Autorretrato como soldado

Registro inventarial: AMAM 1950.29

Ernst Ludwig Kirchner (1880-1938) é talvez o pintor que
melhor exprimiu o espírito do expressionismo no que ele tem
de mais selvagem, primitivista e metropolitano, isto é, na
acepção que lhe confere o movimento Die Brücke, em
Dresden, entre 1905 e a I Grande Guerra.

Este autorretrato é executado quando o artista serve
voluntariamente em 1915 como motorista em um regimento de
artilharia (Mansfelder Feldartillerieregiment Nr. 75),
atividade de que será logo licenciado por problemas de
saúde, em particular nos pulmões.

É durante essa licença que Kirchner pinta este autorretrato,
“autobiografia metafórica”, no qual se figura em uniforme
com um cigarro nos lábios e os olhos vazios e sem íris,
exibindo ostensivamente a mutilação de sua mão direita, com
a extremidade do braço ensanguentada como um pedaço de um
animal em um açougue.

A presença de dois quadros ao fundo, em especial a figura do
nu feminino com o qual Kirchner parece não manter nenhuma
relação, surge como trágica reminiscência de sua atividade
artística, brutalmente interrompida pela simbólica
mutilação.

Debilitado pelo álcool e pelo uso abusivo de drogas,
Kirchner foi enviado em seguida a um sanatório em Königstein
in Taunus, onde passa o ano de 1916, e mais tarde para
Davos, graças, segundo D. Hamburger, à intervenção de seu
comandante, Hans Fehr, também ele um próximo do grupo Die
Brücke
e um amigo de Emil Nolde.

Em outubro de 1917, Kirchner começa a sofrer de paralisia
das mãos e dos pés, o que o leva a se tratar em Kreutzlingen
na Suiça. O autorretrato de Oberlin prenuncia assim a ameaça
de incapacitação artística contra a qual Kirchner terá de se
confrontar com dificuldades cada vez maiores, até sua morte
prematura aos 58 anos.

As linhas agressivamente quebradas das figuras no quadro,
típicas das obras de Kirchner no período, demonstram quão
profundamente a linguagem da xilogravura havia impregnado
sua poética no âmbito da pintura.

Luiz Marques
01/11/2011

Bibliografia:
1996 – W. Schmied, “Espressionismo e Sachlichkeit”. In, La
Pittura tedesca, Milão: Electa, pp. 461-464.
s/d – D. Hamburger,
www.oberlin.edu/amam/Kirchner_SelfPortrait.htm

Artista

KIRCHNER, Ernst Ludwig

Data

1915

Local

Oberlin (Ohio), Allen Memorial Art Museum

Medidas

69,2 x 61 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

SÉCULO XX

Index Iconografico

1700C - Retratos Pintura; 1700C3 - Artistas e Autorretratos;
1100Gue - A Guerra e os Horrores da Guerra; 1463 - O Exército
e o Soldado; 1394 - Prostitutas e Prostíbulos

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *