Hermes pesando as almas em uma balança (psychostasia)

“Registro inventarial: inv. CA 2243

Esta ânfora ática de figuras vermelhas é proveniente da
Itália.

Hermes, último filho de Zeus, foi por este escolhido para
ser seu mensageiro e é, assim, a divindade das passagens,
cabendo-lhe a tal título conduzir as sombras dos mortos ao
reino de Hades, de onde seu atributo psychopompos.
Ele é aqui representado com o caduceu na mão esquerda e na
direita, com uma balança, onde pesa as almas que serão
julgadas por Hades, assistido por Minos, Radamante e Eaque

Esta função de juiz dos homens transparece em um passo de
Ésquilo: “”o grande Hades pede contas aos homens de suas
vidas; sua memória nada esquece, seu espírito examina tudo””.

Luiz Marques
29/07/2011

Bibliografia
2000 – A. Caubet, P. Pouysségur, L. A. Prat, L´Empire du
Temps. Mythes et créations. Catálogo da exposição, Paris,
Louvre, p. 137

Artista

Pintor de Nicon

Data

-460circa a.C.

Local

Paris, musée du Louvre

Medidas

34,1 x 19,7 cm

Técnica

Cerâmica

Suporte

Pintura

Tema

Mitologia, História e Topografia Antigas

Período

ARTE GRECO-ROMANA

Index Iconografico

12Mer - Mercúrio, Hermes; 454 - Entidades Funerárias; 454A -
Hermes ou Mercúrio Psychopompos; 454C - Hermes ou Mercúrio
com uma balança (psychostasia); 448 - Juízes e Entidades
funerárias

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *