Músico ambulante (Jouer d´orgue)

“Na fotografia, datada de 1853, Charles Nègre registrou um
músico ambulante que toca realejo para duas crianças, que o
escutam surpresas. O fotógrafo realizou vários registros
fotográficos de vendedores e músicos que trabalhavam nas
proximidades de sua residência em Paris.

O crítico Ernest Lacan, em crítica para o jornal “”La
Lumiére”” elogiou o jogo de luzes e sombras na parede contra
a qual o homem se apóia e os traços do rosto do músico,
pensativo e triste. As crianças escutam encantadas o som
surpreendente do instrumento popular.

Lacan destaca o contraste entre a fisionomia maravilhada das
crianças e a atitude de cansaço e desânimo do músico
ambulante, quase um mendigo. Para Lacan, a fotografia não é
apenas a fria reprodução de três figuras registradas ao
acaso, é uma cena pensada, com seu propósito e seus
ensinamentos.

Nègre realizou outras fotografias do mesmo músico,
provavelmente na mesma época (ver “”Henri Le Secq e uma
criança dão uma esmola a um músico ambulante, anterior a
março de 1853″”).

Françoise Heilbrun comparou a produção do fotógrafo,
considerado “”mestre da fotografia de gênero”” a obras de
Chardin, pelo rigor na composição, pela tendência à
geometrização e, sobretudo, pelo “”gosto pelo gesto suspenso
e pelo silêncio””. A fotografia teve inicialmente como modelo
a pintura, e alguns fotógrafos ao realizarem cenas de gênero
possivelmente evocaram pinturas de mestres como Chardin.

Maria Antonia Couto da Silva
13/09/2011

Bibliografia:
BORCOMAN, James. Charles Nègre 1820-1880. Ottawa: National
Gallery of Canada, 1976.
1981 – F. Heinbrun. Charles Nègre, photographe, 1820-1880 :
[exposition], Arles, Musée Réattu, 5 juillet-17 août 1980;
Paris, Musée du Luxembourg, 25 novembre 1980-19 janvier.

Artista

NÈGRE, Charles

Data

1853c.

Local

Paris, col. part.

Medidas

20,6 x 15,6 cm

Técnica

Fotografia

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

1163 - O Músico e a cena musical; 1165 - Os Instrumentistas
e a Música instrumental; 1484 - O TRABALHO E SEUS UNIVERSOS;
1486 - O TRABALHADOR URBANO 1428 - A INFÂNCIA, A
ADOLESCÊNCIA, A JUVENTUDE; 1700C1 - Retratos contemporâneos

Autor

Maria Antonia Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *