Trem blindado em ação (Il treno blindato)

Registro inventarial:

Do alto de seu ateliê em Paris, Gino Severini (1883-1966),
excluído do front por causa de uma doença pulmonar, podia
ver os trens blindados que partiam para o front a partir da
estação Denfert-Rochereau. É deste posto de observação que
ele retira elementos para esta composição vertical, na qual
cinco soldados em roxo, sem rosto, despersonalizados como
peças da máquina de aço em movimento, atiram no inimigo, em
meio ao flagor do grande canhão que projeta um facho de luz
branca e das bombas transfiguradas em flores amarelas.

“Trem blindado em ação” marca, em 1915, o ano em que a
Itália entra na guerra, o ápice da série de pinturas de Gino
Severini (1883-1966) inspiradas no conflito. Há aqui uma
procura de equilíbrio entre a organização geométrica
rigorosa e a decomposição ótica dos planos, com prevalência
da primeira. Pode-se, assim, subscrever a observação de
Marianne Martin (1981), segundo a qual:

specially in this work, Severini seems to have taken note
of the brittle angularity and architectonics of the
Vorticists who earlier had accused him of being too
decorative and impressionist. Nevertheless, “The Amored
Train in action” represents his most unequivocal Futurist
achievement
.

Luiz Marques
01/12/2011

Bibliografia
1981 – M. W. Martin, “Carissimo Marinetti: Letters from
Severini to the Futurist Chief”. Art Journal, 41, 4, pp.
305-312.
1984 – S. Hunter, The Museum of Modern Art, New York:
Abrams, p. 102.

Artista

SEVERINI, Gino

Data

1915

Local

New York, Museum of Modern Art

Medidas

116,8 x 87,8 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

História Medieval Moderna e Contemporânea

Período

SÉCULO XX

Index Iconografico

1100Gue - A Guerra e os Horrores da Guerra; 1463 - O Exército
e o Soldado; 875 - Figuras da contemporaneidade; 875maq - A
máquina e o maquinismo; 875tre - O trem

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *