Busto com cabeça coroada de espigas de trigo de Domiciano, retrabalhada em Augusto

Localização inventarial: Sala dei Busti, n. 124

Segundo Spinola, a história deste busto é particularmente acidentada. A cabeça foi encontrada talvez em 1570 em Vigna Galletti (mais tarde Vigna Ceccarelli, hoje Vigna Vignoli), não longe de Porta Portuense, perto de Roma. Foi inserida em seguida em uma “estátua de má qualidade” e nesta condição, vendida ao Vaticano em 1770. Em 1771, foi restaurada por Sibilla, que a integrou no busto atual, integrando ainda parte do nariz, dos lábios, do queixo e da coroa de espigas.

Na realidade, o exame da cabeça mostra um trabalho de conversão de uma cabeça de Domiciano (de tipo II, datada de 81, ano de seu assunção ao trono), condenado em 96 à damnatio memoriae, em uma cabeça de Augusto, esta última com um penteado à maneira do tipo Augusto di Prima Porta*, com a franja cacheada em tenazes e, ao centro, em cauda de andorinha.

A coroa de espigas encontrava-se já na cabeça de Domiciano e seu significado é objeto de várias hipóteses, recapituladas por Spinola: uma forma de corona civica ou um signo de iniciação aos mistérios de Eleusis ou como signo de um Arval.

Tanto no caso de Domiciano quanto no de Augusto, a espiga pode remeter a tais funções religiosas. Mas no caso de Augusto parece possível outra hipótese. Augusto faz-se, como se sabe, representar com a coroa de raios do deus Hélios/Sol à maneira ptolomaica, assim como na figura de Júpiter, ao menos em camafeus, isto é, em retratos privados, como é evidentemente o caso da Gemma Augustea de Viena*.

Contudo, na condição de restaurador das instituições, ele prefere mostrar-se no programa da Ara Pacis Augustae como instrumento das divindades femininas fautoras do Império (Dea Roma, Italia-Tellus, Pax Alma). É possível, assim, que a coroa de espigas deste busto do Museo Pio Clementino, que comparece também em suas moedas*, aluda a esta função de fiador da abundantia romana.

Luiz Marques
13/04/2010

Bibliografia
1999 – G. Spinola, Il Museo Pio Clementino. Città del Vaticano, 2 volumes, vol. 2, p. 138

Artista

Arte Romana

Data

81/ 96

Local

Vaticano, Museo Pio Clementino

Medidas

desconhecido

Técnica

Mármore

Suporte

Escultura

Tema

A Figura Humana Retratos e Caricaturas

Período

ARTE GRECO-ROMANA

Index Iconografico

1700B1 - Retratos escultóricos contemporâneos; 380B - Augusto; 392D - Cenas e Personagens da História de Roma sob Domiciano (81-96)

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *