El Quijote de la Farola.

“””El Quijote de la farola”” é a imagem de uma multidão que se reforça pela personagem central convertendo-se num retrato, sem duvidas uma imagem de sorte, um flagrante, mas também uma obra que demostra o domínio da câmara de um profissional consolidado na fotografia.
Em 26 de julho de 1959, aniversário do ataque ao “”Cuartel Moncada”” e nova festa nacional, Fidel Castro convidará os “”guajiros”” de toda a Ilha para entrar em Havana. Este fato, tentativa de unificar o povo sob o novo governo outorgando espaço a todas as classes sociais, tem um caráter simbólico, podendo ser considerado como uma espécie de desagravo à memória coletiva da nação, que remonta, a guerra de independência cubana, alusão que se reafirma no chapéu do “”Quixote””, um símbolo inequívoco dos “”mambises”” (soldados da guerra de independência) pela forma em que a asa se dobra na frente para deixar o rosto descoberto, com a bandeira bem em cima da testa.
O suplemento verbal, ou seja o nome escolhido pelo artista, é um dos elementos distintivos da obra de Korda, na associação entre lampião e cavalo, um “”Rocinante”” sobre o qual se pode combater moinhos, mais também é indicador da postura do fotógrafo perante os eventos. Da excentricidade de um homem no meio da multidão, passamos ao resumo dessa multidão toda a través dessa figura em representação do povo, do país, que se converte em Quixote mistura de que com a valentia e patetismo.
Alberto Díaz, que logo se autodenominará Korda, apelido que se converterá em sua assinatura, nasce em Cuba na cidade de Havana no ano 1941. A obra de Korda ganhará renome internacional nos anos 60; no entanto, sua carreira inicia-se de forma empírica, como fotógrafo de festas e batizados até que se define profissionalmente como fotógrafo de moda, alcançando reconhecimento dentro da Ilha antes de 1959. A experiência do artista na criação de imagens com fins propagandísticos e seu domínio dos segredos da fotografia comercial pautaram as concepções estéticas de sua obra posterior.

Mónica Villares Ferrer, Mestre em História da Arte.
20/05/2010.

Artista

DÍAZ Gutierrez Alberto (Korda) (1941)

Data

195926 de Julho , Havana, Cuba.

Local

Havana, Museo de Bellas Artes

Medidas

50 x 60 cm

Técnica

Fotografia

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

O SÉCULO XX NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL

Index Iconografico

1603 - Paisagem urbana ; 1338 - A Multidão; 1492 - Lutas Sociais, Revoluções, Insurreições

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *