Occasio et Poenitentia

Na Itália, não se conhecem representações autônomas da
Fortuna, correlativa latina da Nêmesis* de
Albrecht Dürer (1501-1502), antes de uma obra de datação
incerta, mas possivelmente também dos primeiros anos do
século, a Occasio et Poenitentia, afresco transferido
sobre tela, atribuído à escola de Mantegna, no Palazzo
Ducale de Mântua.

Obra de qualidade modesta, ela é com toda a probabilidade
uma cópia de um desenho ou de um original perdido de
Mantegna, inspirada, como já proposto por Warburg e por
Lightbown [1986:484], no epigrama XIII de Ausônio, In
simulachrum Occasionis et Poenitentiae
(outras propostas
de identificação reportadas por Lightbown parecem menos
convincentes).

Em todo o caso, a composição de Mantegna é decerto o modelo
da belíssima “Ocasião e o Arrependimento”, pintada em 1541
por Girolamo da Carpi para a Camera della Pazienza,
no castelo de Ferrara, hoje no Museu de Dresden, inv. 142.

Desse mesmo decênio devem-se possivelmente datar os dois
bronzes representando a Occasio de Danese Cattaneo
no Museo Nazionale del Bargello, em Florença.

Luiz Marques
03/11/2011

Artista

MANTEGNA, Andrea

Data

1500c. / 1510c.

Local

Mântua, Palazzo Ducale

Medidas

168 x 146 cm

Técnica

Afresco transferido sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Alegorias e Temas Artísticos Morais e Psicológicos

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

130Fort - Fortuna, Tyché, Kairos, Occasio, Nêmesis

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *