Vendedora de miudezas

Marc Ferrez foi o mais conceituado fotógrafo da paisagem brasileira, desde a década de 1870, e sua produção apresenta diálogo com a produção de pintores do período. Estudiosos apontam ainda a importância para Marc Ferrez do contato com a obra de fotógrafos pioneiros no país, atuantes nas décadas de 1860 e 1870, como Revert Henry Klumb, Georges Leuzinger e Victor Frond.
Ferrez tornou-se muito conhecido pelas inúmeras paisagens do Rio de Janeiro, pelas fotografias realizadas para a Comissão Geológica do Império, e também pelo registro de trabalhadores urbanos, realizado principalmente na década de 1890. Na fotografia Vendedora de miudezas a personagem foi registrada contra um fundo neutro, procedimento comum na obra de Ferrez, que evidenciou a expressão do rosto, a aparente fragilidade da vendedora, a variedade de mercadorias e detalhes das vestes.

29/08/2010
Maria Antonia Couto da Silva

Bibliografia

O BRASIL de Marc Ferrez. Rio de Janeiro : Instituto Moreira Salles, 2005.

SILVA, Maria Antonia Couto da. “Pintura e fotografia no Brasil do século XIX – considerações acerca do álbum `Brasil Pitoresco` de Charles Ribeyrolles e Victor Frond”. Boletim do Grupo de Estudos do Centro de Pesquisa Arte e Fotografia, São Paulo, ECA-USP, v. 3, maio 2009, p. 37-48.

Artista

FERREZ, Marc

Data

1899c.

Local

Rio de Janeiro, Instituto Moreira Salles

Medidas

24 x 18 cm.

Técnica

Fotografia

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

O SÉCULO XIX NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL (A PARTIR DE 1822)

Index Iconografico

O trabalhador urbano; Outros universos do trabalho

Autor

Maria Antonia Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *