Entrada de uma floresta

1600 – Paisagem

Seja na França, como nos Países-Baixos e na Itália, o gênero
paisagem ganha, em meados do século XVII, um primeiro
apogeu, adquirindo uma ampla gama de possibilidades.

Em Roma, no terceiro quarto do século XVII, Poussin elabora
uma paisagem histórica e elevada, de forte conotação neo-
estoica; Lorrain cria tonalidades elegíacas, enquanto
Gaspard Dughet e Salvator Rosa exercitam-se em um
sentimento por assim dizer pré-romântico da paisagem,
desertada pelo homem e construída em contrastes dramáticos
entre a contra-luz ao fundo e densas penumbras florestais
nos primeiros planos.

A esta sensibilidade filia-se sem dúvida a figura menos
conhecida de Laura Bernasconi, discípula de Mario Nuzzi,
chamado Mario dei Fiori e ativa em Roma ainda em 1674. Sua
obra mais conhecida resta, sem dúvida, a ornamentação do
Retrato de S. Caetano pintado por Andrea Camassei (1602-
1649), em Roma, S. Andrea della Valle.

Luiz Marques
10/01/2010

Bibliografia:
1909 – H.V., “Laura Bernasconi”. Thieme-Becker, ad vocem.
1987 – P. Le Leyzour, Italie. Histoire d`une collection.
Catálogo da exposição, Paris: RMN, p. 60.

Artista

BERNASCONI, Laura

Data

1650c.

Local

Bordeaux, Musée des Beaux-Arts

Medidas

72 x 95 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Natureza Paisagem e Arcádia

Período

SÉCULO XVII

Index Iconografico

1600 - Paisagem

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *