Corte de Carnaúba

“José dos Reis Carvalho formou-se com o pintor francês Jean Baptiste Debret na Academia Imperial de Belas Artes e participou de diversas exposições, como a de 1829, segundo relata Debret em sua “”Viagem Pitoresca””. Foi o pintor que participou da Comissão Científica de Exploração que D. Pedro II enviou ao Ceará entre os anos de 1859 e 1861, ocasião em … Continue lendo...

Cascatinha Taunay, Rio de Janeiro (RJ)

O fotógrafo registrou o aspecto sublime da paisagem, destacando a delicadeza da vegetação da Floresta da Tijuca, onde se situa a cachoeira. Como nota Pedro Vasquez, a queda d`água de mais de 30 m de altura, encantou os artistas que a contemplaram, a começar por aquele que lhe emprestou o nome: o pintor de história e paisagista Nicolas Antoine Taunay, … Continue lendo...

Cascata do Itamaraty

“Essa gravura apresenta uma vista aproximada da Cascata do
Itamaraty, em Petrópolis, no Rio de Janeiro, e foi realizada
para ilustrar o livro “”Brasil Pitoresco””, de Charles
Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861.
Seus autores percorreram o interior do Rio de Janeiro por
volta de 1858.

As florestas e cachoeiras, assim como a exuberância da
natureza brasileira … Continue lendo...

Artista

FROND, Victor (fotografia); CICÉRI, Eugène (lito)
Data
1858

Casario nos arredores de Nápoles

Com sua serena luminosidade, sua pureza atmosférica que mantém o foco mesmo em seus últimos planos e, sobretudo, com seu senso íntimo da beleza do solo clássico (que tanto atraiu os pintores nórdicos itinerantes entre Roma e Nápoles), esta paisagem foi apresentada na 4ª exposição Promotrice di Napoli de 1866, ocasião em que foi adquirida por Vittorio Emanuele II para … Continue lendo...

Casal em viagem

Esta composição de Reis Carvalho apresenta a penúria de um casal face a uma natureza hostil que os força a migrar em busca de água, o elemento vital. Esta paisagem difere do ideal de natureza com águas cristalinas para o descanso do homem do campo, justamente por ser um flagelado da seca. Forçados a migrar, o homem e a mulher … Continue lendo...

Aqueduto da Carioca (Arcos da Lapa)

O aqueduto da Carioca, conhecido também como Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro, foi amplamente documentado por viajantes e artistas durante o século XIX. Obras de mesmo tema, um pouco anteriores à fotografia de Leuzinger, são uma pintura de Agostinho da Motta (s.d., Col. Brasiliana) e uma litografia a partir de fotografia de Victor Frond*, realizada para o álbum … Continue lendo...

Aqueduto da Carioca (Arcos da Lapa)

“A litografia foi realizada para ilustrar o livro Brasil Pitoresco, de Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861. O aqueduto da Carioca, conhecido também como Arcos da Lapa, no Rio de Janeiro, foi amplamente documentado por viajantes e artistas durante o século XIX. A construção, em estilo romano, foi realizada entre 1744 e 1750, com o objetivo … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); BACHELIER (litografia)
Data
1858

Antigo Colégio dos Jesuítas em Salvador, Bahia

” A litografia foi realizada para ilustrar o livro “”Brasil Pitoresco””, de Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861. As fotografias foram utilizadas como base para as litografias realizadas na Maison Lemercier, em Paris.

De acordo com o projeto inicial, os autores do livro iriam percorrer a Bahia e Pernambuco. O falecimento de Ribeyrolles em 1860 limitou … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); BENOIST, Ph. (litografia)
Data
1858

A Villa Chigi (Farnesina) vista da Via Giulia

Entre 1508 e 1511, Baldassare Peruzzi constrói para o banqueiro Agostino Chigi a Villa Chigi, uma das mais importantes referências da arquitetura romana de inícios do século XVI, cenário de algumas das mais espetaculares festas da “Idade de Ouro” do Renascimento italiano, além de sede de alguns dos mais célebres afrescos de Baldassare Peruzzi, Sodoma e, sobretudo, de Rafael e … Continue lendo...

A Presidência, em Petrópolis (RJ)

“A litografia foi realizada para ilustrar o livro “”Brasil Pitoresco””, de autoria dos franceses Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861. As fotografias de Frond foram utilizadas como base para as litografias realizadas na Maison Lemercier, em Paris. O livro iria representar o Brasil na Exposição Universal a ser realizada em Londres, em 1862.

A paisagem de … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); TIRPENNE (litografia)
Data
1858