Retrato de jovem com personificação da equivalência entre as artes

Registro inventarial: inv. 5579

Uma jovem se faz retratar de pé, coroada de flores, em um
longo vestido de cetim prateado e os braços abertos entre um
livro e dois gênios ao lado de um violoncelo. Um deles,
coroado de hera, toca o violoncelo com um arco. O outro
estende à jovem uma coroa de louros.

À esquerda, dois outros gênios brincam, um deles com uma
paleta domina o outro, talvez aludindo a um revival
do debate quinhentista relativo à supremacia da pintura
sobre a escultura. Ao centro e à direita, vê-se Atena ou
Minerva (e não Marte, como propõem Griseri e Gruitrooy)
sentada, segurando um grande fólio aberto, tendo aos pés
fragmentos de arquitetura antiga.

À esquerda Hermes ou Mercúrio, com seu caduceu. Consoante o
mito, a figura de Hermes ou Mercúrio surge como inventor da
lira ou, mais geralmente, como inventor musicae,
desempenhando aqui uma função simétrica à de Atena ou
Minerva em relação às letras. Mary Newcome-Schleier percebe
impropriamente neste Hermes ou Mercúrio um “protector of
travellers”.

O pintor genovês Gregorio de Ferrari (1647-1726) elabora
aqui, provavelmente, uma representação da equivalência
e da concórdia entre a pintura, a poesia e a música, sob os
auspícios de Atena ou Minerva, tronando ao centro da
composição.

Como notado por Griseri, tratar-se-ia do modello para
o frontispício das Sonate per violino e violone o
cimbalo
, parte 1.a e 2.a, o assim chamado Opus V, de
Arcangelo Corelli (1653-1713), publicadas em Roma
(Pietrasanta) em 1700.

As gravuras de Giovanni Frozza e de Antonio Melani, a partir
dessa tela, datam também de 1700. Mas a obra de Ferrari
deve-se datar, segundo Gerhard Gruitrooy, não posteriormente
à metade dos anos 1680.

Luiz Marques
17/11/2011

Bibliografia:
1955 – A. Griseri, “Per un profilo di Gregorio de Ferrari”.
Paragone, 67, pp. 39-40.
1970 – A. E. Perez Sanchez, Pintura italiana del siglo XVII.
Madri, cat. n. 76.
1987 – G. Gruitrooy, Gregorio de Ferrari (1647-1726), mit
einem kritischen Werkverzeichnis. Inaugural-Dissertation,
pp. 364-366.
1998 – M. Newcome-Schleier, Gregorio de Ferrari, Turim:
Compagnia di Belle Arti, Catálogo 37, p. 54
2000 – L. Marques, in S. Ferino-Pagden, L. Marques,
Dipingere la Musica. Strumenti in posa nell´arte del Cinque
e Seicento. Catálogo da exposição, Cremona, p. 157.

Artista

FERRARI, Gregorio de

Data

1685c.

Local

Madri, Museo Lázaro Galdiano

Medidas

148 x 199 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Alegorias e Temas Artísticos Morais e Psicológicos

Período

SÉCULO XVII

Index Iconografico

1162 - A Música; 1159 - A Poesia e seus gêneros; 1164 -
Comparações entre as Artes; 12Min - Atena Minerva; 12Mer -
Hermes Mercúrio; 1700C - Retratos Pintura; 1700C2 - Retrato
Mitológico e Alegórico

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *