Vassouras

“Esta litografia foi realizada para ilustrar o livro “”Brasil Pitoresco””, de Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861.

Seus autores percorreram o interior do Rio de Janeiro por volta de 1858. As fotografias foram utilizadas como base para as litografias realizadas na Maison Lemercier, em Paris. As litografias originais produzidas para ilustrar o livro não eram coloridas, … Continue lendo...

Artista

FROND, Victor (fotografia); CICÉRI, Eugène (lito)
Data
1858

Trabalhador do mato

A litografia foi realizada para ilustrar o livro “Brasil Pitoresco”, dos franceses Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861. Na opinião de Segala, essa imagem e também a que apresenta o “Trabalhador da roça”* afinam-se:

“com as interpretações correntes na Europa em torno da idéia do pitoresco, que, quando deslocado da paisagem para os costumes, distingue na … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); CHAMPAGNE (litografia)
Data
1858

Trabalhador da roça

A litografia foi realizada para ilustrar o livro “Brasil Pitoresco”, dos franceses Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861. As fotografias foram utilizadas como base para as litografias realizadas na Maison Lemercier, em Paris.

Apenas algumas fotografias de Frond correspondem diretamente a trechos do texto de Ribeyrolles. Nas litografias “Trabalhador da roça” e “Negra da roça” os … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); CHARPENTIER (litografia).
Data
1859

Templo Protestante, Salvador (BA)

“A litografia foi realizada para ilustrar o livro “”Brasil Pitoresco””, de autoria dos franceses Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861.

As fotografias foram utilizadas como base para as litografias realizadas na Maison Lemercier, em Paris. O livro iria representar o Brasil na Exposição Universal de Londres, em 1862.

De acordo com o projeto inicial, os autores … Continue lendo...

Soldat im Irrenhaus II (Soldado no manicômio)

Assinada e datada, 1918

A experiência dos horrores da I Grande Guerra leva inúmeros
soldados ao manicômio ou ao menos a sanatórios para doenças
nervosas, como é o caso, por exemplo, de um artista como
George Grosz, internado em 1917.

Embora não haja notícias de que Conrad Felixmüller (Dresden,
1897-Berlim, 1977) tenha sofrido, ele próprio, como soldado
durante a longa … Continue lendo...

Senzala de fazenda fluminense (imagem 2: detalhe)

“(continuação do texto que acompanha a imagem principal)

As litografias do “”Brasil Pitoresco”” foram muito reproduzidas em livros didáticos e em manuais de história, durante o século XX. Elas precisam ser compreendidas, entretanto, dentro de um projeto editorial que associava as imagens ao texto de Ribeyrolles.

O historiador Afonso E. Taunay, no prefácio à edição de 1941 e à reimpressão … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); BENOIST, Ph. (litografia)
Data
1861

Senzala de fazenda fluminense

A gravura foi realizada para ilustrar o livro “Brasil Pitoresco”, dos franceses Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861. As fotografias foram utilizadas como base para as litografias realizadas na Maison Lemercier, em Paris.

Os autores percorreram o interior fluminense em 1858, documentando o trabalho dos afrodescendentes nas grandes fazendas de café. Frond registrou as várias atividades … Continue lendo...

Artista

FROND, V. (fotografia); BENOIST, Ph. (litografia)
Data
1861

Retrato de D. Pedro II

“A gravura foi concebida como ilustração do livro “”Brasil Pitoresco””, de Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861.

Como observa Lygia Segala, em lugar da pose oficial, como cetro, a coroa e o manto, o imperador foi retratado como “”um estudioso nos trópicos””, cercado os últimos lançamentos editoriais e de obras raras.

Procura apresentar-se como monarca esclarecido, … Continue lendo...

Artista

Frond, Victor (fotografia); Leon Noel (litografia)
Data
1858

Retrato de August Strindberg

A obra é assinada embaixo a lápis: “Edv. Munch”

Após o retrato de 1892, realizado em Berlim (Estocolmo,
Moderna museet), Edvard Munch (1863 – 1944) executa em
Paris, entre março e julho de 1896, esta litografia de
August Strindberg (Woll 62), no âmbito de uma série de
retratos de artistas escandinavos.

Quatorze anos mais velho que Munch, Strindberg abre para … Continue lendo...

Retrato da Imperatriz D. Teresa Cristina

“A gravura foi concebida como ilustração do livro “”Brasil Pitoresco””, de Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861.

Os retratos da Imperatriz D. Teresa Cristina, assim como os de D. Pedro II, fazem parte de uma mesma série fotográfica, utilizada nas publicações “”Galeria dos Brasileiros Ilustres, os Contemporâneos”” (publicada por Sisson entre 1857 e 1860), e “”Brasil … Continue lendo...