Retrato de Jovem veneziano

Registro inventarial: inv. n. 21

Na pequena circunferência sobre o parapeito, no canto inferior direito, está inscrito a figura de um cervo, emblema do artista, baseado na assonância capra / Capriolo. À volta, lê-se a data (1512), a assinatura de Domenico Capriolo (Domenicus, 1494-1528) e a idade do retratado (25 anos).

Vestido suntuosamente à veneziana, o jovem fidalgo mostra-se de perfil com a cabeça voltada para o espectador e o braço esquerdo sobre o parapeito projetado para o primeiro plano em um efeito espacial audacioso.

O jovem faz-se retratar na corte de seu palácio, em cujo nicho exibe-se uma estátua de Vênus, possivelmente do tipo da Venus pudica de Cnido, de Praxíteles. Parece clara a intenção do comitente da obra de emular o Cortile delle statue de Júlio II, que se havia enriquecido desde 1509 com a Venus felix, então apreciadíssima. Nas mãos, o retratado tem um livro, outro item de sua coleção.

Ao fundo, a igreja com uma fachada semelhante pode designar a relação do retratado com sua paróquia ou simbolizar um contraponto com a estátua de Vênus, no âmbito de uma concordantia entre cultura antiga e cristã.

Domenico Capriolo pinta este retrato aos 18 anos, ainda em Veneza. Trata-se, salvo engano, da primeira obra conhecida do pintor, melhor documentado em Treviso, onde se fixa em 1518, sendo ali assassinado por seu sogro, com quem manteve um longo diferendo acerca do dote de seu casamento.

O retrato provém da coleção Crozat, onde era citado no inventário de 1772.

Luiz Marques
03/11/2010

Bibliografia
1990 – C. Eisler, Paintings in the Hermitage. New York, p. 466

Artista

CAPRIOLO, Domenico

Data

1512

Local

São Petersburgo, Museu do Ermitage

Medidas

117 x 85 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

A Figura Humana Retratos e Caricaturas

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

1700C - Retratos Pintura; 1700C1 - Retratos contemporâneos; 1112 - O Mundo da Obra, do Museu e do Colecionador; 1112Anti - O Antiquarismo; 1112Cole - O Colecionador e o Amateur

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *