Antigo Colégio dos Jesuítas em Salvador, Bahia

” A litografia foi realizada para ilustrar o livro “”Brasil Pitoresco””, de Charles Ribeyrolles e Victor Frond, publicado entre 1859 e 1861. As fotografias foram utilizadas como base para as litografias realizadas na Maison Lemercier, em Paris.

De acordo com o projeto inicial, os autores do livro iriam percorrer a Bahia e Pernambuco. O falecimento de Ribeyrolles em 1860 limitou o percurso ao Rio de Janeiro.

A publicação trouxe, entretanto, algumas imagens da Bahia, as quais, segundo alguns estudiosos, seriam de autoria do fotógrafo Benjamin Mulok.

No projeto editorial de Victor Frond o uso da litografia explica-se uma vez que a publicação com fotografias coladas, nessa época, era um empreendimento arriscado e de alto custo.

Não era possível então obter-se o pleno controle sobre a luz na reprodução em série nem sobre a fixação das imagens, que se alteravam ou esmaeciam com o passar do tempo.

Até recentemente, não eram conhecidas fotografias originais de Victor Frond. Em 1994, pesquisadores identificaram sete tiragens de fotografias em papel albuminado, muito semelhantes às ilustrações do álbum “”Brasil Pitoresco””, pertencentes ao acervo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN.

As fotografias de Frond realizadas para o referido álbum permitem analisar qual o grau de intervenção dos gravadores na transcrição da fotografia para a litogravura.

É possível notar que em muitas ilustrações os gravadores acrescentaram personagens, animais de montaria ou embarcações. Victor Frond, como editor, teria acompanhado de maneira criteriosa a transcrição das fotografias para a litogravura.

Observando a fotografia “”Igreja dos Jesuítas”” (atual Catedral Basílica), Salvador, pertencente ao IPHAN, pode-se observar que a reprodução em gravura é bastante fiel do ponto de vista arquitetônico, e a gravura permitiu apresentar com exatidão os detalhes do edifício.

Os personagens do fotógrafo e seu assistente, entretanto, não existem na fotografia original, e o horizonte estava um tanto inclinado e foi corrigido pelo litógrafo.

Maria Antonia Couto da Silva
08/8/2010

Bibliografia:
1980 – C. Ribeyrolles. Brasil Pitoresco. [1859]. Belo Horizonte: Itatiaia; São Paulo: EDUSP.
1998 – L. Segala. Ensaio das Luzes sobre um Brasil Pitoresco: o projeto fotográfico de Victor Frond. Tese (Doutorado em Antropologia Social) – Universidade Federal do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.
2000 – O Olhar Distante. São Paulo, Fundação Bienal de São Paulo, Associação Brasil 500 anos Artes Visuais.
2003 – P. Vasquez. O Brasil na Fotografia Oitocentista. São Paulo: Metalivros, p. 55.

Artista

FROND, V. (fotografia); BENOIST, Ph. (litografia)

Data

1858-1861

Local

Brasil, várias coleções.

Medidas

24,5 x 32,2 cm

Técnica

Litografia

Suporte

Pintura

Tema

Natureza Paisagem e Arcádia

Período

O SÉCULO XIX NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL (A PARTIR DE 1822)

Index Iconografico

1602 - Paisagens com arquiteturas e figuras; 1603 - Paisagem urbana; A Vida Urbana (A Via e os Espaços Públicos)

Autor

Maria Antonia Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *