Esquema da Abóbada da Capela Sistina segundo o primeiro projeto

Localização inventarial: inv. n. 1859-6-25-567

Ao lado de alguns estudos de braços e mãos, este fólio do British Museum documenta o primeiro projeto con poche figure semplicemente, como Michelangelo afirma em sua carta a Giovan Francesco Fattucci, de 27 ou 28 de dezembro de 1523:

Depois, voltando eu a Roma, [Júlio II] não quis mais que eu prosseguisse o sepulcro, mas que pintasse a abóbada de Sisto [i.e., a Capela Sistina], para a qual acordamos uma soma de três mil ducados, com todas as despesas por minha conta, com poucas figuras simplesmente. Após ter feito certos desenhos, pareceu-me que o resultado era pobre, razão pela qual me fez outro contrato, incluindo as histórias de baixo, e que eu fizesse o que quisesse, o que montava a aproximadamente outro tanto. E assim entramos em acordo. Mas, uma vez terminada a abóbada, quando se tratou do útil, a coisa não foi adiante, de maneira que eu estimo ter ainda a haver muitas centenas de ducados.

O contrato firmado em 10 de maio de 1508 baseia-se ainda sobre o primeiro projeto, mais simples – representando os 12 Apóstolos no lugar dos Profetas e Sibilas e motivos geométricos ao centro -, logo em seguida muito alterado e ampliado. Tratava-se ainda de pintar nas lunetas, não os sete Profetas e as cinco Sibilas, mas as figuras dos doze Apóstolos, além de um esquema decorativo mais convencional: “uma certa repartição plena de ornamentos, como de hábito”.

O apóstolo que figura neste desenho do British Museum encontra-se em uma luneta, o que reforça este pormenor da carta a Fattucci. Em todo o caso, não se sabe precisamente de quando data o redimensionamento do projeto, nem por quantas fases passou, pois o segundo contrato, aludido na carta, não se conservou. Pelo que afirma Michelangelo na carta, tal ultimação ocorreu “depois” de “começada a dita obra”. E Mancinelli [1992:55] demonstrou que muitas decisões importantes deste segundo projeto foram tomadas ao longo da própria execução.

A constatação deste primeiro projeto documenta-se não apenas nesta carta e neste desenho do British Museum, mas também num desenho conservado no Detroit Institute of Arts, 250 x 360 mm, inv. City of Detroit Purchase 27.2r.

Luiz Marques
13/07/2010

Bibliografia
1953 – J. Wilde, Michelangelo and his studio. Italian Drawings in the Department of Prints and Drawings in the British Museum. Londres: British Museum Publ. Ltd.. Reimpressão em 1975, p. 17
1992 – F. Mancinelli, “La Progettazione della volta della Cappella Sistina di Michelangelo”. Studies in the History of Art, 33, Washington National Gallery, p. 55

Artista

Michelangelo Buonarroti

Data

1506/ 1508

Local

Londres, British Museum

Medidas

275 x 386 mm

Técnica

Lápis

Suporte

Pintura

Tema

Bíblia e Cristianismo

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

514 - Gênese

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *