Art, Misère, Désespoir, Folie!

Uma das grandes vertentes que dominam a segunda metade do
século XIX, no que se refere ao tema da superação e morte do
artista, diz respeito à crise que eclode grosso modo nos
anos 1860 e que entra em fase aguda nos Salons dos anos
1880. Ruptura e deslegitimação do quadro institucional
da atividade artística, massificação dos Salons, novas
imperativos do colecionismo e do mercado são alguns dos
elementos que caracterizam tal colapso do sistema das artes.

Nesse contexto, o tema da superação e morte do artista toma
de fato uma dimensão sociológica. Assim, o suicídio do
artista representado no Art, Misère, Désespoir, Folie!
de um pintor salonnard como Jules Blin declara
de modo algo pletórico a situação de fracasso do artista, já
expresso, por exemplo, no desenho de Ferdinand von Rayski*,
nos Museus de Dresden (1840c.).

O quadro de Blin mostra, não o artista moderno, mas o
artista de formação acadêmica como a nova vítima de uma
situação cultural que o ultrapassa e marginaliza. Em sua
retórica sombria, ele é o outro lado da sátira de Félicien
Rops, em seu Modernité*, na qual a modernidade,
associada à sedução feminina, aparece como uma espécie de
Salomé oferecendo-se a cabeça do artista da Académie, como
se lê na fita esvoaçante da bandeja.

Luiz Marques
23/10/2011

Bibliografia:
1976 – S. Lemoine, Musée des beaux-arts de Dijon. Donation
Granville, Catalogue des peintures, dessins, estampes et
sculptures, vol. I: oeuvres réalisées avant 1900, Ville de
Dijon, n. 9.
2008 – L. Marques, “Taunay, superação e morte do artista”.
In, L. M. Schwarcz e E. Dias, Nicolas-Antoine Taunay no
Brasil. Uma leitura dos trópicos. Rio de Janeiro: Sextante
Artes, pp. 204-213

Artista

BLIN, Jules

Data

1880

Local

Dijon, Musée des Beaux-Arts

Medidas

146 x 115 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Alegorias e Temas Artísticos Morais e Psicológicos

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

1111 - O Mundo e o Mito do Artista; 1111J - Agonia e morte do
artista, a morte como artista; 1700C3 - Artistas e
Autorretratos

Autor

Luiz Marques

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *