A Castração de Uranos

“Na Teogonia (133, 166), Hesíodo descreve o ato pelo qual Cronos (Saturno) castra o pai, Uranos:

E o grande Uranos veio, trazendo a noite e envolvendo Gaia, sedento de amor [por Gaia]; ei-lo que se aproxima e se expande em todos os sentidos. Mas o filho, de seu lugar, estende a mão esquerda, enquanto com a direita toma da longa foice de dentes pontiagudos e, bruscamente, ceifa-lhe as bolsas para jogá-las em seguida ao acaso atrás de si. (…) O sangue jorrado, Terra recebeu-o e, com o passar do tempo, dele fez nascer as possantes Erínias.

Vasari (1511-1574) representa o tema no âmbito de um elogio genealógico dos Medici no Palazzo della Signoria, convertida em residência ducal desde 1540. A invenzione, de autoria de Cosimo Bartoli, que se baseia no De genealogia deorum de Boccaccio, estendia-se por doze ambientes, superpostos em dois andares, seis a seis. A ideia básica era representar nas salas do andar de cima divindades greco-romanas, fazendo corresponder a cada Medici do andar de baixo o atributo de uma precisa divindade. Assim, temos o seguinte sistema de correspondências:

I – Ceres (Cosimo il Vecchio, 1389-1464)
II – Opes ou Cibele (Lorenzo il Magnifico, 1449-1492)
III – Júpiter (Cosimo I, 1519-1574)
IV – Hércules (Giovanni delle Bande Nere, 1498-1526)
V – Saturno ou Cronos (Clemente VII, 1478 – 1534)
VI – Os Elementos (Leão X, 1475-1521)

No diálogo Ragionamenti (Giornata prima, Ragionamento primo), Giorgio Vasari explicita ao duque Cosimo I o sentido da fabula, dosando filosofemas artistotélicos e artigos de dotrina cristã:

“”Principe: dize-me um pouco o que se representa neste quadro grande ao centro, onde vejo tantas mulheres nuas e vestidas?

Giorgio: Esta é a castração do Céu feita por Saturno. Dizem que antes da criação do mundo, quando havia o caos, o grande e ótimo Deus, deliberando criar o mundo, espalhou sementes de todas as coisas a serem geradas (…) Ordenado o Céu e os elementos, foi criado Saturno, que se mede pelo giro do Céu; e Saturno castrou o Céu e cortou-lhe as genitálias.

P: Muito bem, prosseguí

G: Aquele ancião, portanto, nu e deitado com aspecto sereno, tão encanecido, figura o Céu; o outro velho, de pé e de costas e com a foice para baixo, é Saturno (…)

P: Um momento: o que significa este ato de cortar-lhe os genitais e jogá-los ao mar?

G: Significa que cortar o calor como forma e jogá-lo na umidade do mar como matéria foi a causa da geração das coisas terrenas, caducas, corruptíveis e mortais, gerando Vênus da espuma marinha.

P: Vamos em frente. Este coro de figuras que circundam o Céu e Saturno, dizei por favor quem são.

G: Estas são as dez potências ou os atributos que os Teólogos dão a Deus, que realmente auxiliam na criação do universo””.

Em seguida, Vasari nomeia cada figura, as quais designam a Sapiência (o escultor), a Providência (a figura esvoaçante à esquerda), a Clemência (que faz jorrar leite dos seios), a Graça divina (que distribui os bens de seu vaso), o Tiunfo (figura feminina esvoaçante à direita), etc. A longa e detalhada descrição de cada detalhe da composição conclui-se com uma clássica exortação ao exercício da virtude pelo governante absolutista:

“”os quais, como substitutos de Deus governam todas as partes do mundo e para eles concorrem todas as graças celestes e terrestres, de modo a que com elas possam exaltar e premiar a virtude, assim como punir os vícios dos homens maus; e para que, vendo o duque nosso tão admiráveis efeitos, possa por Deus reconhecer cada coisa, quando olha estas figuras””.

Observe-se enfim como Vasari alinha-se nesta composição ao sistema geocêntrico do mundo, sobre o qual repousa o cetro do governante.

Luiz Marques
09/10/2010

Bibliografia
1557/1588 – G. Vasari, I Ragionamenti. Ed. Milanesi, Le Opere di Giorgio Vasari, VIII, Florença, 1906
1997 – U. Muccini, Pittura, Scultura e Architettura nel Palazzo Vecchio, Florença, p. 52

Artista

VASARI, Giorgio

Data

1555-1558

Local

Florença, Palazzo Vecchio

Medidas

desconhecidas

Técnica

Afresco

Suporte

Pintura

Tema

Mitologia, História e Topografia Antigas

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

10Ura1 - A Castração de Uranos por Saturno; 10Cron - Saturno Cronos

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *