Volta do Mercado

A tela “A volta do mercado” do pintor português Antonio Carvalho da Silva Porto (1850-1893) reflete o interesse do artista pelos temas da pintura de gênero, privilegiando cenas ao ar livre.

Neste quadro foi representado um grupo de camponeses que regressa de uma feira ou mercado em uma tropa de burros, e carrega a carga em grandes cestos de vime.

A composição permite ao artista representar a paisagem dos arredores do Lisboa e a vegetação queimada pelo calor do verão. Apenas uma habitação se distingue no vasto horizonte.

Podemos perceber nesta pintura a preocupação em criar a indumentária típica desse grupo social, com um registro realista da vida e dos costumes dos camponeses. Destaca-se ainda a habilidade na representação dos animais, como nas figuras dos dois burrinhos que carregam as mulheres à frente do grupo e na do cachorro que atravessa em diagonal a composição, como se farejando alguma coisa. O tema da vida rural é tratado com muita delicadeza e sensibilidade.

O quadro constitui o exemplo de uma pintura relacionada à exploração dos efeitos da luz e das diversas nuances de cor em uma paisagem ensolarada. Na obra predominam os tons terrosos, em que se destaca o verde da vegetação, assim como o colorido dos guarda-chuvas que protegem as mulheres e as gradações de azul no céu.

Maria do Carmo Couto
11/03/2011

Bibliografia:
1996 – O Grupo do Leão e o naturalismo português / curadoria Raquel Henriques da Silva, Zuzana Paternostro; ensaios Raquel Henriques da Silva [et al.]. São Paulo: Pinacoteca do Estado, p.33.

Artista

SILVA PORTO, Antonio

Data

1886

Local

Lisboa, Museu do Chiado

Medidas

114 x 151 cm

Técnica

Óleo sobre tela

Suporte

Pintura

Tema

Natureza Paisagem e Arcádia

Período

50 - SÉCULO XIX

Index Iconografico

O Camponês e sua família; O CAMPO E A ALDEIA

Autor

Maria do Carmo Couto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *