América

“Embaixo, lê-se a seguinte inscrição:

Illa quidem nostris dudum non cognita terris / Facta brevi, auriferis late celeberrima venis, / Visceribus scelerata suis humana recondens / Viscera feralem praetendit America clavam

Em 1588-1589, Adriaen Collaert grava os desenhos de Marteen de Vos para uma série de representações alegóricas dos Quatro Continentes, série que segue de perto as personalizações dos continentes, com seus particulares atributos, fixadas no frontispício do Theatrum Orbis Terrarum de Abraham Ortelius, de 1570, o primeiro Atlas impresso na acepção moderna do termo.

Tais imagens ressurgem, por exemplo, no Arco do Triunfo dos Genoveses (sempre segundo desenho de Marteen de Vos) erigido para a entrada triunfal em Antuérpia, em 1594, do Arquiduque Ernesto da Áustria, sendo esta, possivelmente, a fonte imediata de Francesco Valesio (1560-643).

Outra fonte dessa representação alegórica do Novo Mundo é a descrição da América proposta na Iconologia de Cesare Ripa, em 1593, bem como em sua edição ilustrada de 1603.

A jovem índia com seu penteado e cocar exuberantes, o rosto em perfil, senta-se em um gigantesco tatu (Armadillo) que lhe serve de trono e segura um arco na mão esquerda e um machado na direita.

À esquerda vê-se um pássaro, provavelmente um papagaio; à direita, animais não claramente caracterizados, dentre os quais se reconhecem outro tatu e dois caprinos.

Ao fundo à esquerda representam-se indígenas que guerreiam e, à direita, uma cena de canibalismo. Em um plano ainda mais recuado, vêem-se dois homens que caçam um veado com um arco e flecha e outros dois à porta de uma espécie de taba.

Vista no contexto desta série dos Quatro Continentes, é evidente a dicotomia entre as duas regiões civilizadas do planeta (Europa e Ásia) e as duas selvagens (África e América), dicotomia entre mundo civilizado e selvagem que, como nota Ann Diels (2008), tende doravante a substituir a antiga, entre mundo cristão e pagão.

Luiz Marques
03/VII/2010

Bibliografia:
1992 – C.C. Pedrielli, in L. Laurencich Minelli, Terra Ameriga. Il Mondo Novo nelle collezioni emiliano-romagnole. Catálogo da exposição, Rimini, Sala delle Colonne, p. 166
2007 – A. Diels, in W. Bracke, L. Danckaerte, C. De Candt, M. Silvestre, Formating Europe. Mapping a Continent. Dix siècles de cartes d´Europe dans les collections de la Bibliothèque royale de Belgique. Catálogo da exposição, Bruxelas, 2007
http://www.kbr.be/collections/cart_plan/actualite/catalog_europalia_fr.pdf

Artista

VALESIO, Francesco

Data

1595c.

Local

Bolonha, Biblioteca Comunale dell´Archiginnasio

Medidas

213 x 256 mm

Técnica

Água-forte

Suporte

Pintura

Tema

Ciência Ilustração científica e Etnografia

Período

36 - SÉCULO XVI

Index Iconografico

1208 - Representações Alegóricas dos Continentes; 1208D - América

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *