Marco Antônio doa a Biblioteca de Pérgamo a Cleópatra

Na inscrição embaixo do desenho, lê-se:

M. Antonio donna la libraria di Pergamo

(Marco Antônio doa a biblioteca de Pérgamo)

A fonte literária da cena é Plutarco, “Vida de Antônio, 58:

“Calvísio, um dos amigos de César [isto é, de Ottaviano,
filho adotivo de Júlio César], proferiu então um discurso
[no Senado], no qual, entre as acusações a Cleópatra,
figuravam as seguintes: Marco Antônio lhe gratificara com a
biblioteca de Pérgamo, composta de duzentos mil volumes”.

Como se sabe, a cultura grega conservava-se desde o século
IV a.C. em três bibliotecas fundamentais, a de Atenas, a de
Pérgamo e a de Alexandria. Mas alguns anos antes, durante a
Guerra Civil e por ocasião da tomada de Alexandria por
César, um incêndio havia consumido toda ou parte importante
da célebre biblioteca. A doação de Marco Antônio visava
justamente ressarcir a cidade de sua perda.

O tema é raro na história da pintura e decerto foi concebido
no contexto de uma série (pinturas ou gravuras) dedicada aos
amores de Marco Antônio e Cleópatra.

Outro desenho de Allegrini nesta mesma coleção, um “Banquete
de Marco Antônio e Cleópatra”* reforça a suposição de um
ciclo sobre este tema. Allegrini comete o anacronismo de
figurar os manuscritos na forma de livros de pergaminho, e
não na forma real de rolos de papiro.

Filho do pintor Flaminio Allegrini (1587c.-1663) e discípulo
do Cavalier d´Arpino, Francesco Allegrini (1615/20-após
1679) trabalhou na Liguria e na Umbria, mas sobretudo em
Roma, onde em 1653 participa, pintando dois retábulos ainda
in situ, na decoração da igreja de San Marco, sob a
supervisão de Pietro da Cortona.

Nestes mesmos anos, sempre como membro da equipe de Pietro
da Cortona, participa da decoração do Palazzo Doria-Pamphili
na Piazza Navona. Ainda em Roma, deixa obras nos Palazzi
Rospigliosi (1655c.) e Altemps, além de um ciclo no Palazzo
del Sant´Uffizio.

Luiz Marques
30/11/2011

Bibliografia:
1988 – M. Gregori, E. Schleier (ed.), La pittura in Italia:
Il Seicento, Milão: Electa, vol. II, p. 612.
1991 – F. A. Den Broeder, Old Master Drawings from the
Collection of Joseph F. McCrindle. Princeton University, The
Art Museum, p. 110.
1996 – E. Villa, “Francesco Allegrini”. The Grove Dictionary
of Art, ad vocem.

Artista

ALLEGRINI, Francesco

Data

1650c.-1679c.

Local

Princeton, Coleção Joseph F. McCrindle

Medidas

92 x 134 mm

Técnica

pena e tinta marrom

Suporte

Pintura

Tema

Mitologia, História e Topografia Antigas

Período

SÉCULO XVII

Index Iconografico

362 - Marco Antônio; 364 - Cleópatra; 1156 - Livros e
Bibliotecas

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *