A Toilete de Vênus

“Registro inventarial: inv. 32

No interior de um pequeno bosque, circundado por montanhas, Vênus enfeita-se ajudada pelas ninfas e por Cupido. A deusa senta-se sobre um rochedo e contempla-se no espelho que uma de suas companheiras segura, ajoelhada à sua frente. As outras ao redor trazem-lhe jóias.

O quadro forma um pendant com um Julgamento de Páris, conservado no mesmo … Continue lendo...

A Punição de Cupido

“Este pequeno afresco representa uma cena idílica. Afrodite
ou Vênus vestida e sentada em meio a uma paisagem rochosa
tem a seu lado Anteros, que parece lhe aconselhar algo. Ela
traz no colo o carcás com as setas tomadas de seu mal
comportado filho. Conduzido por uma mulher, Cupido dá as
costas ao espectador e chora desconsolado pela perda de … Continue lendo...

A Música ou o Temperamento fleumático

“O gato branco designa o humor ou temperamento fleumático, um dos quatro temperamentos que constituem o sistema humoral humano, cada um deles caracterizado pelo predomínio de um determinado humor:

1. a bile negra, humor de qualidade fria e seca, ao qual corresponde em termos psicológicos o tipo melancólico (atra bilis ou mélaina colé, de onde melancolia).

2. o … Continue lendo...

A morte de Sofonisba

A história de Sofonisba é narrada por Tito-Lívio, De urbe condita, XXX, xiv-xv. Um resumo circunstanciado desta passagem do historiador romano encontra-se no texto que acompanha a têmpera homônima de Andra Mantegna na National Gallery de Londres.

A referência para a datação desta pintura atribuída a Giampietrino é sua proximidade com algumas pinturas de Leonardo da Vinci (1452-1519), como por … Continue lendo...

A morte de Sofonisba

A história de Sofonisba é narrada por Tito-Lívio, De urbe condita, XXX, xiv-xv. Para um resumo circunstanciado desta passagem do historiador romano, leia-se o texto que acompanha a Sofonisba de Andra Mantegna na National Gallery de Londres.

Representações do suicídio de Sofonisba tornam-se mais recorrentes no século XVII, mas seu surgimento entre finais do século XV e inícios do século … Continue lendo...

A mina de diamantes

Como nota Berti [1967:72], as instruções de Vincenzo Borghini a respeito desta composição são seguidas à risca, ou quase, por Maso da San Friano:

“Sotto l´´aria ne vorrei una bizzarra et stravagante, ciò è che fingessi monti asprissimi più che la nostra pietra pana [Pania] o la Vernia o il Caucaso degli antichi, dove con fune, scale di corda… et … Continue lendo...

Artista

MASO DA SAN FRIANO, Tommaso Manzuoli, chamado
Data
1572

A Lição de Música do Rouxinol

Entre os pintores alemães de sua geração, e mais ainda
talvez que Caspar David Friedrich (1774-1840), Philipp Otto
Runge (1777-1810) distingue-se por seu temperamento
especulativo e seus interesses teóricos e filosóficos,
situados na confluência de sua educação luterana, firmada
na convivência juvenil com o teólogo e poeta Ludwig Gotthard
Kosegarten (1758-1818), e de certo panteísmo romântico.

Sua teoria da cor, … Continue lendo...

A Justiça de Zaleucos

“Registro inventarial: inv. 1890, n. 5907

O afresco decorava originalmente o Palazzo Mechiorre
Baldassini, conforme afirma Giorgio Vasari, na “”Vida de
Perin del Vaga””:

Ne´ medesimi tempi avendo messer Marchionne Baldassini
fatto  murare una casa molto bene intesa, come s´è detto,
da Antonio da  Sangallo, vicino a S. Agostino, e desiderando
che una sala che egli vi aveva fatta fusse dipinta tutta,
esaminati molti di que´ giovani  acciò che
Continue lendo...