Atena com os Tiranicidas no escudo

Localização inventarial: inv. n. B 605

Esta ânfora ática panatenaica proveniente de Teucheria, Cyrenaica, representa Atena em posição de combate. Em seu escudo, ao invés da habitual cabeça de Medusa, vê-se uma reprodução do famoso grupo escultórico representando o ato paradigmático de tiranicídio: o assassinato em 514 do tirano Hiparcos, filho menor de Pisístratos, por Armódios e Aristógiton, que pagaram com a vida seu gesto.

Como se sabe, os atenienses encomendam ao escultor Antenor, tão logo expulso o tirano Hípias, em 510, duas estátuas de bronze em homenagem aos tiranicidas. Privada dessas esculturas pelos persas em 480, Atenas encomenda em 477 outro grupo escultórico dos tiranicidas a Krítios e Nesiotes. O grupo converte-se em símbolo da democracia e das virtudes cívicas atenienses, e será copiado inúmeras vezes, inclusive em moedas, relevos e pinturas, até vir a ornar no século II d.C. a Vila Adriana de Tívoli, na versão hoje conservada no Museo Archeologico Nazionale de Nápoles*.

Foi cogitado que a excepcional presença dos tiranicidas sobre o escudo de Atena possa aludir à queda dos Trinta Tiranos em Atenas, em agosto de 403.

Luiz Marques
10/05/2010

Bibliografia
1985 – V.A., Democracy and Classical Culture. Catálogo da exposição, Atenas, Museu Arqueológico Nacional, p. 58

Artista

Arte ática

Data

-400a.C. circa

Local

Londres, British Museum

Medidas

73,5 cm

Técnica

Cerâmica

Suporte

Pintura

Tema

Mitologia, História e Topografia Antigas

Período

ARTE GRECO-ROMANA

Index Iconografico

12Min - Atena; 244 - Atenas de 500 a 400 a.C.; 244.403 - A queda dos Trinta Tiranos; 242tir - Tiranicidas. Hiparcos morto por Armódios e Aristógiton; 1103tir - O Tiranicídio

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *