Dois limpadores de chaminés [Deux petits Savoyards]

Nesta fotografia Charles Nègre apresentou dois limpadores de chaminés, trabalho que na época era exercido também por crianças. Os personagens, posicionados diante de um fundo neutro, olham diretamente para o observador.

O fotógrafo enfatizou a seriedade e a dignidade dos retratados. Destacou ainda a extrema miséria, revelada pelas vestes sobrepostas e esfarrapadas e pelos calçados grosseiros, com os quais os personagens deveriam enfrentar o inverno rigoroso.

Charles Nègre, atuando desde a década de 1850, foi considerado pelos críticos contemporâneos um mestre da fotografia de gênero. O cotidiano de trabalhadores urbanos, em especial dos limpadores de chaminés, foi um tema freqüente em sua produção.

Ele fotografou ainda pessoas do povo e da vizinhança, figuras familiares e pitorescas, como vendedores e músicos ambulantes. Nègre criou imagens de grande qualidade técnica, e que foram bastante divulgadas em litografia. Ele registrou também a arquitetura e paisagens de diversas localidades da França.

O título da fotografia em francês (Dois saboianos) faz menção ao local de origem dos retratados: o ducado de Sabóia, departamento francês que pertenceria posteriormente à Itália (o duque de Sabóia recebeu o título de rei de Sardenha em 1720 e se tornaria rei da Itália em 1861).

Maria Antonia Couto da Silva
17/02/2011

Bibliografia:
1976 – J. Borcoman. Charles Nègre: 1820-1880. Ottawa: National Gallery of Canada, 1976.

Artista

NÈGRE, Charles

Data

1853c.

Local

Paris, col. part.

Medidas

17,5 x 12,1 cm

Técnica

Fotografia

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

1484 - O TRABALHO E SEUS UNIVERSOS; 1486 - O TRABALHADOR URBANO

Autor

Maria Antonia Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *