Le Moulin de la Galette.

“Le Moulin de la Galette” do pintor Aguste Renoir, apresenta uma reunião popular que tinha lugar todos os domingos no jardim de um dos estabelecimentos de Montmartre, lugar onde se juntavam para bailar valses e outras danças populares, depois da guerra, artistas e trabalhadores da juventude parisiense.

Num dos poucos moinhos de vento que sobreviveram a escassez da colheita, seu dono Nicolas Charles Debray tivera a ideia de criar um mirador, do lado do qual, fora improvisado um salão de baile, enfeitado com vime pintado de verde, onde por quatro “sueldos” aos domingos e festivos era possível dançar desde as 3 da tarde até as 11 da noite.

O Moulin da Galette deve seu nome aos “galettes” uma espécie de pastel plano feito com a farinha moída no próprio local. O salão de baile, tinha várias classes de fregueses dependendo da horário do dia, na tarde, o público estava composto por costureiras e operários vestidos com seus melhores roupas, moradores da vizinhança e artistas. Nestas ocasiões, tanto homens, quanto mulheres, levavam a cabeça coberta, como indicativo de sua decência, segundo o costume da época. Na noite, o espaço era ocupado por prostitutas e seus cafetões, chegados desde bairro de “Goutte d´Or” e as veladas terminavam invariavelmente, em violência.
No meio da reunião vespertina motivo do pintor, não todos os personagens levam chapéu, uma referencia talvez, ao carácter desenfadado dos representados, entre os que podemos reconhecer vários personagens de seu meio cotidiano, como Jeanne, a figura do laço vermelho no peito, que se inclina em direção a sua irmã mais nova, enquanto coloca uma de suas mãos no ombro desta. Ambas mulheres, localizadas no centro da composição, eram costureiras de profissão e modelos habituais do pintor durante a temporada morta da moda, já que o artista não gostava de usar em suas criações modelos profissionais.
“Le Moulin de la Galette” possui todas características da obra de Renoir, reconhecemos à pincelada solta e empastada, a forma peculiar para captar a luz da tarde, e o lilás o amarelo e o verde, as cores preferidas de sua paleta, sempre intercaladas com o preto e o vermelho.
Na cena rodeada de adultos, destaca uma menina de cabelo brilhante e loiro que conversa aminadamente, sentada num dos bancos da Galette com uma mulher. Para a criação de esta obra, Renoir submergira por completo no estudo dos personagens assíduos do Moulin, incluendo também as crianças, filhas dos operários que costumavam, enquanto seus pais trabalhavam, brincar e deambular pelo j

Artista

RENOIR, Auguste

Data

1876

Local

Paris, Musée d'Orsay

Medidas

131 x 175 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Vida Social e Gênero

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

1336 - O Lazer Urbano (O Espetáculo popular, o Circo) ; 1338 - A Multidão ;

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *