El alba (A alvorada)

Marcelo Pogolotti toma contato com a cultura artística de Rotterdam (1924), Madri e Paris onde estuda a obra de Matisse.

El alba pode ser, contudo, relacionado com a incorporação de Pogolotti, em finais de 1929, na Itália ao movimento futurista, do qual ele se distancia rapidamente, enveredando ao longo dos anos 1930 por uma pintura de cunho social. Participa então de exposições na Associação de Escritores e Artista Revolucionários de Paris e passa a ser considerado como membro fundador do primeiro Grupo de pintores socais de Europa.

El alba pertence a esta preocupação social que permearia sua obra durante seus últimos anos de produção pictórica. Em 1938, Pogolotti apresenta uma exposição na galeria Carrefour de Paris e nesse mesmo ano perderá por completo a visão.

Outras obras relevantes de sua produção onde se faz patente seu interesse por esta temática são Paisaje cubano, El Muelle e La Zafra.

Monica Villares Ferrer, Mestre em História da Arte
14/05/2010.

Artista

POGOLOTTI, Marcelo

Data

1937

Local

Havana, Museo de Bellas Artes

Medidas

81,5 x 101 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

O SÉCULO XX NA AMÉRICA HISPÂNICA E NO BRASIL

Index Iconografico

1486 - O Trabalhador Urbano; 1488 - O Operário e a Fábrica

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *