A Corar a Roupa

O quadro do pintor José Malhoa (1855-1933) relaciona-se à pintura de gênero portuguesa do final do século XIX, que se ocupava de temáticas extraídas da vida cotidiana das camadas populares naquele país.

O artista retrata uma jovem lavadeira em atividade de molhar os lençóis ensaboados, colocados para corar ao sol.

O artista cria uma paisagem ensolarada, na qual se distinguem os tecidos estendidos, que criam amplas manchas brancas na tela.

A figura da lavadeira é marcada pelos tons dourados e alaranjados e seu vestido claro contrasta com a pele escurecida pelo sol. O rosto da personagem, em uma área de sombra da composição, ganha um reflexo da luz que incide sobre os lençóis, deixando entrever uma expressão de seriedade e concentração.

O artista destaca-se por sua pintura plena de luz e de marcante colorido. A vasilha de barro decorada, que possui um fundo de tom terroso, o brilho metálico do regador e o verde escuro da vegetação são elementos de destaque na composição marcada pelo diversificado uso do branco e de suas nuances.

Maria do Carmo Couto
11/03/2011

Bibliografia:
1996 – O Grupo do Leão e o naturalismo português / curadoria Raquel Henriques da Silva, Zuzana Paternostro; ensaios Raquel Henriques da Silva [et al.]. São Paulo: Pinacoteca do Estado, p.57.
1996 – Paulo Henriques. Jose Malhoa. Lisboa: INAPA, p.66.

Artista

MALHOA, José

Data

1905

Local

Rio de Janeiro, Museu Nacional de Belas Artes

Medidas

63 x 75 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

SÉCULO XX

Index Iconografico

Os Trabalhos da Camponesa

Autor

Maria do Carmo Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *