís, o Pio ou o Bondoso (Louis, le Pieux ou le Débonnaire)

A figura representa Louis, le Pieux ou le Débonnaire (778/814 – 840), filho e sucessor de Carlos Magno. Ela ilustra o fólio 4v. do De Laudibus Sancta Crucis de Raban Maur (776-856).

Trata-se do primeiro exemplo de um texto do assim chamado “renascimento carolíngio” ornado de iluminuras, e o primeiro retrato de um imperador carolíngio em um livro.

A postura … Continue lendo...

La trinchera de caña.

Esta obra do pintor cubano Servando Cabrera Moreno (1923/1989), é representativa dentro da produção de um artista que introduzi-o por primeira vez na pintura nacional o tema do erotismo homossexual convertendo-se numa figura sui generis no contexto cubano. “La trinchera de caña” apresenta algumas das principais caraterísticas da linguagem pessoal desenvolvida por Cabrera Moreno, artista de longa experiencia na criação … Continue lendo...

Artista

CABRERA Moreno, Servando Miguel Justo Jesús
Data
1976

La Divina Commedia (Il Dante Urbinate)

Registro inventarial: Codice Urbinate Latino 365

Sobre as informações gerais relativas a esta cópia da Divina Commedia, conhecida como Il Dante Urbinate de Federigo da Montefeltro (1422-1482), duque de Urbino, ver o texto que acompanha a imagem do fólio 1.

A presente miniatura ilustra o Canto VIII do Inferno: durante a noite do Sábado de Aleleuia, os dois poetas atravessam … Continue lendo...

La Divina Commedia (Il Dante Urbinate)

Registro inventarial: Codice Urbinate Latino 365

Esta célebre cópia da Divina Commedia, conhecida como Il Dante Urbinate foi encomendada a Matteo de´ Contugi da Volterra, em 1477 ou no início de 1478, por Federigo da Montefeltro (1422-1482), senhor de Urbino desde 1444 e nomeado duque desta cidade em 1474 por Sixto IV, além de Gonfaloniere del Papa.

Condottiere e … Continue lendo...

Crucificação do Evangelho de Rabbula

Localização inventarial: ms. plut. 1.56, c. 13r.

Nesta que é primeira iluminura conservada de uma cena da Crucificação, estampam-se alguns dos traços iconográficos mais distintivos e recorrentes desta iconografia. Vê-se, por exemplo, a primeira representação conhecida de Longinus, o soldado que, segundo João (19, 34), teria transpassado com uma lança o lado direito de Cristo. Vêem-se também, sempre segundo João, … Continue lendo...

Bóreas, o Vento do Norte

“(continuação do comentário à imagem de Bóreas, veja-se:
http://www.mare.art.br/detalhe.asp?idobra=3641)

Não se explica facilmente a presença dessa figura mitológica
em um livro de antífonas. Giorgio Vasari fornece nas Vite
di Fra’ Iocondo e di Liberale e d’altri Veronesi
(1568)
algumas informações sobre a estada de Liberale da Verona em
Siena, na qual, segundo o biógrafo, ele se encontraria ativo
desde 1466, … Continue lendo...

Bóreas, o Vento do Norte

“Dentre as primeiras personificações do Vento como entidades
mitológicas na arte da Idade Moderna, contam-se uma
ilustração da cena do naufrágio de Eneias, no canto I, vv.
72-101 para o famoso manuscrito da Eneida de Virgílio,
hoje na Biblioteca Riccardiana de Florença (Ms. 492, fol.
62v), e um cassone conservado na Yale University Art
Gallery, ambas obras de Apollonio di … Continue lendo...