Monumento a Duque de Caxias (Imagem 2 ) – Batalha de Itororó

Para o Monumento a Duque de Caxias, o escultor Rodolfo Bernardelli realizou dois baixos-relevos com cenas relativas à Guerra do Paraguai.

Neste relevo foi representada uma cena da batalha ocorrida na ponte do Rio Itororó, em 6 de dezembro de 1868, batalha esta que marca a vitória do exército brasileiro, liderado por Caxias, que conseguiu de forma decisiva avançar pelo território inimigo e conquistar a cidade de Assunção, capital do Paraguai.

Para a Batalha de Itororó, um dos modelos formais de Bernardelli poderia ter sido o trabalho realizado por Francesco Barzaghi, no relevo “A batalha de Magenta” (1881) que compõe o Monumento a Napoleão III, tanto pelo tipo de modelagem como pela idéia da divisão em grupos distintos dos combatentes.

No campo formal o relevo destaca-se pelos os efeitos obtidos pelo artista, como o da estrutura da belíssima ponte que marcou o evento militar. Destacamos ainda a sugestão de atmosfera presente no céu e o realismo na representação da água que passa sob a ponte.

(continua no texto que acompanha a Imagem 3)

Artista

BERNARDELLI, Rodolfo

Data

1899

Local

Rio de Janeiro, Panteão Duque de Caxias

Medidas

não disponíveis

Técnica

Bronze

Suporte

Escultura

Tema

História Medieval Moderna e Contemporânea

Período

O SÉCULO XIX NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL (A PARTIR DE 1822)

Index Iconografico

508A - Monumentos cívicos à glória de uma personagem

Autor

Maria do Carmo Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *