Monumento a General Osório, Parte 1

O Monumento a General Osório foi realizado pelo escultor brasileiro Rodolfo Bernardelli e inaugurado em 12 de novembro de 1894.

É composto por uma estátua eqüestre em um pedestal retangular, que conta com dois baixos-relevos em bronze, um em cada lateral.

A figura eqüestre está voltada para o mar. O general, representado de quepe e casaca militar, encontra-se um pouco inclinado para a direita: “de espada desembainhada, está em atitude viva de quem vai dar uma ordem”.

Segundo o jornalista Arthur de Mendonça o escultor fez o General Osório como comandante-chefe das operações no Paraguai: “foi neste caráter que entendeu o escultor dever representá-lo”. O autor prossegue: “quanto às botas, que não eram do uniforme e apenas consentido o seu uso, diversos companheiros informaram o artista que nunca Osório as trazia…”.

A iconografia proposta por Bernardelli não foi aceita de forma tranqüila quando foi apresentado o primeiro modelo, exposto em uma das salas do novo edifício da Praça do Comércio no final de 1887.

As críticas publicadas na imprensa eram voltadas principalmente ao poncho característico que o personagem deveria portar.

Francisco Doratioto ressalta que Osório foi o militar mais popular do Brasil depois de sua atuação na Guerra do Paraguai, tornando-se o patrono informal do Exército Brasileiro.

Acreditamos que Bernardelli, ao criar a representação de Osório, procurou representar o General de uniforme. Em plena República Velha o monumento encomendado no império adquiria um outro valor simbólico, tratava-se de um militar que representaria o herói nacional e o sacrifício e a luta pela pátria.

Na base do monumento encontram-se dois relevos onde estão representados os eventos Passo da Pátria* e a batalha de Vinte e Quatro de Maio [Batalha de Tuiuti]* e referem-se a passagens da carreira do militar durante a Guerra do Paraguai.

(continua no texto que acompanha a imagem 2)

Artista

BERNARDELLI, Rodolfo

Data

1894

Local

Rio de Janeiro, Praça XV de Novembro

Medidas

não disponíveis

Técnica

Bronze

Suporte

Arquitetura e Monumentos

Tema

A Figura Humana Retratos e Caricaturas

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

1700B1 - Retratos escultóricos contemporâneos; 508A - Monumentos cívicos à glória de uma personagem

Autor

Maria do Carmo Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *